sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

O AMOR de DEUS É IMPLACÁVEL

O amor de Deus é implacável, além da nossa compreensão. O poder do amor de Deus é incessante, inflexível (Romanos 8:35-39).
Quando amamos alguém, mas não somos amados de volta temos a suprimir os nossos sentimentos e lutamos para ser amados. Mas Deus não luta; O amor implacável é o Seu domínio. O Seu amor flui independentemente da nossa situação, da nossa circunstância, do nosso desempenho ou da nossa capacidade. É um amor incondicional, que vem a nós, não importa onde estejamos ou o que fizemos (“Por amor do meu nome retardarei a minha ira, e por amor do meu louvor me conterei para contigo para que te não venha a cortar.” Isaías 48:9).
O Seu amor pode invadir cada área da nossa vida e trazer novos começos; Mesmo quando o nosso mundo está caindo aos pedaços, quando a nossa saúde está a falhar, quando os nossos relacionamentos estão quebrados além do reparo. Ele nos convida continuamente a receber o implacável amor de Jesus Cristo (“Vinde a Mim todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.” Mateus 11:28).
Através de Jesus Cristo, o amor de Deus tem o poder de nos libertar e renovar.
Que possamos aprender a trazer sempre as nossas circunstâncias e limitações diante do Seu trono, permitindo que Ele as transforme e nos infiltre vitória no nosso coração, espírito e mente.

Permitamos sempre que Ele inspire vida em nós e nas nossas circunstâncias; Vida que não passa, mas é sustentada pela torrente sempre fluindo do implacável amor de Deus! (“Enches de água os seus sulcos, regulando a sua altura; amolece-la com a muita chuva; abençoas as suas novidades.” Salmo 65:10; “Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará ao romper da manhãSalmo 46:4,5).

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

O FOGO DO ESPÍRITO

Vivemos numa época e num tempo em que o Espírito de Deus está sendo derramado. A Bíblia nos encoraja a ouvir o que o Espírito está dizendo à Igreja (“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Apocalipse 3:22) Quando estamos cheios do Espírito, apaixonamo-nos pela Palavra de Deus e pela Sua noiva, a Igreja. Imagine como as nossas vidas e os nossos ministérios podem florescer.
Andamos com, escutamos e somos fortalecidos pelo Seu Espírito.
Quando a Bíblia tenta nos explicar como é o Espírito Santo, muitas vezes usa a imagem de "fogo". O avivamento é Deus curvando-se para as brasas moribundas de um incêndio, a ponto de estarem quase a apagarem-se, e soprar até que ele exploda mais uma vez em chamas.
Em 2Timóteo 1:6, Paulo diz a Timóteo para ele despertar o dom que Deus lhe deu. Deus também nos tem dado um ou mais dons. E ao fazermos isso, na fé, temos de acreditar que Ele vai respirar vida em nós.
Este dom tem muitos lados: Cura, salvação, libertação, poder para testemunhar, etc.

Precisamos de ter uma expectativa de receber com gratidão a nova vida que Ele tem para nós. Precisamos estar activamente envolvidos neste processo se quisermos ver o renascimento e a vida não só nas nossas vidas pessoais, mas também dentro das nossas comunidades e nas pessoas que lidamos no dia-a-dia.

domingo, 18 de dezembro de 2016

MAIS PRÓXIMO

É evidente que vivemos num mundo desesperado e faminto. Não temos que olhar para muito longe para ver que as pessoas estão procurando por algo real, algo mais. Como crentes somos a certeza de uma esperança que nunca falha. Nós confiamos que só Jesus pode preencher o vazio do mundo, que continuamente tenta preencher, esse vazio, com outras coisas.
 Precisamos de ter um coração de adoração que deseja uma maior intimidade com o Criador do Universo. Mais do que isso, Ele deseja esta proximidade connosco. Tiago 4:8 diz: “Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós…”
Não há vida, não há esperança, não há futuro, não há visão, não há sonhos, sem Ele; Ele é o começo e o fim. Paulo exorta a igreja em Colossenses para estar firme em Cristo, porque a vida começa quando morremos para a carne e nascemos n’Ele (“E, quando vós, estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com Ele, perdoando-vos todas as ofensas.”) Colossenses 2:13
Ele é O “algo mais e algo real” que a Humanidade anseia.
 Que possamos sempre chegar até Ele e sempre habitar na Sua presença, porque lá nós realmente encontramos vida e ganhamos vida (Salmo 42:1).

