segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

NÃO É QUEM TU ÉS, É QUEM ESTÁ CONTIGO!

Deus chamou e escolheu Moisés para libertar o povo  de Israel do Egipto. Mas Moisés objectou: "Quem sou eu, que vá a Faraó e tire do Egipto os filhos de Israel?" (Êxodo 3:11). Sentimo-nos assim tantas vezes...Indignos, incapacitados, limitados, fragilizados, inapropriados, inadequados, desvalorizados, fracos...
Diante de responsabilidades, dificuldades ou exigências, sentimos que não somos o suficiente. A resposta de Deus a Moisés serve para nós também: "Certamente Eu serei contigo" (Êxodo 3:12). Pensa nisto: O mais importante da tua caminhada e batalhas que surgirem, não é quem tu és, mas quem está contigo. Todos somos limitados em muitas áreas. Conseguimos superar as nossas deficiências e impossibilidades, pela forma como nos ligamos às pessoas. Precisamos de pão, recorremos ao padeiro. Precisamos de tratamento de saúde, recorremos ao médico. Precisamos de repara o carro, recorremos ao mecânico. Precisamos de tratar de uma questão legal, recorremos ao advogado, etc, etc.. O que somos não importa quando temos alguém connosco. Não precisas de estar preocupado com o que não és, ou com o que és, ou com o que pensas que necessitas ser. Pára de olhar para o que a dificuldade é. Pára de olhar para o que tu és. Olha para quem Deus é. Moisés não se saiu mal! Enfrentou o Faraó; superou os feiticeiros do Faraó; foi usado para fazer grandes sinais; atravessou o Mar Vermelho e destruiu o exército do Faraó.
Quando Deus é contigo, tudo está garantido. Porque não é quem tu és, mas quem está contigo!

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

SEREI CONTIGO EM TODOS OS MOMENTOS

Jacó tinha-se habituado a viver na dimensão do seu nome, que significa "enganador". Para "safar-se" na vida, precisava de esquemas e enganos. Pensava que, para poder ter segurança e herdar as promessas, precisava de lutar com a sua força e enganar com a sua astúcia. Mas Deus revelou-se a ele, e disse-lhe que lhe iria dar protecção e iria cumprir as promessas dadas a Abraão, o seu avô. O segredo de tudo o que experimentaria de bom, não estaria na sua sabedoria e enganos, mas na promessa: "E eis que estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores..." (Génesis 28:15). Jacó experimentaria muitos desafios, enredos e perigos, mas o facto de Deus ser com ele em todos os momentos fez a diferença.
Precisas de te lembrar desta promessa também. Podes ter um passado difícil, tal como Jacó. E um futuro incerto. Mas Deus diz: "Serei contigo em todos os momentos." A promessa é para todos os momentos. Com a Sua ajuda e companhia, irás superar, irás vencer. Porque o mais importante na tua caminhada e batalhas que surgirem, não é quem tu és, mas quem está contigo!

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

NÃO DEPENDAS DAS CIRCUNSTÂNCIAS

Num tempo de fome, em que Isaque estava a decidir para onde iria de forma a poder sobreviver, Deus deu-lhe esta palavra: "...Não desças ao Egipto, habita na terra que eu te disser; e peregrina nesta terra, e serei contigo, e te abençoarei..." (Génesis 26:2,3). Deus estava a dizer-lhe com isso: "Não vás para onde parece que é mais próspero; não te movas por aquilo que parece ser o melhor. Habita na terra que eu te disser."
Deus queria que Isaque aprendesse a não depender das circunstâncias, mas d'Ele. Que soubesse que prosperaria, não porque não havia nada contra ele, mas porque Deus seria come ele. 
Talvez precises de te lembrar, principalmente quando passas por ambientes hostis e adversidades, que o mais importante na tua caminhada e batalhas que surgirem, não é quem está contra ti, mas quem está contigo.
A nossa benção não está no Egipto, lugar de fartura e conforto. Está no facto de Deus ser connosco.
Não te preocupes se está tudo contra ti; se as circunstâncias estão contra ti; se as pessoas estão contra ti; se as probabilidades estão contra ti. Se Deus é contigo, irás ser abençoado!

