quinta-feira, 15 de novembro de 2018

ESPERANÇA


Jó 11:18
E terás confiança, porque haverá esperança; olharás em volta e repousarás seguro.”
            E esperança é uma força poderosa, pois leva a nossa mente a explorar todos os ângulos possíveis. Capacita-nos para ultrapassar os obstáculos assustadores. É essencial para a vida que queremos viver. É o combustível que alimenta o nosso coração. É simplesmente a maior diferença entre os que preservam e os que desistem.
A esperança é o que faz os casais dizerem “Sim” sem qualquer garantia, e mais tarde apanhar os cacos e tentar de novo sabendo que pode ser melhor.
            Foi a esperança que fez Abraão deixar a sua casa sem saber onde Deus o levava. Fez também com que Paulo desafiasse o poder de Roma e deu coragem aos profetas do Antigo Testamento para enfrentar as adversidades. E isto não é um optimismo cego, mas é uma esperança concentrada em Deus. O salmista diz: “Tu és a minha esperança desde a minha mocidade.” (Salmo 71:5).
            Podemos sobreviver à perda de muitas coisas, mas não à perda de esperança. Poucos passaram por maior perda do que Jó, no entanto ele pôde dizer: “E terás confiança, porque haverá esperança…”
            Então vamos manter a nossa esperança viva, confiando em Deus!

NÃO HÁ COMO VOLTAR ATRÁS!


Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia.” (Hebreus 11:8)
            Abraão na fazia ideia nenhuma do lugar para onde Deus o levava; simplesmente sabia que não podia estar onde estava! Tentemos explicar isto aos nossos amigos! Mas em vez de questionar Deus ele, pela fé, saiu!
Nem por um minuto ele pensou em voltar para casa quando as coisas, mais tarde, ficaram difíceis. Ele sabia que Deus não estava lá atrás!
Jefté é recordado nas Escrituras pela sua espectacular vitória sobre os amonitas, e por causa de um voto que fez a Deus antes da batalha, um voto que se recusou a quebrar: “E, aconteceu que quando a viu, rasgou os seus vestidos, e disse: Ah! Filha minha, muito me abateste, e és dentre os que me turbam! Porque eu abri a minha boca ao Senhor, e não tornarei atrás.” Juízes 11:35
Uma das razões porque a nação de Israel ficou presa no deserto era porque continuava a pensar no Egipto, que tinha ficado para trás. Deus sempre os mandava avançar, mas eles contrapunham e sempre lembravam o que tinham deixado para trás.
Alguns não conseguem gozar a vida cristã porque sempre estão a pensar no quão divertido o mundo é (era). Tal como o povo de Israel, pensam nos legumes enquanto estão presos no deserto com o maná.
Se somos assim, vamos sempre andar aos círculos! Lá atrás muitos nos seduzem, mas Deus não está lá, Ele está no nosso futuro!
Quando caminhamos com Deus, não há como voltar atrás!

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

ENCHEI-VOS DO ESPÍRITO


Um bêbado não se embebeda apenas a falar sobre álcool, ou a olhar para os anúncios de bebidas. Ele precisa de beber! E quanto mais ele bebe mais o álcool o controla. Dizemos que essa pessoa “está sobre a influência do álcool”. Um outro poder assume a direcção e transforma-o em alguém que ele não era antes. Às vezes ele está bem e tranquilo, outras vezes ele fala alto e faz barulho.
            E aquilo que o álcool faz com o seu corpo de maneira negativa, o Espírito Santo faz, na sua nova natureza, de maneira positiva!
            Quando estamos sobre o controle do Espírito Santo, Ele faz-nos andar por caminhos que não andaríamos normalmente e falar de maneira que não falaríamos normalmente.
            Muitas pessoas que estão sendo controladas pelo álcool têm gastos fortunas a tentar mudar, mas os resultados são nulos. É por isso que o Apóstolo Paulo recomenda que devemos encher-nos do Espírito Santo (Efésios 5:18). O poder que Ele traz à nossa vida é canalizado para uma vida que não seria possível de nenhum outro modo. E esse poder está disponível para nós hoje!

sábado, 3 de novembro de 2018

JESUS: O PRINCÍPIO DE TUDO


Pois também Eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” Mateus 16:18
No Princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.” João 1:1-3
A quem constituiu herdeiro de tudo.” Hebreus 1:2
Olhando para Jesus, Autor e Consumador da fé, o qual pelo gozo que lhe estava proposto suportou a cruz, desprezando a afronta e assentou-Se à destra do trono de Deus.” Hebreus 12:2
O que têm estes versículos em comum?
Jesus Cristo foi o Princípio de tudo! Ele, a Palavra de Deus se fez carne, foi pioneiro na Criação, foi pioneiro na vida humana, venceu o pecado, venceu a morte, foi pioneiro na ressurreição e foi pioneiro na construção da Igreja.
Quando cremos em Jesus, Ele muda os nossos corações através da salvação, mudando a nossa eternidade, as nossas vidas, as nossas famílias e gerações. Jesus, o pioneiro da nossa salvação e fé, começa o Seu trabalho primeiro nos nossos corações.
É Ele que planta coisas belas nos nossos corações - segredos, sonhos, esperanças - e os planos de Deus para nós são muito maiores do que os nossos planos poderiam ser.
Deus nunca nos faz mal. São as questões do nosso coração (ciúme, inveja, competitividade, comparação, mágoa, amargura e falta de perdão) que limitam que Deus comece algo do princípio nas nossas vidas.
A Sua salvação começou nos nossos corações e afecta todas as partes das nossas vidas. Tudo começa e termina com Jesus. Devemos abrir espaço nos nossos corações para Ele. O que Ele colocou no nosso coração dará frutos incríveis nas nossas vidas.
Vamos permitir que Ele termine o que começou, recusando-nos a dar ao diabo e à nossa carne, oportunidades ou pontos de apoio nos nossos corações, e mantendo firmemente a vontade e propósitos de Deus nas nossas vidas.