sábado, 4 de setembro de 2021

VENCER A DESMOTIVAÇÃO

Muitos ensinam que vencer é, acima de tudo, ser superior ao opositor. Mas não! Davi é uma prova que não é bem assim. O seu opositor, o gigante Golias, era superior em todos os sentidos (1Samuel 17:33). Mas foi vencido! Vencer é uma questão de superar os fatores desmotivacionais ao longo do percurso. A maior batalha não é a final com o opositor. É no decorrer do processo que lutamos as maiores batalhas. Para vencer a final, é fundamental superar as batalhas mais difíceis, aquelas que nos querem desmotivar. Porque a maior batalha é travada na mente, contra aquilo que nos quer desmotivar. Tal como aqueles a que Davi foi submetido ao falar com o rei Saul. Foi-lhe dito que era muito novo e que Golias era um grande guerreiro, treinado na arte da guerra desde a sua mocidade. Já aconteceu contigo? Situações à tua volta que dizem que não conseguirás? Pessoas que dizem que não tens o que é preciso? Palavras negativas que são ditas de forma insensível? Davi ouviu tudo isso e não deixou que isso o impedisse de vencer. O que decidirá o desfecho da batalha é como lidas com a desmotivação externa. Vais aceitar? Vais baixar os braços? Ficar a chorar porque não tens apoio? Ou vais superar, desvalorizar e continuar a caminhar na direção do teu desafio?
Quando vences a desmotivação, estás mais perto do que nunca de vencer o "Golias"...

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

O PODER DO ALTRUÍSMO

Davi é chamado à presença do rei. E mais uma vez impressiona. Não esperou que o rei falasse; não tentou negociar com ele; não exigiu nada; não pediu nada. Falou em ajudar, em oferecer alguma coisa a todo o povo: Segurança. Essa foi a sua marca, uma condição do seu coração que foi um dos seus segredos para vencer o gigante Golias. Não queria vencer para si, queria vencer para os outros. Não queria o seu bem-estar, queria melhorar a condição dos outros. Este é o poder do altruísmo: sair de nós mesmos para nos concentrarmos nos outros. Isso dá uma visão, força, coragem, tenacidade, que multiplica em muito as nossas capacidades. A maioria das doenças psíquicas e emocionais estão baseadas numa auto-concentração: "sinto-me mal", "coitadinho de mim", etc. A cura, a vida saudável e vitoriosa vai no sentido inverso: "O que posso fazer por alguém?" O segredo de viver está no paradoxo do altruísmo: "Não dou quando tenho, tenho quando dou." Quando ajudo os outros, sou ajudado; quando procuro o bem-estar dos outros, fico bem. Quando me envolvo com os sonhos dos outros, os meus sonhos cumprem-se. Quando contribuo para a vitória dos outros sou vencedor. Quando faço os outros felizes, sou feliz. Experimenta viver para os outros...

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

DIFICULDADE ou OPORTUNIDADE?

Havia duas realidades na tensão da guerra entre israelitas e os filisteus. Uma era a ameaça de Golias, a outra era a recompensa do rei Saul. Uma criava uma dificuldade, pois Golias era muito alto, musculado e bem armado. A outra fornecia uma enorme oportunidade: casar com a filha do rei e ficar na linhagem real, que, entre outras coisas, incluía a isenção de impostos para toda a família. A dificuldade aqui é que as duas eram inseparáveis. Para se ter a recompensa, seria necessário enfrentar a ameaça. Ou seja, a dificuldade criava a oportunidade. A oportunidade dependia da dificuldade.
Na vida também é assim. Sempre existirão dificuldades e oportunidades. Muitos são boqueados com as dificuldades, outros aproveitam as oportunidades.
A verdade é esta: As tuas dificuldades criam oportunidades. Não as lamentes, não bloqueis, não fujas delas. Encontra a tua oportunidade e agarra-te a ela.
Davi viu no gigante a sua oportunidade. Ficou com o "prémio", saiu do anonimato e entrou na rota do trono!

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

NÃO TE PERCAS

Deus é bom. N'Ele não há nenhum vestígio de mal. Muitos perguntam: "Se Deus existe porque não vem cá abaixo acabar com o mal?" Por uma razão: Fazê-Lo, era destruir o homem. Porque o mal está dentro do homem, na sua natureza.
Por isso, Deus planeou de forma a remover o mal, mas sem destruir o homem. Uma cirurgia interior, uma transformação de dentro para fora.
Foi por isso que enviou o Seu Filho, Jesus Cristo, para ser o sacrifício por todo o mal que existe no ser humano. Jesus Cristo substituiu o homem, assumindo o seu castigo e o homem assume o lugar do Filho, de ser justo: "Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que n'Ele fossemos feitos justiça de Deus." (2Coríntios 5:21).
Não precisas de viver perdido, confuso, sem propósito, sem satisfação ou sem paz. Deus já fez tudo o que precisas, ao dar o Seu Filho. O Senhor Jesus Cristo garante que te tira tudo o que está mal. Só precisas de O aceitar como Único e Suficiente Salvador. Faz uma oração e entrega-Lhe a tua vida!

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

O AMOR de DEUS

O amor de Deus não é passivo. Não é meramente contemplativo. Não é infrutífero ou estéril. Não fica de mãos vazias, nem deixa ninguém vazio ou na mesma.
O amor de Deus é consequente. Gera alguma coisa, faz algo; é prático. É tão real, profundo e verdadeiro que cria, produz, faz acontecer alguma coisa, traz consequências.
O amor de Deus é como uma bomba! Porque é altamente explosivo. Altera e transforma tudo à sua volta. Mas, contrariamente a uma bomba, não traz caos e devastação. Cria sintonia, harmonia, paz e alegria; força e esperança.
O facto de Deus te amar é uma garantia que as coisas não vão ficar como estão, se aceitares o Seu Filho como teu Único Salvador. Não irão permanecer no mesmo estado em que se possam encontrar agora. Uma "bomba" da bondade e fidelidade de Deus vai "explodir" tudo o que está a mais; irã acender o que está a fenecer, avivar o que está fraco, despertar a tua esperança e inflamar o teu potencial.
Fica na expectativa...

quinta-feira, 5 de agosto de 2021

PARA TE LEMBRARES QUE DEUS É DEUS

Há circunstâncias e desafios que vêm à tua vida, para te lembrares que Deus é Deus. Que é Ele que te livra, dá vitória, capacita, dá dons, dá oportunidades, dá sabedoria, faz um caminho, quando estás à beira do abismo.
Há gigantes que vêm à tua vida para tirares os olhos do teu umbigo e os colocares em Deus. Para que te lembres que não é acerca de ti e da tua força, inteligência e capacidade. Tão pouco é acerca das tuas inseguranças, medos, receios e dificuldades. Mas é acerca que Ele é em ti, e do Seu poder revelado na tua vida. É relembrar o Seu lugar. É acerca de restabelecer o equilíbrio hierárquico da vida. É acerca de relembrar: "Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mateus 6:33.
Há gigantes pelo quais se torna necessário passares, porque ao longo da correria do dia a dia, das rotinas, das distrações, foste esquecendo de qual o lugar de Deus na tua vida; foste esquecendo de quem és sem Ele: Nada! Foste mudando o teu foco.
Mas o foco d'Ele não mudou. Ele não se esqueceu de ti. Nem tão pouco desistiu. Pelo que torna-se necessário passares por algumas coisas, que te tornem a ligar a Ele. Ele tudo pode, mas nada quer a não ser a ti, ao teu coração! Por isso reajusta o teu foco!