sábado, 16 de novembro de 2019

REAVIVAMENTO


Não há reavivamento sem a presença e o poder do Espírito Santo (Atos 1:4-8; 2:1-4; 2:33). O livro de Atos descreve como os primeiros crentes foram capacitados pelo Espírito Santo para realizar a obra de mudança de vida de Jesus Cristo após a Sua ascensão ao céu. A promessa do Espírito Santo foi cumprida e homens e mulheres comuns receberam poder que lhes permitiu testemunhar corajosamente o Evangelho da graça de Deus e trazer as boas novas de salvação para as regiões e nações além das suas fronteiras.
Como era nos seus dias, esse mesmo poder está disponível para sermos hoje testemunhas de Cristo, tanto em palavras como no nosso estilo de vida. Quando escolhemos viver cheios e fortalecidos pelo Espírito Santo, a vida se torna uma aventura cheia de fé. Os avivamentos da história são histórias de homens e mulheres de grande fé, confiantes no que esperavam e garantidos no que não viam. Eram homens e mulheres que ousavam dar um salto, sair do barco da zona de conforto e autoconfiança e caminhar sobre as águas.
Nesta época em que estamos, Deus quer trazer reavivamento à Igreja, e nós devemos desejar ser cheios de fé, tendo a certeza de que somos de facto agraciados com poder do alto, a própria Pessoa do Espírito Santo, Deus connosco e em nós! Que a nossa vida seja guiada pelo Espírito, caracterizada por responder aos sussurros do Espírito Santo, testemunhar corajosamente de Cristo, transbordando de gratidão, capacitados para dar frutos continuamente sob o nome de Jesus. Que a obra do Espírito nos nossos corações tenha um efeito transbordante em lares, locais de trabalho, comunidades, cidades e nações!

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

PIONEIROS


Deus pensa numa escala diferente da nossa (Isaías 43:10). Embora os nossos pensamentos e sonhos sejam frequentemente limitados por nossas circunstâncias imediatas, os planos e pensamentos de Deus sempre foram sobre alcançar os confins da Terra (Atos 1:8). Deus pode fazer grandes coisas com alguém que tenha um coração para servi-Lo e ser pioneiro no Seu Evangelho, surpreendentemente até nós, pessoas comuns e quebrantadas.
Os pensamentos de Deus por nós são bons - pela paz, pela esperança, por um futuro com Ele, e Ele derrama o Seu Espírito sobre nós para o nosso bem. O Espírito Santo faz algo explosivo nas nossas vidas. Com o Espírito Santo, recebemos as promessas de Deus e somos testemunhas das Suas maravilhosas obras. Quando enfrentamos oposição, dependemos da Sua força e no Espírito Santo experimentamos tudo o que Deus tem no Seu coração por nós.
Quando somos cheios do Espírito Santo, não estamos mais sob a lei do pecado e da morte, mas na lei da Sua vida. O Espírito Santo nos unifica e nos dá uma nova linguagem. Ao entendermos o poder do Espírito Santo, vemos as maravilhosas obras de Deus nas nossas vidas, estendemos os limites do possível e, dependendo d’Ele, temos o poder de invadir os reinos do impossível chegando aos confins da Terra com o Evangelho d’Ele.
Vivemos agradecidos pela promessa do nosso Deus Todo-Poderoso cumprido através do Seu Espírito nas nossas vidas. Que Deus acenda as Suas maravilhosas obras nas nossas vidas, levando-nos a sonhar o impossível, conquistando um novo território em nome de Jesus.
Sejamos motivados a ser pioneiros novamente - crendo em Deus através do poder do Espírito Santo para continuar a fazer o impossível nas nossas vidas, enquanto lhe damos toda a glória.

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

QUEM ESTÁ CONTIGO

Conta-se a história de uma formiga na floresta que queria atravessar um rio para o outro lado. Muitos impedimentos estavam a dificultar a tarefa da formiga. O rio era largo, a ponte era o tronco de uma árvore, o vento era forte e vários pássaros e predadores estavam ao redor. A formiga parou diante dos impedimentos e disse a si mesma que não seria possível atravessar. Então, viu um elefante que caminhava lentamente na direcção da ponte. Ao se aproximar do rio, o elefante olhou para os impedimentos e decidiu atravessar. A formiga aproveitou e subiu pela pata do elefante até chegar à orelha do animal. E ali ficou durante toda a travessia.
Finalmente completaram a travessia. Superaram o vento, o tronco da árvore, a largura do rio e os predadores. Já do outro lado, o elefante ouviu a formiga dizer: "Muito bem, senhor elefante, nós dois somos o máximo, somos os mais corajosos da floresta."
Esta história ilustra um princípio muito importante: "O mais importante na tua caminhada e batalhas que surgem, não é quem tu és, mas quem está contigo!" A formiga não conseguia atravessar o rio, mas com e elefante conseguiu. Ainda que a força e audácia foram únicas e exclusivas do elefante, enquanto a formiga estava nele, pôde beneficiar de tudo. E passou para o outro lado.
Não fiques bloqueado com os impedimentos só porque sentes que és pequeno, ou que não consegues. Deus promete que vai ser contigo (Êxodo 3:12). Segura-te n'Ele e irás beneficiar do que Ele é e pode fazer. Porque não é quem tu és, é quem está contigo!

