quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

QUESTÕES PARA O ANO NOVO

É muito mau tentar desempenhar um papel para o qual não fomos talhados. É como caminhar com sapatos que não nos servem.
Então, neste próximo ano perguntemos: "No que é que eu sou bom? O que mais gosto de fazer? Que realizações me fazem sentir melhor?" Façamos uma lista de momentos da nossa vida em que tivemos a plena consciência desta sensação. Será que isto revela alguma coisa acerca dos nossos objectivos? Se o dinheiro não foi uma das hipóteses o que queremos fazer para preencher os nossos dias? Como é que isso se relaciona com a forma como a nossa vida está agora? Que pequeno passo podemos dar neste preciso momento - uma chamada telefónica, uma carta, um e-mail - para fazer-nos chegar ao nosso verdadeiro objectivo? O que aprendemos sobre os nossos objectivos, com os nossos erros e falhanços? Quem se admira pela forma como temos aplicados os nossos talentos? De que forma nos identificamos com essas pessoas? O que podemos aprender com elas? Como descreveriamos a nossa visão, para a nossa vida este ano que está a chegar? Quem são as pessoas na nossa vida que realmente nos conhecem? Já lhes perguntámos o que é que eles pensam sobre os objectivos que deveríamos ter? Eles já nos deram indicações sobre a forma como pensam que deveríamos usar os nossos talentos? Se pudessemos escrever o nosso próprio obituário o que gostaríamos que dissesse? Como gostaríamos de ser recordados?
Enquanto não chegamos ao nosso destino final nesta vida, podemos sempre entrar na rota certa, com as ferramentas certas, fazendo as escolhas certas ao longo do caminho!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

SEJA SÁBIO, TENHA PRIORIDADES!

A Bíblia diz: "Oxalá eles fossem sábios! Que isto entendessem, e atentassem para o seu fim! (Deuteronômio 32:29). Um dos desafios maiores da vida é pensar e fazer as coisas que realmente importam e trazem sucesso. Uma vida em que nada se passa, é uma vida que não está a avançar. Sabedoria significa ter a disciplina para dar prioridade e ter a capacidade de trabalhar em direcção a um objectivo. A questão não é "Será que a minha agenda está preenchida?", mas "Quem a preencherá?" Para saber as prioridades da sua vida tem de frequentemente parar e perguntar: "Senhor que queres que eu faça?"; "O que é que me é pedido e que mais ninguém pode fazer?"; "O que é que trará um maior retorno?" Deus não recompensa um esforço desperdiçado.
A história é contada por um faroleiro num rochedo de uma linha costeira que cada mês recebia uma nova provisão de petróleo para manter a luz a brilhar. Estando perto da costa tinha muitos visitantes. Uma mulher da aldeia precisava de algum petróleo para manter a sua família quente, um agricultor pedia algum para o seu tractor, um mecânico também precisava de algum. Todos os pedidos pareciam tão importantes que o faroleiro tentava aceder a todos. Antes do final do mês o petróleo tinha acabado e o farol apagou-se. Como resultado, vários navios naufragaram e perderam-se vidas. Quando as autoridades investigaram, o homem estava muito arrependido, mas já era tarde demais. Mas perante as suas desculpas e pedidos a resposta obtida foi: "Foi-lhe dado petróleo para um propósito: manter a luz a brilhar!"
Seja sábio, tenha prioridades!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

TEM PROCURADO?

É difícil imaginar circunstâncias mais humildes do que aquelas que rodearam o nascimento do Senhor Jesus. Max Lucado ilustra esta imagem: "O estábulo cheira mal, o chão é duro. Teias de aranha cobrem o tecto e um rato corre pelo chão. Maria olha para a face do seu filho. O seu Senhor. Sua Majestade. Neste momento, o ser humano que melhor compreende quem é Deus, e o que Ele está a fazer, é uma adolescente num estábulo mal-cheiroso. Ela lembra-se das palavras do anjo "O Seu reino será eterno". Majestade no meio da Terra. Santidade na imundície do estrume e do suor. A Divindade entrando no mundo no chão de um estábulo.

Este bebé já dominou o Universo. Os Seus mantos de eternidade foram trocados pelos trapos que o mantêm quente. O Seu trono dourado foi abandonado por um curral de ovelhas. Anjos adoradores substituídos por pastores. Entretanto, a cidade adormecida não tem consciência de que Deus visitou o seu planeta. O dono da hospedaria nunca acreditaria que tinha acabado de mandar Deus para o frio. E as pessoas zombariam de qualquer pessoa que lhes dissesse que o Messias descansava nos braços de uma adolescente na periferia da sua cidade.