Então, caminhemos corajosamente para a sala do trono da graça - porque nós podemos! Hebreus 10:19 Tende pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus.” Aprende a sentar-te a Seus pés e a estar sempre perto d’Ele, dando-lhe toda a atenção que merece pois ele é o Rei dos reis.

sábado, 17 de dezembro de 2016

SUPERAR O MEDO

 Quando Pedro tentou falar com Jesus sobre o que estava para vir (sofrimento e morte), Jesus repreendeu-o fortemente. Eu acredito que esses pensamentos de tomar o caminho mais fácil vêm do medo. Não podemos imaginar como vamos passar por uma provação dolorosa, por isso queremos ir pelo primeiro caminho que vemos. Nós não queremos sofrer.
 A resposta para superar o medo é a fé. A fé não é automática; é uma escolha que nós fazemos para acreditar no amor de Deus para nós e para a integridade da Sua Palavra.  
 Hebreus 13:5, diz: “Não te deixarei, nem te desampararei.” Então vamos com plena confiança dizer: “O Senhor é o meu auxílio; Eu não terei medo. O que o homem pode fazer para mim?”  
Ele prometeu nunca nos deixar ou nos abandonar e que Ele nos guiará através dos nossos dias mais escuros.
Quando andarmos pelo vale, quando virarmos uma esquina e vimos um caminho difícil cheio de dor e sofrimento à nossa frente, só podemos ir em frente!
Com Deus ao nosso lado nós podemos confiantemente proclamar diante do medo: "Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor para sempre " (Salmo 23:6)

Que medo tu precisas conquistar hoje pela fé?

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

BENÇÃOS POR OUVIR A VOZ de DEUS


Deuteronómio 28:1-14
Nós muitas vezes não entendemos a plenitude da revelação e do dom da salvação, mas na verdade a salvação não é nada sem um Salvador. Se colocarmos Jesus fora do centro da nossa salvação, ficamos com uma religião sem vida que é impulsionada por obras mortas.
Estamos a exaltar Jesus, quando O colocamos no centro das nossas vidas e no centro da nossa salvação. Quando fazemos isso, percebemos que Deus nos dá uma salvação que é abundante, cheia de bênçãos e oportunidades.
Então, muitas vezes nas nossas vidas nos concentramos nas circunstâncias, em vez da posição que a salvação nos concede (Hebreus 10:19: “Tendo pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus.”).
Quando fazemos isso tudo o que vemos são os factos, que podem ser desanimadores. Mas se optarmos por nos concentrarmos nas palavras e promessas de Deus começamos a ver a verdade, e como diz a Bíblia "A verdade vos libertará".
         Será que estamos deleitando-nos no Senhor, e viver de acordo com as Suas promessas? Se sim, então os nossos desejos vão alinhar-se com o Seu (Salmo 37:4: “Deleita-te no Senhor, e Ele concederá o desejo do teu coração.”)
Em Deus e com Deus, podemos ter desejos grandes que levam os milagres a acontecer. Quais são as orações em nossos lábios que precisam de ser poderosas? Orações por cura, por libertação, por saúde, por domínio sobre as coisas que nos governam e protecção contra a oposição sobrenatural (Actos 4:31: “E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos, e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a Palavra de Deus.”).

 Com Deus todas as coisas são possíveis. Precisamos de ter corações cheios de fé e de expectativa (Actos 3:5: “E olhou para eles, esperando receber deles alguma coisa.”).

WEBTV ClubeMais+