segunda-feira, 23 de setembro de 2019

NOÉ

Se queres desfrutar da benção de Deus na tua vida, observa duas coisas na vida de Noé: 
Primeiro, ele honrava a Deus (Hebreus 11:7). Noé nunca tinha visto chuva, aliás nunca ninguém tinha! Vivia a 160 kms do oceano mais próximo. Mesmo que ele pudesse aprender a construir um navio, como o faria chegar até à água? E como reuniu ele aqueles animais todos? Durante 120 anos foi alvo de chacota dos amigos, de alguns familiares, de todos! Mas, porque ele honrou Deus, acabou no topo!
Segundo, ele obedecia a Deus (Génesis 6:22). A compreensão pode esperar, a obediência não. A obediência instantânea pode ensinar-te mais sobre Deus do que uma vida inteira de discussões bíblicas. De facto, há muitos mandamentos de Deus que só compreenderás quando Lhe obedeceres. Lê o que Deus disse a Noé depois de ele sair da arca (Génesis 9:1-3). Com Deus, a tua recompensa será sempre maior que a tua obediência. Por vezes, alguns tentam a obediência parcial: "Vou à Igreja, mas não dou o dízimo. Leio a Bíblia, mas não consigo perdoar a pessoa que me magoou." A obediência parcial é desobediência!
Porque razão a obediência é tão importante? Porque o Senhor Jesus disse: "Se me amardes, guardareis os Meus mandamentos" (João 14:15).

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

SÊ TU MESMO

Já alguma vez o teu professor de francês te tentou ensinar biologia? Ou o carteiro te cortou o cabelo? Já viste um cantor de ópera a andar a perseguir ladrões e a prendê-los? Já alguma vez viste um cozinheiro a fazer cirurgias ao coração? À partida acho que não. Porquê? Porque essas pessoas têm determinadas capacidades para a sua profissão e não para outras. Se nós todos fossemos por aí a tentar fazer tudo, com certeza que o mundo seria uma grande confusão. Imagina se fossem os carteiros a fazer de barbeiros, íamos todos usar chapéu para esconder o corte de cabelo. Ou se os professores de francês ensinassem biologia, íamos todos pensar que esqueleto humano é como a Torre Eiffel! E as pessoas que eram presas não faziam a mínima ideia de quais eram os seus direitos, se eles lhes fossem cantados em italiano, e tu com certeza não irias querer um bife no lugar do teu coração, pois não? Mas se cada uma destas pessoas fazer aquilo para o qual tem capacidade, vamos ter momentos de lazer muitos bons, receber a nossa correspondência a tempo, falar muito bem francês e deliciar-nos com refeições fantásticas. A Bíblia diz: "De modo que, tende diferentes dons, segundo a Graça que nos é dada..." (Romanos 12:6). É tempo de ires em busca do teu dom e de o desenvolveres. Não passes a tua vida a tentar ser uma pessoas diferente. Tu nascestes para seres quem és! Deus fez-te como és e quando tentas seres outra pessoa, o melhor que vais conseguir é ser o número dois. Por isso, sê tu próprio! Afinal, não há ninguém melhor para ser do que tu próprio.

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

OS PRINCÍPIOS DE JOSÉ

José tinha trinta anos quando se tornou Governador do Egipto. Tinha 17 quando foi vendido como escravo. Durante 30 anos lidou com a dor e a confusão, mas manteve o seu carácter e o seu compromisso com Deus, e deixou que as provas pelo qual teve de passar o fizessem triunfar. Então tu não podes simplesmente largar o arado, ter pena de ti próprio ou sentares-te sem fazer nada. José não se esqueceu do que lhe aconteceu. Mas Deus usou isso para enriquecer a sua vida. Deus deu dois filhos a José, e ele chamou-os de Manassés, que significa "Deus fez-me esquecer" e Efraim, que significa "Deus me fez crescer na terra da aflição". Deu-lhe também novas relações para substituir as antigas. Uma razão pela qual as antigas relações podem estar a destruir-te é porque ainda não as substituíste por novas. Andas a sair com as pessoas que te lembram as coisas passadas. Deus ajudou José a esquecer a dor do que aconteceu. Ele ainda tinha a memória, mas prosperou apesar disso. Quando se caminha com Deus, a promessa à nossa frente é sempre maior do que a dor que se deixa para trás. Não tentes ignorar ou fingir que nunca aconteceu. Deus dar-te-á a graça para lidares com isso. Faz uma lista das pessoas que te enganaram, e perdoa-lhes e entrega-os a Deus em oração (Colossenses 3:13). Diz a Deus que estás pronto para começar de novo. E começa hoje!