Todos estavam demasiados ocupados para considerar a possibilidade. Mas aqueles que perderam a chegada de Sua Majestade naquela noite, perderam-na não por causa de actos de malícia ou de maldade, perderam-na porque não estavam a olhar para Ele!"

Pouco mudou em dois mil anos. a Bíblia diz: "Assim, também, Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para a salvação."

Este Natal olhe para Ele!

domingo, 20 de dezembro de 2009

A ESTRELA de NATAL

Alguma vez se perguntou porque razão homens cultos teriam deixado tudo para seguir uma estrela durante centenas de quilómetros? Não é o único. Tem havido muita especulação sobre a estrela. Pensemos no que ela representa:
1) Esperança (2Tessalonicenses 2:16). Esperança por toda a eternidade, que dádiva! Esta estrela não se limitou a guiar os homens sábios para o cumprimento das suas expectativas, aponta a cada um de nós a única esperança de Salavação: Jesus Cristo!
2) Alegria. A Bíblia diz que quando viram a estrela alegraram-se muito com grande alegria. Porquê? porque o Senhor Jesus é a fonte da alegria transcendente, o tipo de alegria que nos levanta sejam quais forem as circunstâncias e faz os outros pensar: "Seja o que for que tu tens, é disso que eu preciso!"
3)Direcção. A estrela uniu pastores e filósofos, ricos e pobres, intelectuais e pessoas que mal sabiam ler - à volta de Jesus - a resposta do Céu para o dilema da Terra. Reparemos que depois dos homens sábios adorarem o Menino e deixarem os tesouros aos Seus pés, a Bíblia diz que eles partiram para a sua terra por outro caminho (Mateus 2:12). Percebamos isto: é impossível conhecer o Senhor Jesus e voltar para casa igual! (2Coríntios 5:17). Então quando alguém lhe perguntar: "O que recebeste no Natal?" Sorria e diga:
a) Esperança que fica mais forte a cada dia.
b) Alegria maior do que qualquer ameaça ou circunstãncia.
c) Direcção para cada passo do caminho.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

VEMO-NOS NA IGREJA NO DOMINGO!

Que desculpa tem para faltar à Igreja? Antes de responder, leia "As 10 razões porque nunca tomo banho!"
(1) Obrigavam-me a tomar banho quando eu era pequeno.
(2) As pessoas que tomam banho são todas umas hipócritas, pensam que são mais limpinhas do que as outras.
(3) Há tantos tipos de gel duche diferentes; não consigo decidir-me.
(4) Eu costumava tomar banho, mas fartei-me disso e desisti.
(5) Só tomo banho em ocasiões especiais como o Natal e a Páscoa.
(6) Nenhum dos meus amigos toma banho.
(7) Hei-de começar a tomar banho, mas só quando for mais velho e estiver mais sujo.
(8) Não tenho tempo para tomar banho.
(9) A casa de banho é demasiado fria no Inverno e muito quente no verão.
(10) As pessoas que produzem o gel duche só querem fazer dinheiro!
Reconhece estes argumentos?
Referindo-se à Igreja, Paulo diz: "Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros. De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. Ora vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular." (1Coríntios 12:25,27).
Somos membros do corpo de Cristo, a Igreja, por isso precisamos de estar presentes nas celebrações!
Watchman Nee diz: "Não conseguimos servir o Senhor de forma eficaz sozinhos, e Ele não nos vai poupar no que toca a esta lição. Conduzir-nos-á a becos sem saída, permitindo que as portas se fechem e que batamos com a cabeça na parede até que aceitemos que precisamos tanto da ajuda do Corpo de Cristo como do socorro do próprio Deus."
Há verdades que só aprendemos na casa do Senhor. Na Igreja encontraremos a família espiritual à qual pertencemos, a fé pela qual regemos a nossa vida e o propósito que nos dá alento - servir a Cristo! Por isso, vemo-nos na Igreja no próximo domingo!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

