terça-feira, 12 de janeiro de 2021

BUSQA DEUS, NÃO COISAS!

 O Senhor "...não recusa nenhum bem aos que vivem com integridade." (Salmo 84:11). Mas é importante reconhecê-Lo como a fonte de todas as nossas bençãos. E neste ponto, todos ficamos um pouco aquém! Vamos admitir que, mais não é necessariamente melhor. De facto, a nossa dependência de Deus diminui à medida que a nossa dependência das coisas aumenta. É por isso que a Lei desencorajava a construção de um império. No Velho Testamento, os empréstimos aos pobres deviam ser livre de impostos (Êxodo 22:25); as dívidas deveriam ser canceladas a cada sete anos (Deuteronómio 15:1,2): os escravos deveriam ser libertados e deveriam receber os meios necessários para recomeçar as suas vidas (Deuteronómio 15:12-14); as terras vendidas deveriam ser resgatadas pela família (Levítico 22:25); e a propriedade que fora vendida, ou perdida e não resgatada, deveria regressar ao seu dono inicial (Levítico 25:14-17). Porquê? Porque Deus queria que o Seu povo dependesse d'Ele, e não das posses. Ele advertiu-os (Deuteronómio 8:13-18).
Os princípios de Deus não mudaram. A Bíblia não diz que Deus recompensa aqueles que diligentemente "procuram coisas". Não! Mas diz que "...recompensa aqueles que O buscam" (Hebreus 11:6).

domingo, 3 de janeiro de 2021

SENTE PAIXÃO

 Uma mãe águia sabe que se ficar à espera que o seu filhote saia do ninho e voe por iniciativa própria, isso nunca acontecerá. Então ela empurra-o! É radical, mas ele aprende a voar e a cumprir o seu destino. John Maxwell diz: "Para sermos bem-sucedidos na vida temos de ficar dentro da nossa zona de força, e continuamente sair da nossa zona de conforto." Já alcançaste alguma coisa significativa enquanto estiveste dentro da tua zona de conforto? A resposta é "não", não é? Porque não gostamos de sair da nossa zona de conforto. Resistimos. Gostamos de nos sentir salvos e seguros. Não queremos parecer tolos ou dar de cara no chão. E à medida que vamos ficando mais velhos, naturalmente tornamo-nos mais complacentes. Isto é um problema porque a complacência mata a paixão. Reduz-nos à média. Corta-nos as asas e impede-nos de subir, independentemente do quanto o queremos fazer. É preciso iniciativa para ser bem sucedido seja no que for na vida. É preciso assumir riscos. O dramaturgo George Bernard Shaw disse: "Estou farto de pessoas razoáveis; elas veem todas as razões para não fazerem nada."
A paixão impulsiona-nos a deixar a nossa zona de conforto e a atravessar o limiar da nossa dúvida. Empurra-nos para fora da porta para podermos continuar com a viagem da vida que Deus concebeu para nós. Diz-se que quando se encontra a porta da oportunidade não é suposto bater, é suposto empurrar! Então dá um passo de fé, toma a iniciativa, e acredita que Deus está contigo! (Deuteronómio 31:6). 

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

DEUS TEM ALGO MELHOR PARA TI

Quando Deus sabe que algo é bom para ti Ele diz: "Sim!", e quando não é Ele diz "Não!" Porque iria Deus dizer-te não? Talvez o momento seja errado, ou talvez Ele tenha algo melhor em mente. A gratidão surge quando percebes o que poderia ter acontecido, que não aconteceu porque Deus disse "Sim" ou disse "Não"!
Pára de tentar libertar-te do abraço amoroso d'Aquele que te enlaça para a tua própria proteção. A Bíblia diz: "Deleita-te no Senhor, e Ele te concederá o que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n'Ele e Ele tudo fará." Salmo 37:4,5.
Olhando para trás, na sua vida, a mulher de Billy Graham, Ruth, disse: "Se o Senhor tivesse respondido "Sim" a todas as minhas  orações eu teria casado com o homem errado, várias vezes."
Aquilo que te aborrece neste momento poderá ser a razão para agradecer a Deus mais tarde. Quanto mais amadureces espiritualmente, mais começas a perceber quão sábio é Deus, e mais aprendes a confiar n'Ele. O salmista escreveu: "O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará." Salmo 23:1. Que imagem tremenda. Deus a guiá-lo! Deus a alimentá-lo! Deus a protegê-lo! Deus a cuidar de ti! Deus irá por vezes interromper a tua vida e talvez até ferir-te. Isso porque Ele te ama demasiado para te perderes naquilo que pensavas que era o melhor para ti. O mais importante é: Deus tem algo melhor para ti neste novo ano que ai vem!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

A PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO

 O verdadeiro "herói" na parábola do filho pródigo (Lucas 15) é o pai! Ele tinha dois filhos. Um deles era rebelde, o outro religioso. Mas ele, o pai, amava os dois. E porque eles eram a sua família recusou-se a desistir deles. Enquanto o irmão mais novo esteve ausente rebolando-se no pecado, o mais velho estava em casa rebolando-se na autojustificação. Um era culpado dos pecados da carne (os óbvios); o outro era culpado dos pecados do espírito (os não óbvios). Só quando o irmão mais novo voltou, depois de perder tudo, é que descobriu que viver submisso às regras do pai era o lugar mais seguro em que ele podia estar. Só quando o irmão mais velho descobriu a diferença entre cumprir regras e os relacionamentos é que ele foi capaz de compreender as palavras do pai, "...todas as minhas coisas são tuas..." (15:31). Um era um infeliz cumpridor de regras e outro um infeliz que as quebrava. (Qual deles és tu?). O problema é que nenhum dos rapazes conhecia o coração do seu pai porque eles estavam centrados neles mesmos. Mas isso mudou quando descobriram que ele os amava apesar das suas falhas, e planeava abençoá-los.
Compreende isto: Tu podes ler a Bíblia, ir à Igreja, cumprir todas as regras, e mesmo assim não conheceres realmente a fidelidade de Deus, o Seu amor e o Seu plano para a tua vida. Até verdadeiramente conheceres Deus, não terás nenhuma âncora na tua vida; Serás lançado de um lado para o outro por todas as circunstâncias, emoções e tentações. Mas quando sabes de Quem és, começas a compreender quem és, o que é suposto fazer e onde é suposto estares!

A TUA RESPOSTA É A BÍBLIA

 O sucesso do mundo pode deixar-te vazio, mas aqui está algo que nunca te deixará: "A Palavra do Senhor é perfeita e refrigera a alma..."(Salmo 19:7a). Os teus planos desmoronaram-se? A tua vida está uma confusão? Precisas de direção? Lê isto: "...o testemunho do Senhor é e dá sabedoria aos símplices." (Salmo 19:7b). As coisas que pensavas que te iriam trazer alegria, acabaram por te deixar infeliz? Lê isto: "Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração." (Salmo 19:8a). Estás sem direção, a perguntar-te para onde ir e o que fazer com a tua vida? Lê isto: "...o mandamento do Senhor é puro e alumia os olhos." (Salmo 19:8b). As respostas que procuras estão todas na Bíblia!
David era um soldado brilhante, um rei popular, e um homem que tinha riqueza. Mas ele descobriu que essas coisas não trazem alegria duradoura. O que ele descobriu foi que: "A Lei do Senhor é uma coisa reta e que a Sua Palavra é mais desejável do que o mel gotejando de um favo. Pois nos previnem contra o mal. São bem recompensados os que as guardam." (Salmo 19:9-11). Qual foi a solução de Davi, e que também pode ser a tua? Ler e meditar diariamente na Palavra de Deus, alimentares a tua alma com ela e caminhares de acordo com os seus preceitos!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

COMPROMETE-TE COM OS OUTROS

    Ao mesmo tempo que claramente ensina a autoestima, a Bíblia também denuncia o interesse próprio. Quando perguntaram ao Senhor Jesus qual era o maior dos mandamentos, Ele disse que era amar a Deus de todo o coração, e amar os outros como a nós mesmos (Marcos 12:30,31). Quando ficamos obcecados com nós mesmos, perdemos o sentido da vida, que é amar e servir Deus, e amar e servir o nosso próximo. Num relatório de 2003, "Hardwired to Connect", trinta e três cientistas de investigação descobriram que estamos biologicamente preparados para encontrar significado através das relações.
Chuck Colson disse: "Depois de quase oito décadas de vida, posso atestar isso. A minha única grande alegria é dar-me aos outros e em troca vê-los crescer. Não se pode descobrir isso sem compromisso. Aprendi isto, em primeiro lugar com os meus pais, aos vê-los a cuidar dos meus avós que estavam a morrer em casa...Mais tarde vi-o no Corpo de Fuzileiros. Não podem sair para o combate, a comandar 45 homens como eu fui treinado para o fazer, se não estiverem comprometidos uns com os outros. Vão acabar por morrer se o homem ao vosso lado não vos der cobertura." 
Ao abandonar o compromisso, a nossa cultura narcisista perdeu a única coisa que procura desesperadamente: A Felicidade! Sem compromisso, as nossas vidas individuais são áridas e estéreis. Sem compromisso, as nossas vidas ficam sem sentido e sem propósito. Afinal de contas, se não houver por que valha a pena morrer, então não há nada por que valha a pena viver. O Senhor Jesus ensinou que a única maneira de viver abundantemente é morre para o interesse próprio e entregar-se completamente a Deus, e àqueles que precisam do que Deus lhes deu!