MEDO

Às vezes só se aprende a nadar quando se é atirado para o lado mais fundo da piscina. Quando isso acontece, percebemos que: (1) Se o permitirmos, o nosso medo vai afundar-nos. (2) Não conseguimos permanecer dentro de água muito tempo. (3) Quando já chegámos a um determinado ponto, não é possível voltar atrás, por isso temos de continuar em frente. Para ou desistir a meio do processo é fatal. (4) Aquilo que Deus nos deu (o ar para respirarmos) vai sustentar-nos e manter-nos à tona da água se apenas nos mantivermos descontraídos!
Se realmente quiseres chegar ao outro lado, tens de enfrentar aquilo que está diante de ti e esforçares-te por o ultrapassar. Por outras palavras, continua a dar braçadas! podes até estar a chorar enquanto nadas, mas continua a dar braçadas. O teu coração pode estar a "sair-te pela boca", mas continua a dar braçadas. É precisamente quando te sentes encurralado e sem escapatória que deves tomar a iniciativa e de fazeres uso daquilo que Deus colocou dentro de ti, e continuar a dar braçadas.
Às vezes precisamos de nos levantar em fé e lutar até conseguirmos a vitória, confiantes de que Deus está do nosso lado. As águas em que estás mergulhado não ditam o teu destino; elas tanto te podem ajudar a chegar ao outro lado, como contribuir para que te afundes. Tens de te levantar em fé e lutar contra os teus medos. Se desistires, Deus não pode fazer mais nada por ti. Por isso, se estás a nadar, seja de bruços, de costas ou de outra maneira, só uma coisa interessa: Continuar a dar braçadas!

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

TRÊS ETAPAS NA NOSSA CAMINHADA COM DEUS

Três vezes a Bíblia diz: "...levantou Abraão os olhos..." Essas vezes representam três etapas na sua caminhada com Deus. (1) Quando Deus Se revela (Génesis 18:1-3). Tem de haver um momento na nossa vida em que nos temos de encontrar com o Senhor; Temos de ir aos Seus pés e dizer: "Preciso de Ti, não passes do teu servo." (2) Quando Deus mostra a direcção certa (Génesis 22:4). Deus chamava Abraão para que oferecesse Isaque. O que está Deus a pedir-te hoje? Diz "SIM" e nunca te arrependerás. (3) Quando Deus faz coisas por ti de forma surpreendente (Génesis 22:13). Repara, Abraão não chamou Deus "Jeová Jireh" quando o carneiro subitamente apareceu. Não, antes que houvesse carneiro à vista, antes de chegarem ao local do sacrifício, Abraão disse que Deus iria prover (Génesis 22:8). A fé declara: "Antes de eu ter uma necessidade, Deus já colocou no seu lugar o suprimento divino." Sempre que estivermos onde Deus quer que estejamos, Ele suprirá todas as nossas necessidades (Filipenses 4:19).

DESCANSO

Vivemos num mundo envolto em acção. Há sempre mais alguma coisa a fazer e não há tempo para descansar adequadamente.
Mas Deus mostrou-nos que é muito importante tirar tempo para descansar, colocar os pés em cima da mesa e relaxar (Génesis 2:2). Se o próprio Deus fez uma pausa e descansou, nós não devíamos ficar admirados por termos de fazer o mesmo. Na verdade, o descanso é tão importante para Deus que Ele nos ordenou a cumpri-lo (Êxodo 20:8-11). Descanso é algo que temos de cumprir, não é uma opção! Separar um tempo para descanso não significa "boa vida"; fomos criados desta forma. Faz bem à nossa saúde e impede-nos de repetir erros, porque quando descansamos é mais fácil percebermos os nossos erros e colocarmos as coisas em ordem. O descanso recarrega as nossas baterias e ajuda-nos a manter Deus em primeiro lugar.
E já agora, para podermos descansar um dia por semana, é suposto que estejamos a fazer algo produtivo nos outros seis dias. Não podemos descansar de não fazer nada! Por isso, se estás de rabo sentado a semana toda, precisas de encontrar equilíbrio. Arranja uma semana ao estilo de Deus, seis dias de trabalho duro e um para descansar!