PALAVRAS QUE NOS GUIAM

A Bíblia diz que a glória e beleza dos velhos é a sabedoria e a experiência, então tome atenção! Um homem idoso dá-nos palavras segundo as quais podemos viver:
"O tempo tem uma forma muito própria de o apanhar despercebido. Parece que ontem eu era jovem, acabado de casar, embarcando na minha nova vida. Para onde foram os anos? Sei que os vivi todos, e tenho "vislumbres" de como era naquela altura...as minhas esperanças e sonhos. Mas aqui está ele, o Inverno da minha vida. Como cheguei aqui rapidamente? Lembro-me de ver as pessoas mais velhas e pensar que o Inverno estava tão longe que nem eu conseguia vislumbrá-lo ou imaginá-lo. Mas cá estou eu! Os meus amigos estão reformados e com os cabelos cinzentos. Movem-se lentamente, vejo grandes mudanças. Lembro-me de quando eles eram jovens e vibrantes e agora somos os "velhotes" que nunca pensámos que seríamos. Cada dia sinto que tomar duche é um verdadeiro alvo e dormir a sesta já não é uma ameaça, mas sim uma obrigatoriedade, porque senão adormeço onde quer que me sente! Não estou preparado para as dores nem para a perda de força e capacidade para fazer coisas que desejava ter feito e não fiz. O Inverno está aqui e não tenho a certeza do tempo que irá durar. Seja o que for que gostava de conseguir na vida, faça-o hoje. Não o adie, porque nunca poderá ter a certeza se este não é o seu Inverno. Não há garantia de que verá todas as estações da vida, então diga tudo o que quer que aqueles que ama saibam e recordem. A sua vida é uma dádiva de Deus, a forma como vive é a sua dádiva para Ele e para as gerações vindouras."

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

PULSEIRAS DO SEXO. ATENÇÃO PAIS e PROFESSORES


À primeira vista, uma colorida pulseira de plástico nos pulsos de crianças parece inocente.Mas na realidade elas são um código para as suas experiências sexuais, onde cada cor significa um grau de intimidade, desde um abraço até ao sexo propriamente dito. Poderia confundir-se com mais uma daquelas modas que pega, uma vez que é usado por milhares em várias escolas primárias e preparatórias no Reino Unido e custam apenas uns centavos em qualquer banca ao virar da esquina. Mas as diferentes cores das ditas pulseiras de plástico – preto, azul, vermelho, cor-de-rosa, roxo, laranja, amarelo, verde e dourado – mostra até que ponto os jovens estão dispostos a ir, se proporcionar, desde dar um beijo até fazer sexo. Andam uns atrás dos outros nos recreios das escolas, na tentativa de rebentar uma das pulseiras. Quem a usa terá de “oferecer” o acto físico a que corresponde à cor. É o “último grito” do comportamento promíscuo que sugere, cada vez mais, que a inocência da infância pertence a um passado distante.Quase tão chocante como as “festas arco-íris” – encontros com muito álcool e droga à mistura, em que as meninas usam batons de cores diferentes para deixar a “marca” nos rapazes após o sexo oral -, as “pulseiras do sexo”, que custam apenas um euro (um pacote com várias), têm um custo maior que foge ao alcance de muitos pais.
Significado das cores:
Amarela – é a melhor porque significa dar um abraço no rapaz;
Laranja – significa uma “dentadinha do amor”;
Roxa – já dá direito a um beijo com língua;
Cor-de-rosa – a menina tem de lhe mostrar o peito;
Vermelha – tem de lhe fazer uma lap dance;
Azul – fazer sexo oral praticado pela menina;
Verde– são as dos chupões no pescoço;
Preta – significa fazer sexo com o rapaz que arrebentar a pulseira;
Dourada – fazer todos citados acima;
Símbolo de respeito como quase em tudo nestas idades, existe um estigma por detrás das pulseiras: quem não as usar é excluído e quem usar as cores preto e dourado é mais respeitado. “No meu grupo da escola, a líder – que serve de exemplo para todos – só usa pulseiras pretas e douradas. Todos os rapazes da minha turma usam pretas e se uma rapariga também usa, eles gostam todos dela”, conta uma criança de 12 anos.
Shannel Johnson, de 32 anos, descobriu através da filha, de oito, o significado das pulseiras e admitiu ao The Sun que nunca suspeitaria do código subjacente. Quando a filha Harleigh lhe disse que se alguma rebentasse, tinha de fazer um “bébe com um rapaz”, Shannel teve uma conversa com a filha, chamando-a à realidade.Esta mãe, preocupada, começou a pesquisar na Internet e descobriu sites onde se vendiam as pulseiras, grupos no Facebook e fóruns de menores a discutir quem usava que cores. Enquanto alguns pais já confiscaram as pulseiras, muitos continuam na ignorância do significado destes acessórios aparentemente da moda.

domingo, 6 de dezembro de 2009

PRESTANDO ATENÇÃO AOS SINAIS!

