quarta-feira, 27 de julho de 2016

ÂNCORA

É disto que temos fome: Da força inegável de Deus soprando como uma bandeira vitoriosa sobre as nossas vidas frágeis. Mas como é que vamos permanecer firmes quando a mágoa nos atinge como um punho de ferro nos nossos pulmões, deixando-nos amassados e a tentar recuperar o fôlego?
Génesis 12:1 – 21:13 - Abraão tinha uma decepção para lidar. Ele era velho e sem filhos. No entanto, um dia Deus lhe disse que ele teria muitos descendentes (Génesis 12). (Capítulo 13, Abraão volta do Egipto; Capítulo 14, Guerra dos 4 reis contra 5, e Jó é levado cativo, e Melquisedeque abençoa Abraão; Capítulo 15, Deus anima Abraão e promete-lhe um filho; Capítulo16, Hagar é dada a Abraão por mulher, nasce Ismael quando Abraão tem 86 anos; Capítulo 17, Deus muda o nome de Abraão e de Sara; é instituída circuncisão; Capítulo 18, aparecem três anjos a Abraão e Deus anuncia a destruição de Sodoma e Gomorra e Abraão intercede pelos homens; Capítulo 19, Ló recebe dois anjos em sua casa e Sodoma e Gomorra são destruídas; Capítulo 20, Abraão nega que Sara é sua esposa; Capítulo 21, nasce Isaque, Abraão tem 100 anos!). Parecia uma promessa impossível, mas Deus jurou por Si mesmo, já que não havia nenhum nome maior ou autoridade para fazer um juramento por Abraão. Ao fazer isso, Deus nos mostra que nós, como Abraão, podemos ancorar a nossa esperança tanto na Sua Palavra como no Seu nome. Esta esperança nos leva além das areias do naufrágio do nosso presente. realidade na presença imutável e inabalável de Deus!
Daniel 3:16-18 - Sadraque, Mesaque e Abedenego foram condenados a uma fornalha de fogo ardente, porque eles se recusaram a se curvar a uma imagem de ouro. Acreditando que Deus era capaz de salvá-los. Eles confiavam na vontade de Deus, independentemente do resultado. Assim como nós, como nossos três amigos, permanecemos ancorados n’Ele, seja no sucesso ou derrota.

Salmo 42:5 - O salmista pinta um retrato poético de como o nosso coração pode permanecer impaciente durante a noite, mas ele comanda a sua alma abatida a esperar em Deus. Assim como ele, podemos elevar o nosso pensamento, e educar a nossa alma, lembrando-a de que Ele, Deus, realmente sabe qual a nossa dificuldade. O Seu nome é maior!

sábado, 23 de julho de 2016

TRANSFORMANDO LIMITAÇÕES EM OPORTUNIDADES

Todos nós temos limitações. Eles podem ser tão banais como, por exemplo, ser canhoto, quando dá jeito ser destro, ou vice-versa.
Algumas das limitações com que lutamos diariamente estão além do nosso controle. No entanto, é a nossa perspectiva sobre estas restrições que irão determinar o nosso sucesso na vida.
Muitas pessoas estão tão focadas nas suas limitações que são alheias às oportunidades que vêm junto com essas limitações. Precisamos de aprender a ver além das nossas limitações e olhar para as oportunidades. O Senhor Jesus nunca deixou as limitações travar o Seu trabalho. Marcos 6:34: “E Jesus, saindo, viu uma grande multidão…” (Oportunidade); Mateus 14:17,18: “…E eles lhe disseram: Iremos nós, e compraremos duzentos dinheiros de pão para lhes darmos de comer? Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes.” (Limitações).
Nós precisamos de ter olhos para ver o mundo em termos de possibilidades em vez de impossibilidades, e ter uma atitude que avança na fé, apesar dos obstáculos. Afinal de contas, temos parceria com um Deus que é capaz de fazer muito mais além do que podemos pedir ou pensar!

Efésios 3:20: Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.”

segunda-feira, 11 de julho de 2016

VENCER

Em Mateus 14:28, Pedro descobriu, com esta experiência, aquilo que todos nós também já tivemos a oportunidade de descobrir na nossa caminhada com Deus: “Só porque se está a afundar, não quer dizer que já se tenha afogado.” E, nesta passagem, temos duas razões para nos lembrar disso:
Primeiro, falhar não faz de nós falhados! Desistir faz! Falhar é apenas uma parte da aprendizagem. Um dos homens que conseguir escalar o Monte Evereste fez várias tentativas até conseguir realmente. Depois de várias tentativas, e na última, antes de conseguir finalmente, ele ficou na base da montanha, olhou para o alto dela, abanou o seu dedo em desafio e gritou: “Tu já não vais crescer, mas eu vou!” Ele aprendeu sempre algo em todas as tentativas que falhou, até que um dia conseguiu.
Segundo, os verdadeiros falhados foram aqueles que ficaram no barco! Eles falharam calmamente e em privado. O seu falhanço não foi notado nem criticado. Apesar de pedro ter caído publicamente, ele experimentou a euforia de caminhar sobre as águas! Apenas ele sabia a sensação de receber o poder de Deus para fazer o que nunca conseguiria fazer sozinho. Depois de caminhar sobre as águas, tu e eu, nunca mais seremos os mesmos! Ele também passou pela experiência de ser levantado por Jesus num momento de desespero. Ele partilhou um momento, uma ligação, uma confiança que os outros não partilharam. E como poderiam se nunca deixaram o barco?

O falhanço não vem se nos afundamos, vem se deixarmos que os nossos medos nos parem!

segunda-feira, 4 de julho de 2016

JEOVÁ RAPHA – DEUS É O QUE CURA

Esta é apenas uma outra característica de quem é Deus. Ele é quem nos cura (Êxodo 15:25).
Na Sua graça e sabedoria, Deus proporciona-nos a Sua perfeita cura física e espiritual para nós, ou imediatamente ou ao longo de um período de tempo. Deus está fora do tempo, enquanto nós vivemos no tempo. Frequentemente, nós só associamos a cura com o nosso físico, e há casos em que nunca vamos ver ou experimentar o milagre do poder da cura de Deus nos nossos corpos. Isto pode ser difícil de compreender ou aceitar, mas nós temos que estar em Deus e na Sua Palavra e saber que a cura é uma promessa de Deus. Mas nós não somos apenas seres físicos, mas também espirituais, e emocionais também. Deus é também Aquele que cura as nossas doenças espirituais através de Sua graça.

Deus quer que levemos todas as nossas fraquezas físicas, emocionais e espirituais diante d’Ele. Todos os dias novos problemas podem nos enfrentar e tentar levar-nos para fora da Sua presença, mas sabemos que temos um Deus em quem podemos extrair força.

WEBTV ClubeMais+