sábado, 14 de março de 2020

RELACIONAMENTOS

Jesus privilegiou relacionamentos até ao fim. Nem a cruz O demoveu de desfrutar a companhia dos que Lhe eram próximos. Ele sente-Se em casa quando, os que por Si foram ou desejam ser renovados, O acolhem de braços abertos. Jesus estava sempre pronto para Se sentar à mesa e partilhar vida. Do pão ao vinho tudo ao pé d’Ele sabe a céu. Agora a forma como cada pessoa aproveita o tempo com Ele é que varia consoante a (in)sensibilidade individual. Há quem não queira perder pitada do que Ele diz e absorve as Suas palavras. Outros, de tão gratos, só lhes apetece perfumar os Seus pés. De alma lavada, abrem a carteira, “soltam os cabelos” e o que mais estiver ao Seu alcance para expressar o amor que Lhe têm. Nada os pára, nem sequer os comentários preconceituosos, depreciativos ou gananciosos. Estes têm origem em corações impenetráveis que, por mais perto que tenham andado de Jesus, não O conhecem verdadeiramente. Não é chegado a Jesus quem prive com Ele, mas sim os que se Lhe submetem. Aqueles que percebem a mensagem da cruz, difundem-na por todo o lado e deixam um rasto de amor por onde passam.

MATURIDADE ESPIRITUAL

Todos os seres, incluindo os celestiais, têm de se apresentar um dia diante de Deus para Lhe prestar contas sobre as suas deambulações na terra e "arredores". E ao Seu olhar nada escapa. Nem as desgraças que nos atingem, muito menos o estofo com que as encaramos. Mesmo quando o mundo desaba debaixo dos nossos pés, ei-Lo pronto para honrar os que se mantêm humildes. Deus preza gente que cultiva a bondade e a honestidade a despeito das circunstâncias. Se há algo que Lhe enche as medidas é um coração ligado ao Seu e que procura por tudo resistir ao mal. Deus comove-Se quando apesar das perdas nos agarramos ainda com mais força a Ele. E contrariamente ao que mereceríamos, Deus espera sempre o melhor de nós. Sim, até quando somos varridos por adversidades que visam a nossa ruína, Deus alegra-se com a nossa resiliência e rectidão. Mais, quando o inimigo das nossas almas teima em beliscar o nosso relacionamento com Ele, colocando em causa os fundamentos do mesmo, Deus é o primeiro a deixar claro que nada nos arrebatará da Sua mão. Colocando n’Ele a nossa esperança, nem a mais agressiva doença nos levará a amaldiçoá-Lo. Lá por sofrermos horrores, “desde os pés à cabeça”, sentirmos uma necessidade desesperada de raspar o couro e o cabelo, ouvirmos os que nos são próximos a desafiar-nos à incredulidade, a solução não passa por “pronunciar palavras ofensivas contra Deus.” A maturidade espiritual passa por encaixar que a graça de Deus nos acompanha em qualquer situação, seja boa ou má!

LOUVEMOS A DEUS

“Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao Teu nome dá glória”! Se há frase com que deveríamos arrancar muitos dos nossos diálogos com Deus é esta mesmo. Não nos faz mal nenhum sublinhar carradas de vezes que NÃO somos nós as figuras centrais da História. Deus é que deve ser destacado a todo o instante. Nunca será demais salientar o Seu amor e a Sua fidelidade. Contrariemos, pois, a tendência que temos de usurpar a atenção que só a Ele deve ser dada. Recusemo-nos desviar o foco d’Ele mesmo quando as circunstâncias da vida nos tiram o tapete. É que é precisamente quando estamos nas lonas que a malta sem fé nos interroga insistentemente onde pára o nosso Deus. Haja em nós o discernimento para perceber que, para lá do emaranhado de pontas soltas e nós sucessivos, Ele na Sua soberania está a cuidar de nós. Deus “faz tudo aquilo que Lhe apraz” e visando sempre o nosso bem. Já os ídolos deste mundo têm pés de barro, pois são de fabrico humano. Podem até reluzir muito, mas é sol de pouca dura. Aparentam ter tudo e nada têm. Prometem mundos e fundos, mas as mãos estão apenas cheias de nada. São ocos e os seus seguidores não lhes ficam atrás. Não incorramos neste erro de projectar em pessoas ou artefactos o relacionamento que deveríamos estabelecer directamente com Deus. Moldemo-nos a Ele ao invés de O procurarmos ajustar à imagem que fazemos d’Ele. Resolvamos simplesmente confiar n’Aquele que nos “ajuda e protege.” Todos sem excepção, pequenos e graúdos, reconheçamos o Seu favor e busquemos a Sua bênção. Mais, façamos da nossa passagem na Terra uma caminhada incessante de louvor ao Seu Nome!

