sábado, 12 de janeiro de 2019

EXPECTATIVAS


Porque Eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais.”
Jeremias 29:11
Todos nós temos expectativas. Seja para este dia, para esta semana, para este ano, seja para o próximo. Temos expectativas para a nossa vida pessoal, para os nossos filhos, amigos e também para a Igreja. Expectativa diz muito sobre nós, porque mostra nossa visão do futuro, seja boa ou má.
Ter altas expectativas para o que Deus pode fazer traz excitação, ânsia, fé, esperança, etc..
Mas expectativa pode também trazer angústia, nervosismo, ansiedade e medo.
Determinar as expectativas que temos de Deus afectam como nós O vemos e como Ele interage não apenas connosco, mas com todos aqueles que nos rodeiam. Vamos manter a nossa expectativa alta nas coisas de Deus, e seguir o que Ele tem para nós!
Importa perguntar:
- O que é que as tuas expectativas de Deus dizem sobre Ele?
- Essas expectativas são uma visão precisa de Deus e das Suas promessas?
- Se alguém baseasse a sua compreensão de Deus nas expectativas que tu tens d’Ele, com quem essa pessoa se pareceria?
- Que expectativas estão sendo construídas para o teu futuro?
- Como é que essa expectativa para o futuro determina o teu dia de hoje?
- Essas expectativas moldam a maneira como tu segues Deus?

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

DECLARAÇÃO DE FÉ PARA 2019


Filipenses 3:13,14
. .  Eu vou semear quando for a hora de semear.  
2.  Eu escolherei esquecer as coisas passadas e fixarei os meus olhos no novo que Deus está fazendo.
3.  Eu vou plantar na casa de Deus.
4.  Eu seguirei as novas oportunidades que Deus traz e cuidar bem do que já conquistei.
5. Eu perdoarei e deixarei passar os últimos ferimentos e neste novo ano tudo farei para ter um coração limpo e uma mente limpa.
6.  Eu vou-me comprometer a dar a Deus o meu melhor e ser generoso com o resto.
7.  Eu comprometo-me a amar as pessoas melhor do que no último ano.   
8.  Eu comprometo a minha vida toda a Jesus, à Sua Palavra e à Sua Igreja em 2019.

Conclusão: “E enviei-lhes mensageiros a dizer: Estou fazendo uma grande obra, de modo que não poderei descer; porque cessaria esta obra, enquanto eu deixasse e fosse ter convosco?” Neemias 6:3

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

TU ÉS QUEM DEUS DIZ QUE ÉS


João 1:12
Mas a todos quantos o Receberem, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no Seu nome.”

Não deixes que os críticos, circunstâncias ou experiências definam a tua identidade.
Os críticos reagem a maioria das vezes por invejosa; as circunstâncias são momentos que nos podem tirar algo, mas logo passam; as experiências negativas não são regra na nossa vida.
Tu e eu somos:
 Destinatários do Seu favor imerecido: “Porque pela graça de Deus sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Efésios 2:8
Participantes dum pacto muito melhor: “De tanto melhor concerto Jesus foi feito fiador. E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande número, porque pela morte foram impedidos de permanecer. Mas este, porque permanece eternamente, tem um sacerdócio perpétuo.” Hebreus 7:2-24
 Candidatos para o Seu propósito eterno: “Mas Deus prova o Seu amor para connosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” Romanos 5:8
Parceiros das Suas promessas divinas: “A saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo Evangelho.” Efésios 3:6; “Pelas quais Ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.” 2Pedro 1:4

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

ESTE NATAL...PROCURA-O!


É difícil imaginar circunstâncias mais humildes do que aquelas que rodearam o nascimento do Senhor Jesus. O estábulo certamente cheirava mal, o chão duro, o feno era escasso. Teias de aranhas penduradas no tecto e ratos a correr pelo chão. Maria olha para o seu filho. Seu Senhor, Sua Majestade. Nesta altura, o ser humano que melhor entende quem Deus é, e o que Ele está a fazer, é uma rapariga adolescente num estábulo mal cheiroso. Ela recorda-se das palavras do anjo: "O Seu Reino nunca terá fim." A Majestade no meio do mundo. A Santidade no meio do estrume. A Divindade chega ao mundo, tendo como cenário um estábulo! Este bebé já tinha criado o Universo. As Suas vestes de eternidade foram trocadas por trapos que o mantinham quente. A Sua sala do trono foi abandonada em troca de um estábulo sujo. Os anjos que O adoravam foram substituídos por pastores. Entretanto, a cidade sussurra, sem sequer saber que Deus visitou o seu planeta. O homem da estalagem nunca iria acreditar que tinha acabado de enviar Deus para o frio. As pessoas iriam gozar se alguém lhes dissesse que o Messias estava nos braços de uma adolescente, nos subúrbios da cidade. Estavam todos ocupados demais para pensar nessa possibilidade. Mas aqueles que perderam a chegada de Sua Majestade, naquela noite, perderam-na não por causa da sua maldade ou dos seus maus actos. Não, eles perderam porque não estavam à procura d'Ele! Pouco mudou em 2000 anos. A Bíblia diz para O buscarmos e Ele se revelará! Neste Natal, procura-O! (Jeremias 29:13).

sábado, 8 de dezembro de 2018

A MULHER CANANÉIA


No capítulo sete de Marcos, o Senhor Jesus louva a fé de uma mulher cananéia. A mulher mostrou-se sábia, humilde, mansa, paciente, perseverante. Mas o Senhor realçou antes de tudo a sua fé. Podemos ver como esta mulher, para chegar a Jesus, removeu obstáculo após obstáculo.
            O 1º obstáculo foi a doença da sua filha, que estava miseravelmente endemoninhada (“E eis que uma mulher cananeia, que saíra daquelas cercanias, clamou dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada.” (Mateus 15:22).
            O 2º obstáculo foi a tomada de posição dos discípulos (“Mas Ele não lhe respondeu palavra. E os Seus discípulos, chegando ao pé d’Ele, rogaram-Lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós.” Mateus 15:23). Estranho, que para chegar à presença do Senhor Jesus tem de enfrentar o “obstáculo” da oposição dos Seus discípulos!
            O 3º obstáculo foi a sua nacionalidade. A mulher era gentia, não pertencia à nação de Israel. Mas Jesus Cristo veio remover a separação que havia, e de dois povos fazer um! (“Portanto, lembrai-vos de que noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pelas mãos dos homens; que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque Ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e derribando a parede da separação que estava no meio.” Efésios 2:11-14).