quarta-feira, 7 de novembro de 2018

ENCHEI-VOS DO ESPÍRITO


Um bêbado não se embebeda apenas a falar sobre álcool, ou a olhar para os anúncios de bebidas. Ele precisa de beber! E quanto mais ele bebe mais o álcool o controla. Dizemos que essa pessoa “está sobre a influência do álcool”. Um outro poder assume a direcção e transforma-o em alguém que ele não era antes. Às vezes ele está bem e tranquilo, outras vezes ele fala alto e faz barulho.
            E aquilo que o álcool faz com o seu corpo de maneira negativa, o Espírito Santo faz, na sua nova natureza, de maneira positiva!
            Quando estamos sobre o controle do Espírito Santo, Ele faz-nos andar por caminhos que não andaríamos normalmente e falar de maneira que não falaríamos normalmente.
            Muitas pessoas que estão sendo controladas pelo álcool têm gastos fortunas a tentar mudar, mas os resultados são nulos. É por isso que o Apóstolo Paulo recomenda que devemos encher-nos do Espírito Santo (Efésios 5:18). O poder que Ele traz à nossa vida é canalizado para uma vida que não seria possível de nenhum outro modo. E esse poder está disponível para nós hoje!

sábado, 3 de novembro de 2018

JESUS: O PRINCÍPIO DE TUDO


Pois também Eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” Mateus 16:18
No Princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.” João 1:1-3
A quem constituiu herdeiro de tudo.” Hebreus 1:2
Olhando para Jesus, Autor e Consumador da fé, o qual pelo gozo que lhe estava proposto suportou a cruz, desprezando a afronta e assentou-Se à destra do trono de Deus.” Hebreus 12:2
O que têm estes versículos em comum?
Jesus Cristo foi o Princípio de tudo! Ele, a Palavra de Deus se fez carne, foi pioneiro na Criação, foi pioneiro na vida humana, venceu o pecado, venceu a morte, foi pioneiro na ressurreição e foi pioneiro na construção da Igreja.
Quando cremos em Jesus, Ele muda os nossos corações através da salvação, mudando a nossa eternidade, as nossas vidas, as nossas famílias e gerações. Jesus, o pioneiro da nossa salvação e fé, começa o Seu trabalho primeiro nos nossos corações.
É Ele que planta coisas belas nos nossos corações - segredos, sonhos, esperanças - e os planos de Deus para nós são muito maiores do que os nossos planos poderiam ser.
Deus nunca nos faz mal. São as questões do nosso coração (ciúme, inveja, competitividade, comparação, mágoa, amargura e falta de perdão) que limitam que Deus comece algo do princípio nas nossas vidas.
A Sua salvação começou nos nossos corações e afecta todas as partes das nossas vidas. Tudo começa e termina com Jesus. Devemos abrir espaço nos nossos corações para Ele. O que Ele colocou no nosso coração dará frutos incríveis nas nossas vidas.
Vamos permitir que Ele termine o que começou, recusando-nos a dar ao diabo e à nossa carne, oportunidades ou pontos de apoio nos nossos corações, e mantendo firmemente a vontade e propósitos de Deus nas nossas vidas.  

domingo, 28 de outubro de 2018

ESCUDO


O escudo de um soldado romano protegia-o da cabeça aos pés. Era feito de ferro, forrado com grossas camadas de tecido, e mergulhava-se em águas antes de ir para a batalha. Desta forma, as setas flamejantes dos inimigos extinguiam-se ao seu contacto.
O diabo não pode penetrar num coração puro, mergulhado na Palavra de Deus e fortificado pela fé. Foi por isso que o Senhor Jesus disse a Pedro: “Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça.” Lucas 22:32.
É a nossa fé que está a ser atacada; é a nossa fé que precisa de ser alimentada e nutrida; é a nossa fé que nos sustém nas batalhas da vida!
O Senhor Jesus disse: “Tende fé em Deus.” (Marcos 11:22). Ele não disse simplesmente “Tenham fé em algo maior que vocês.” Não! Ele disse: “Tende fé em Deus.”
Se hoje estamos a ser atacados, clamemos pela Sua promessa. Isaías diz: “Ele dá esforço ao cansado, e multiplica as forças ao que não têm nenhum vigor. Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os mancebos certamente cairão. Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” (vs.29-31).
A fé que está a ser atacada é uma fé que está a ser construída. É nas batalhas da vida que descobrimos se alimentámos ou negligenciámos a nossa fé!

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

GRAÇA


E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com Ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa. E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que Ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com unguento. E, estando por detrás, aos seus pés. Chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o unguento.”

         Algumas pessoas sentem-se magoadas com a religião que nem sequer colocariam a hipótese de jantar com um fariseu. Outras são tão religiosas que não fazem ideia de como chegar ao coração do pecador. Mas com o Senhor Jesus não era assim. Ele aceitou o convite do fariseu, e mostrou graça à pecadora.
         Há aqui três lições importantes a reter:
         - Os outros podem saber o mal que fizemos, mas só Jesus sabe o bem que nos pode fazer no futuro. Simão, o fariseu, viu a pecadora como uma erva daninha, O Senhor Jesus, pelo contrário, viu-a como uma potencial rosa que precisava de ser regada!
         - Lembrar-nos do que Deus já fez por nós vai permitir que demonstremos um amor e generosidade extravagantes. Imaginemos a cena: a mulher a ungir os pés do Senhor com um perfume valiosíssimo! Quando nos apaixonamos por Jesus, a primeira coisa que entregamos é o nosso coração e a segunda é a nossa carteira!
         - Não devemos ter medo de demonstrar os nossos sentimentos. Alguns são mais conservadores, ao estilo de “…aquietai-vos…”, mas outros são mais da linha de “Gritai e cantai de júbilo ao Senhor…”. Mas o que interessa e é importante, é que sejamos nós mesmos, verdadeiros!