quarta-feira, 1 de junho de 2022

QUEM ESTÁ AO VOLANTE?

A notícia foi chocante: "Rapaz de 13 anos morre a conduzir pick-up do pai." O pai ia também no carro, mas o filho é que ia a conduzir.
Todos afirmam, sem hesitação, que um rapaz de 13 anos a conduzir é pura loucura. A lei proíbe tal ato porque é uma insensatez. É um perigo, para a vida pessoal e pública. É claro e inquestionável: Um rapaz de 13  anos não tem maturidade para conduzir um automóvel. E o que dizer da vontade compulsiva do ser humano querer tirar Deus do "volante" da sua vida para virar para onde quer? Parece legítimo, pois quem não quer decidir por si o rumo a dar à sua vida? Há algo de sedutor no "volante". Dá sensação de poder, de comando. O problema é que, por muitas voltas que o homem e a mulher queiram dar, a verdade permanece: Eles não têm capacidade para estar ao "volante"! O final será sempre semelhante ao rapaz de 13 anos, que achava que podia estar ao volante do carro do pai: Desastre e destruição!
Não compensa. É preferível deixares Deus ser Deus, e dares-Lhe o "volante" da tua vida, do teu tempo, dons, energia, família, recursos, pensamentos, sentimentos, palavras, ações...enfim, TUDO!
Quem está ao "volante"? Mais do que qualquer outra coisa, é isso que determina se, no teu futuro, vai haver desastre ou benção!

terça-feira, 31 de maio de 2022

PARA QUE HAJA ADORAÇÃO

Há um problema com os que guardam o "maná" para o outro dia...E os dias seguintes. É que começam a apreciar demasiado o "maná" guardado. Facilmente passa de ser a sua segurança, para ser a sua afeição. Começa a ser tão estimado e valorizado, que torna-se um ídolo.
Uma das razões porque Deus disse ao povo para não guardar o "maná" para dia seguinte, foi para que viesse sempre em adoração. Guardar o "maná" era a tentativa de não depender tanto de Deus, mas daquilo que foi guardado. A tendência seria valorizar mais a dádiva do que o dador; apegar-se mais à benção do que ao que abençoa.
No deserto, o povo estava a aprender a não depender das circunstâncias, mas de Deus, que lhes dava o que o deserto não podia. Mas precisava também de aprender a não depender das bençãos, mas de Deus. A querer todos os dias ver o Dador, receber do Dador. Acima de tudo confiar no Dador, amar o Dador. Uma relação onde há cuidado, partilha, comunhão dos bens, mas acima de tudo e principalmente relação, vivência e amor. É isso que é adoração.
Vive como adorador - o lugar onde não corres atrás das dádivas e provisões. O lugar onde vais atrás de Deus, encontra-Lo e és atingido pelas bençãos. Foi isso que o Senhor Jesus ensinou, quando disse: "Buscai primeiro o Reino de Deus, e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mateus 6:33

quinta-feira, 12 de maio de 2022

5 MANEIRAS DE MOSTRAR AOS TEUS FILHOS QUE ESTÁS APAIXONADO PELA MÃE DELES


          Foi dito com razão que "um dos maiores presentes que um pai pode dar aos seus filhos é amar a sua mãe." O sucesso dos futuros casamentos dos teus filhos dependerá, em grande parte, do teu exemplo.

Então, aqui estão cinco maneiras práticas de mostrar aos teus filhos que tu estás apaixonado pela mãe deles:

RESPEITA-A

Igualmente, vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações.” 1Pedro 3:7

       Homens, se queremos que nossos filhos tenham grande respeito pela sua mãe, devemos começar por ter grande respeito por nossa esposa. Encontra maneiras criativas de honrar a tua esposa na frente dos teus filhos. Fala muito bem dela, porque a tua visão dela será refletida nos teus filhos.

ELOGIA-A

Levantem-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; como também seu marido, que a louva, dizendo: Muitas filhas trabalharam virtuosamente, mas tu a todas és superior.”  Provérbios 31:28,29

  Aprenda a praticar elogiando a tua esposa... por exemplo, depois de uma boa refeição. Elogia-a quando ela está para cima, mas também quando ela está em baixo. Elogia-a em público, mas também em particular. Acredita, os teus filhos vão notar e tomar nota de como eles estão para tratar o seu futuro cônjuge.

TOCA NELA

Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade.” (Provérbios 5:18)

          Segura a sua mão quando andam na rua. Coloca o teu braço em volta dela enquanto estão sentados na igreja. Beija-a quando ela leva o jantar ou o almoço para a mesa. Abraça-a sem motivo. Brinca com ela na frente dos teus filhos. Pequenos olhos estão prestando muita atenção e tomando notas mentais para si mesmos algum dia.

MIMA-A

Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.” (Efésios 5:28)

          Deus é muito claro. O homem deve cuidar e tratar a sua esposa como a sua própria carne. Homens, isso simplesmente significa que não há nada que devemos fazer por nós mesmos que não estamos fazendo igualmente por nossas esposas, e ainda mais. Os nossos filhos precisam ver a sua mãe como a “rainha” da família e que é tratada como tal.

DÁ-LHE PRIORIDADE

Vós maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a Igreja, e a si mesmo Se entregou por ela.” (Efésios 5:25)

     Cristo deu à Sua Igreja a máxima prioridade. E ao fazê-lo, Ele deu o exemplo para nós, como maridos, fazermos o mesmo às nossas esposas. Mostra aos teus filhos que tu a priorizas, por exemplo lavando a loiça para ela ou aspirando a casa, passando um tempo sozinhos juntos, levando-a para sair, e permitindo nada menos do que respeito por ela na tua casa. Nunca te desculpes por deixares os teus filhos saberem que a mãe vem primeiro que eles.

CONCLUSÃO     

          Se tu queres que os teus filhos respeitem um dia a sua própria esposa, resolvam conflitos rapidamente, sejam atenciosos e afetuosos, pergunta a ti mesmo se estás tu fazendo isso hoje com a mulher que Deus te deu.  Não deixes espaço para dúvidas de que estão juntos para sempre!

Estes cinco exemplos não são ciência certa, mas podem fazer uma grande diferença no tom da sua vida familiar e na relação que tu tens com a tua esposa. E, finalmente, eles se tornam um grande presente para teus filhos, tanto agora, como para sempre!