SEJAMOS GRATOS

Todos os dias há novos motivos para agradecer a Deus. Ele renova a cada manhã a Sua fidelidade para connosco. Deus proporciona-nos o "nascer" do sol sem falhar. E mesmo quando não vemos os seus raios, sabemos perfeitamente que ele brilha para lá das nuvens ou do nevoeiro cerrado. Mas maior do que essa benção é a certeza no nosso coração de que somos profundamente amados por Ele. Aliás, não há nada que Ele queira mais do que nos ter perto de Si. Daí que cada habitante da Terra tenha motivos de sobra para cantar sem parar. Despertemo-nos uns aos outros para admirar e imitar o carácter do Criador. Coloquemo-Lo no topo das nossas conversas, anunciando por actos as Suas maravilhas. Comecemos, desde logo, por espelhar a beleza do Seu amor. Demos-Lhe prioridade face a tudo o resto, até porque não há ninguém, nem valor material, que se Lhe equipare. Realcemos e interiorizemos que não há ídolos terrenos, sejam da área científica, artística, desportiva, política, económica ou qualquer outra, que O ofusquem. Nada valem comparados a Ele. Basta dizer isto para todos tirarem o cavalinho da chuva: "Foi o Senhor que criou os céus!” Baixemos todos a crista e admitamos o Seu poder. Demos-Lhe a honra devida, oferecendo-Lhe o melhor. De casa à escola; do templo ao trabalho. Juntemo-nos com alegria à natureza que celebra o Seu domínio. "Proclamemos ao mundo inteiro: Deus é Rei!"

segunda-feira, 2 de março de 2020

A NOSSA DECLARAÇÃO DE FÉ PARA 2020


EU CREIO QUE SOU FILHO de DEUS COMPROMETIDO COM A SUA CAUSA (IGREJA). 1Coríntios 12:20-26

A MINHA FÉ E A MINHA ESPERANÇA ESTÁ UNICAMENTE NO SENHOR JESUS CRISTO. Efésios 2:12,13

EU CREIO QUE DEUS É O MEU LIBERTADOR, O MEU PROVEDOR E SUFICIENTE PARA MIM, QUE NUNCA FALHA, E QUE MESMO NAS MINHAS HORAS MAIS SOMBRIAS A MINHA CONFIANÇA ESTÁ n’ELE. Habacuque 3:17,18

DOU-LHE O PRIMEIRO LUGAR DA MINHA VIDA E ESCOLHO VIVER DE FORMA GENEROSA, E EM OBEDIÊNCIA À SUA PALAVRA. Filipenses 2:1-9

EU CREIO QUE O SEU FAVOR ESTÃO NA MINHA VIDA, NA MINHA CASA E NOS MEUS PROJECTOS, POIS ELE SIDO GENEROSO PARA COMIGO. 1Timóteo 1:13,14

EU CREIO QUE DEUS TRABALHA EM MIM ATRAVÉS DO SEU ESPÍRITO SANTO. Romanos 8:11

POR TUDO ISTO A NOSSA ORAÇÃO PARA ESTE ANO É: “USA-NOS SENHOR E FAZ ALGO ATRAVÉS DE NÓS, QUE POSSAMOS TOCAR NA VIDA DAQUELES QUE NOS RODEIAM!”
Mateus 5:13-16

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

ELE (DEUS) QUER IR AO TEU LADO

Tal como hoje, as pessoas no tempo de Jesus Cristo andavam cansadas e sobrecarregadas. Desgastadas pelos embates da vida; desanimadas pelas dificuldades das circunstâncias. Mas a dada altura, o Senhor Jesus fez um convite impressionante: "Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei." (Mateus 11:28). Mas o método para isto acontecer é que é verdadeiramente intrigante: "Tomais sobre vós o meu jugo..." (Mateus 11:29).
O jugo, ou canga, é a peça que faz com que dois bois fiquem juntos a puxar um carro, ou arado. O Senhor Jesus estava a dizer às pessoas que não era a ausência da carga que iria dar-lhes descanso, era a Sua presença!
O Senhor Jesus quer ensinar-nos que o descanso não é a ausência do trabalho, é termos a Sua companhia e ajuda no trabalho. Ele quer que nós possamos compreender que o mais importante na nossa caminhada, não é o que enfrentamos, mas quem está connosco. Por isso, põe o teu jugo! Não leves a carga sozinho. Ele quer estar contigo, ao teu lado, levar a carga quando já não consegues, quando te faltar a força e liderar o teu caminho quando já não sabes, e assim "...encontrareis descanso para as vossas almas." (Mateus 11:29).