sexta-feira, 23 de junho de 2017

APRENDEI DE MIM

Imagina o que é uma turma de uma escola a estudar Astronomia. Leram sobre a primeira missão à Lua e começam a perguntar ao professor coisas sobre o assunto: “Como é que andar na Lua?” E a resposta do professor é do tipo: “Bem, eu imagino…eu penso…talvez seja…etc.” Ele nunca lá esteve, por isso não consegue dar uma resposta real. Mas, no dia seguinte, entra na sala de aulas o astronauta Neil Armstrong. E o professor diz aos alunos para lhe fazerem perguntas sobre a lua, e Armstrong responde a todas elas, pois ele conhece a lua, porque já andou sobre ela. Não há especulação nem hesitação. Tal como Senhor Jesus fazia (Mateus 7:29). Jesus conhece as dimensões do céu. Ele tem um conhecimento incomparável do Pai. E Ele quer partilhar o Seu conhecimento connosco (Mateus 11:27).
Repara nas palavras: “…aprendei de Mim…”
Aprendei a lidar com o vosso dinheiro, com o vosso casamento, com as vossas mudanças de humor. Deixem-me ensinar-vos como viver da melhor forma na Terra, para puderem chegar ao Céu.” E não precisamos nós de aprender?

A era da informação transformou-se na era da confusão. Sabe-se demasiado como fazer, mas muitas vezes não se sabe a razão por que se faz. Precisamos de respostas. Respostas que só Jesus tem!

segunda-feira, 19 de junho de 2017


sábado, 17 de junho de 2017

DEUS COROA O ANO COM BONDADE

Salmo 65:11. Que poderosa confissão do rei Davi. A promessa de Deus para o Seu povo!
Durante o período da sua vida, David encontrou alguns desafios, alguns tempos difíceis, alguma oposição e algumas dificuldades. No entanto, este é o mesmo Davi que faz esta declaração.
Nos versículos anteriores a esta declaração, o salmista expande o favor de Deus em relação ao Seu povo, com a analogia agrícola da terra que está sendo preparada para o crescimento: Ele endireita os sulcos; envia chuva e abençoa o seu crescimento.
Talvez haja coisas na nossa vida que estão tortas; ou secaram; ou precisam de crescer.
         Talvez tenhamos começado este ano com algum crescimento, mas entretanto parece ter parado. No entanto, "Ele coroa o ano com bondade ", e ainda podemos acreditar que o Senhor abençoe o nosso crescimento! “Porque o que me achar achará a vida, e alcançará favor do Senhor.” Provérbios 8:35
O favor de Deus não Significa uma ausência de choro, oposição ou desapontamento, mas significa que podemos observar o ano com uma perspectiva diferente e vê-lo através dos olhos de favor.
É uma perspectiva que não é apenas pessoal, mas parece beneficiar e ajudar os outros. Essa maneira de ver favor reconhece que, quando algo cresce, pode realizar grandes coisas para os outros e contribuir de múltiplas maneiras com um propósito além de nós mesmos.

E acharás graça e bom entendimento aos olhos de Deus e dos homens.” Provérbios 3:4

quarta-feira, 14 de junho de 2017

DERRAMA O TEU CORAÇÃO PERANTE DEUS!

Aprende a orar os Salmos. Depois percorre toda a gama de emoções humanas desde acções de graça, a raiva, medo, solidão, até à tristeza. O salmista não se esquece de nada no que diz respeito à vida. Não a vida que desejaríamos que ela fosse, mas a vida como ela é. No Salmo 142 Davi desabafa a sua dor perante Deus, e permite-se a si mesmo "senti-la". Para isto é preciso coragem, especialmente quando tu só queres mostrar uma aparência valente. John Ortberg escreveu: "Sofri tanto com a dor das minhas falhas que não quis sequer aprender com elas. Eu não conseguia curar o meu sofrimento e seguir com a minha vida. Eu queria enterrar a minha dor de tal forma que ninguém nunca pudesse adivinhar que ela estava lá, nem mesmo eu!" Isto parece-te familiar? A Bíblia não desencoraja o processo do sofrimento, só nos avisa para que não fiquemos lá presos (Salmo 30:5). Para chegar à manhã de alegria é preciso passar por uma noite de choro. FB Meyer escreve: "Alguns censuram as lágrimas, considerando-as pouco viris e cristãs, obrigando-nos a uma contenção rígida sem lágrimasPodemos perguntar: Será que um homem que não consegue chorar pode amar? O sofrimento é o amor enlutado, a sua manifestação mais natural são as lágrimas. O Senhor Jesus chorou. Os efésios convertidos choraram ao pé do Apóstolo Paulo cuja face não voltariam a ver. Então força, derrama o teu coração perante Deus. É um passo vital para ficares mais completo!"

sábado, 3 de junho de 2017

A CHAVE

Um dia Abraão enviou o seu servo Eliezer para que encontrasse uma esposa para o seu filho Isaac (Génesis 24:11-19). Ao parar ao pé de um poço, Eliezer orou (vs.12-14). E antes que ele acabasse de orar aparece Rebeca, que diz que ela própria tiraria a água para os camelos de Eliezer.
Rebeca não fazia ideia nenhuma de que Eliezer podia mudar a sua vida. Ela não sabia que o seu gesto lhe abriria a porta para uma grande benção. No tempo do Velho Testamento, era costume oferecer água a um estranho; chamava-se a isso a lei da hospitalidade. Os judeus acreditavam naquilo que está escrito aos Hebreus 13:2: “Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, não o sabendo, hospedaram anjos.”  
Mas quem é que se lembraria de se oferecer para dar de beber a dez (vs.10) camelos sedentos? Um camelo pode beber até 150 litros de água! Não era uma tarefa fácil! Rebeca foi generosa para um completo estranho, procurando apenas a alegria de servir. O que ela não sabia era que estes camelos a levariam até Isaac, e que ela se tornaria sua noiva, que seria coberta de riquezas e faria parte da família de Cristo.
Então, se nós queremos avançar na vida, apareçamos cedo, fiquemos até tarde, trabalhemos mais, sejamos honestos e estejamos prontos para resolver problemas e não criá-los ou alimentá-los.
Vivamos segundo os ensinamentos de Cristo: “E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas.” Mateus 5:41.

A chave para o sucesso é fazer não apenas o que é esperado, mas um pouco mais!

WEBTV ClubeMais+