Os sinais de esgotamento incluem: raiva, irritação, hábitos compulsivos, desilusão, decisões irreflectidas, baixa moral e depressão. Podem também incluir falhas morais, pois quando a sede não é saciada da forma certa, procura alívio noutras fontes.
Não é estranho que pessoas capazes de gerir grandes empresas e desenvolver orçamentos complexos, não tenham o bom senso de perceber que precisam de um intervalo ou não saibam usar os seus recursos sem os esgotar?
Se formos inteligentes, não vamos só marcar na nossa agenda os nossos compromissos, mas vamos também marcar os momentos para relaxar.
Um tempo de descanso bem programado restaura a nossa energia para que possa funcionar com todas as suas capacidades por inteiro. Por outro lado, ser puxado para muitas direcções pode sugar-nos toda a nossa alegria e levar-nos a dar menos do que o nosso melhor!
Porque é que estamos sempre a auto destruir-nos? Será que não estamos conscientes da necessidade de descanso da nossa alma ou dos preocupantes sinais de esgotamento? Somos como o condutor que está tão preocupado com o sítio para onde tem de ir, e com a forma mais rápida de lá chegar, que nem se apercebe de que o motor está a fazer um barulho estranho, que os pneus estão em baixo e que o depósito está quase vazio. Depois, quando o carro avaria pergunta: "O que aconteceu?"
A resposta é: ele devia ter dado atenção aos sinais. E nós também!

sábado, 5 de dezembro de 2009

CONSTRUAMOS A NOSSA FÉ!

O escudo de um soldado romano protegia-o da cabeça aos pés. Era feito de ferro, forrado com grossas camadas de tecido, e mergulhava-se em água antes de ir para a batalha. Desta forma, as setas flamejantes do inimigo apagavam-se ao seu contacto. Percebemos assim melhor o que Paulo quer dizer ao afirmar: "Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do inimigo." (Efésios 6:16).
Satanás não pode penetrar num coração puro. Foi por isso que o Senhor Jesus disse a Pedro: "...Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça." (Lucas 22:32). É a nossa fé que está a ser atacada; é a nossa fé que precisa de ser alimentada e nutrida. É a nossa fé que nos sustém nas batalhas da vida! O Senhor Jesus disse: "Tende fé em Deus." (Marcos 11:22). Repare, Ele não disse "Tende fé em algo maior." Não, Ele disse "Tende fé em Deus."
Se hoje estamos a ser atacados, clamemos pela Sua promessa (Isaías 40:29-31). Deus dá a cada um de nós a "medida da fé" (Romanos 12:3). Mas Judas diz que devemos desenvolvê-la (Judas vs.20).
A fé que está a ser atacada é uma fé que está a ser construída. É nas batalhas da vida que descobrimos se alimentámos ou negligenciámos a fé!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

HONRADOS, MAS NÃO EXALTADOS!

Quando Deus nos chama para fazer algo, significa que fomos chamados para um nível mais alto de responsabilidade (Lucas 12:48). Mas é aqui que, por vezes, nos enganamos.
Pensamos que aqueles que são chamados são diferentes dos outros. Errado! Só porque alguém ora poderosamente e administra o trabalho do Senhor habilmente, não quer dizer que não tenha lutas em algumas áreas. As suas lutas parecem invisíveis, mas ainda assim são reais. Temos de ter cuidado ao fazer a distinção entre o tesouro e o vaso de barro (2Coríntios 4:7)!
Se você é um líder, nunca permita que os outros esperem que seja o tesouro. Controle o seu ego! Paulo diz "temos este tesouro", não disse que somos o tesouro!
Sejamos realistas. Deus usa as pessoas que nós não usaríamos, como Raabe. Mas quando ela colocou a sua fé em Deus, Ele usou-a para vencer a batalha em Jericó e depois incluiu-a na família de Cristo. E, se pensarmos em Jefté, filho de uma mãe solteira, rejeitado pela família, que viveu numa gruta com o seu gang privado de mercenários? Deus usou-o para livrar Israel e para se tornar o juiz mais jovem da nação. A graça não é fantástica?
Deus é especialista em restaurar vasos de barro partidos. Ele pega em coisas que não são produtivas - casamentos que não funcionam, pessoas com problemas, etc - e ensina-os a ser vitoriosos e úteis aos Seu serviço.
Saber isto dá-nos força e tenacidade de que precisamos para enfrentar seja o que for que apareça na nossa vida, pois sabemos que quando Deus coloca o Seu tesouro dentro de nós, Ele estima-o, protege-o e fá-lo prosperar!

WEBTV ClubeMais+