segunda-feira, 12 de agosto de 2019

TENS VALOR

Hoje estás em dia não? Não consegues gostar de ti? Já alguma vez te sentiste inútil, patético ou um "mono"? Achas que Deus pode pensar o mesmo de ti? Não! Deus é louco por ti! (positivamente falando, claro). Nada em ti surpreende Deus. Ele sabe que não és perfeito, para Ele tu és uma obra em construção e Ele ama as tuas imperfeições, sim, todas elas! Não há "se", "mas" ou "talvez", o Seu amor por ti é incondicional. Na verdade, "Ele se deu a Si mesmo por nós, para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para Si um povo Seu, especial e zeloso de boas obras." (Tito 2:14). Mesmo que te sintas tão inútil como um telemóvel sem o cartão SIM, Deus quer usar-te. Tu és amado e escolhido por Deus, para seres usado por Ele tal como és e estás.
Agarra-te a essa confiança que Deus tem em ti. para Ele, tu nunca és inútil!

DEUS NO CONTROLE

Por toda a Bíblia, os nomes têm um significado mito importante e normalmente expressam o carácter e a identidade dessa pessoa, sendo o Senhor Jesus Cristo o melhor exemplo (Salvador, O Ungido). Mas no livro de Rute nós lemos acerca de uma mulher que decidiu mudar o nome para pior Naomi perdeu o seu marido e, mais tarde, os seus dois filhos. Ela passou de Naomi, que significa "a minha alegria" para Mara, que significa "amarga". Ela deixou que as circunstâncias determinassem a sua vida quando na realidade ainda existiam muitas coisas boas à sua frente, incluindo ajudar a sua nora Rute, que iria acabar por se tornar um dos antepassados do próprio Senhor Jesus Cristo! Infelizmente, Naomi deixou que o pessimismo conduzisse a sua vida, sufocando toda a esperança que havia dentro dela. Não deixes que isso te aconteça. Se as coisas à tua volta estão a mudar, abraça a mudança e apanha a onda. Deus ainda está no controle e ainda tem coisas guardadas para ti também. Nós podemos pensar que a nossa vida chegou a um beco sem saída mas Deus tem uma forma misteriosa de nos surpreender com aquilo que nunca pensámos ser possível. Por isso, em vez de teres uma "mentalidade de Mara", deixa que Deus faça aquilo que Ele quer: "...é capaz de fazer muito mais do que pedimos ou pensamos..." (Efésios 3:20).

terça-feira, 6 de agosto de 2019

PREPARAÇÃO

Só modificaremos a nossa vida quando mudarmos alguma coisa que fazemos diariamente. O sucesso não ocorre de repente e o mesmo sucede com o fracasso; cada um é o resultado de um processo. Cada dia da nossa vida é apenas uma preparação para o seguinte. A questão é: Estamos a preparar-nos para o quê? Estamos a educar-nos para o fracasso ou para o sucesso? Só se estivermos na vanguarda dispostos a esforçar-nos é que fim acabaremos por colher a recompensa.
Lembras-te da história da cigarra e da formiga? Durante o verão, a formiga esteve em constante labor, reunindo alimentos (Provérbios 30:25). Entretanto, a cigarra brincou durante todo o verão. Quando chegou o inverno, a formiga retirou-se para a sua casa e goza a vida. Ela pagou o preço; agora, goza a recompensa. Mas agora é a altura para a cigarra, que esteve a brincar, pagar. Morre de fome, ao frio, porque não compreendeu que a única preparação adequada para o amanhã é o uso correcto do hoje!
Quando andávamos a estudar, estudávamos de tal modo para um exame que entrávamos na sala de aula com absoluta confiança, sabendo que iríamos ter boa nota! podemos levar esse tipo de confiança a cada dia da nossa vida. Infelizmente, muitos não orientam a sua vida, apenas a aceitam. A vida não é um desfile de modas. Não temos segunda hipótese. Benjamin Disrael disse certa vez: "O segredo do sucesso na vida é a pessoa estar pronta quando o seu tempo chegar." Respondamos a esta questão: "Se Deus nos desse as coisas que pedimos, conseguiríamos lidar com elas?"

A ECONOMIA de DEUS

O medo faz-nos reagir emocionalmente, levando-nos a fazer todas as coisas erradas. Abandonamos os princípios da Bíblia e vangloriamo-nos por tudo o que conseguimos alcançar, guardando e acumulando para o caso das coisas piorarem. Não te rendas aos medos da nossa cultura que, cada vez mais, exclui Deus. Em vez disso, fielmente, segue a economia de Deus para tempos difíceis. Quando a nação de Israel fez isso desfrutou de grandes colheitas. Mas quando retiveram e guardaram o que Deus tinha providenciado para eles, Ele disse: "Com maldição sois amaldiçoados, vós toda a nação" (Malaquias 3:9). Ter abundância ou falta, apenas dependia das suas atitudes e acções relativamente à economia de Deus. Os Seus princípios pedem o seguinte: "Trazei todos os dízimos à casa de Deus", não apenas uma parte deles (Malaquias 3:10). Se eles honrassem ao Senhor com a sua fazenda e com as primícias  de toda a sua renda, os seus celeiros encher-se-iam abundantemente e os seus lagares transbordariam de mosto (Provérbios 3:9,10). O Senhor Jesus ensinou que se dermos, ser-nos-á dado segundo a mesma medida (Lucas 6:38). Tu, não a economia, é que determina  a medida da tua colheita pela medida da semente que semeares (2Coríntios 9:6).  Deus promete que alma generosa engordará, e o que regar também será regado (Provérbios 11:24,25). A economia de Deus funciona em qualquer economia! (Mateus 6:34).

segunda-feira, 15 de julho de 2019

CURA

Acontece todos os dias. Talvez esteja a acontecer agora mesmo no seu lar: expectativas irrealistas, infidelidade e promessas por cumprir, que destroem uma vida inteira de amor e confiança. Felizmente, Deus restaura os relacionamentos destroçados e a confiança perdida. Quando alguém que tu amas está em sofrimento, dá tempo ao tempo. A cura é um processo, não um acontecimento. As feridas emocionais demoram a sarar. Talvez estejas a pensar: "Mas eu já pedi desculpa vezes sem conta. Quanto vai demorar até ele/ela recuperar a confiança em mim?" O tempo que for preciso! Exigir que o coração da outra pessoa sare ao teu ritmo só atrasa o processo. "Mas se ele/ela realmente me tivesse perdoado, não estaria sempre a levantar o assunto." Isso não é verdade! No dia em que essa pessoa puder levantar o assunto sem que tu te irrites, a cura será mais rápida. Depois, não esperes que as coisas voltem logo ao normal. O normal é isso não acontecer! Já reparaste como temos tendência a proteger instintivamente um membro ferido de quaisquer encontrão ou pancada? Para aquele que magoou está tudo na mesma, mas para a pessoa magoada e vulnerável, agir normalmente é impossível. Sendo mais realista e fazendo menos pressão, tu acelerarás e promoverás o processo de cura. E por último, não te esqueças que cada pessoa sara a um ritmo diferente. "Há tempo de chorar e tempo de rir, tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar." (Eclesiastes 3:4,5). Sê sensível. permite que Deus te ajude a ser paciente e a crescer, à medida que dás tempo à pessoa que amas para sarar.