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

PODES DESCANSAR

Quando leio o versículo 10 do Salmo 46 ("Aquietai-vos, e sabei que Eu Sou Deus..."), consigo sentir Deus a abraçar-me, olhar bem direito nos meus olhos e dizer: "Tem calma, Eu Sou o teu Deus!" Podes reler este versículo? Ligamos a TV e vemos guerras, disputas, crise, desemprego, enfermidade, morte e isso faz-nos ficar desesperados.
Hoje Deus olha nos teus olhos, te abraça e diz: "Eu Sou o teu Deus!" Quando ficamos desesperados, ficamos abatidos e sem perceber acabamos por esquecer que temos um Deus, temos um Pai, temos um Senhor que tem todo o poder e todo o domínio nas Suas mãos.
Quando tiramos os nossos olhos de Deus, começamos a questionar tudo e as coisas começam a parecer impossíveis...
Existe algo no aquietar, no descansar que traz o cuidado de Deus sobre nós! Ele diz na Sua Palavra: "Não temas!" Então entendo que, se não temer, consigo descansar!
Existe um milagre à tua espera, mas o segredo para adquiri-lo é não ter medo e descansar!

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

O PROBLEMA NÃO É TEU (2)

Certo homem, pôs o seu fardo do dia (comida e material para trabalhar) às costas e foi andando pela estrada até ao seu local de trabalho. Alguém a passar com uma carrinha de caixa aberta, parou e disse-lhe: "Quer boleia? Aqui à frente já está cheio, mas se quiser, sente-se lá atrás à vontade." O homem aceitou, agradeceu e sentou-se na parte de trás da carrinha. Passado um tempo, o condutor olhou pelo vidro da parte de trás da cabine da carrinha e reparou que o homem estava sentado, mas com o fardo às costas. Parou a carrinha, saiu e foi perguntar-lhe: "Porque está com o fardo às costas? Porque não coloca na carrinha?" A resposta surpreendeu: "Já foi tanta amabilidade sua dar-me boleia, que não quis abusar e pôr também o meu fardo na carrinha..." Por vezes, somos assim como este homem. Somos salvos, somos abençoados e carregados por Deus. Entregamos-Lhe a nossa vida. Sabemos que Ele cuida de nós e nos sustenta na Sua força e providência. mas temos dificuldade de Lhe entregar os nossos fardos. Colocamos a nossa vida n'Ele, tal como o homem que se sentou na carrinha de quem lhe deu boleia, mas continuamos a carregar os nossos fardos às costas. A Bíblia diz: "Vinde a Mim todos os que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o Meu jugo é suave e o meu fardo é leve." (Mateus 11:28-30). Quando lhe deste a tua vida, isso incluía os teus problemas e fardos. Entrega tudo e descansa, sabendo que "o problema já não é teu", é d'Ele! 

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

O PROBLEMA NÃO É TEU (1)

Conta-se a história de um homem que procurava lugar num comboio com os bancos todos ocupados. Depois de muito procurar, encontrou um lugar com uma mala. Pediu gentilmente ao homem que estava ao lado para fazer o favor de retirar a mala de forma a poder sentar-se. O homem que estava sentado ao lado da mala, segurava uma guitarra acústica e dedilhava uns acordes. Depois de novo pedido pelo senhor em pé, ele cantarolou: "A mala eu não tiro, a mala eu não tiro..." O senhor em pé começou a ficar irritado e pediu novamente num tom mais severo: "Os lugares são para as pessoas não para as malas. Peço que retire a mala por favor." O guitarrista continuou com a sua música improvisada: "A mala eu não tiro, a mala eu não tiro..." O homem que estava de pé, numa explosão de raiva, agarrou na mala, atirou-a pela janela aberta do comboio e sentou-se. O homem da guitarra continuou calmamente a sua música improvisada, mas com outra letra: "A mala não era minha, a mala não era minha..." O homem da guitarra podia cantar e estar plenamente descansado porque a mala não era dele. Não poucas vezes, ficamos muito ansiosos com os problemas e dificuldades. Mesmo que sejam graves e complicados, o que nos deixa extremamente preocupados é pensarmos que os problemas são nossos. E como não estamos a perspectivar uma forma de os resolver, ficamos perturbados ou angustiados.
Precisas de entender uma coisa: Se deste a tua via a Jesus Cristo, a tua vida é d'Ele, e tudo o que lhe diz respeito. Isso inclui os teus problemas. Já não seus teus. São d'Ele. Quando sabes que os problemas não são teus, são de Deus, podes fazer como o guitarrista da história, cantares descansadamente!

sábado, 19 de outubro de 2019

UM PASSO DE CADA VEZ

Talvez estejas a ser desafiado sobre algumas mudanças na tua vida e estás com medo. Quero encorajar-te a não teres medo de dar o primeiro passo. Mesmo que cometas um erro, não será o fim do mundo. Entra pelas portas que Deus está a abrir. Talvez até precises de dar alguns passos numa certa direcção para ver se uma porta antes fechada, se abrirá quando te aproximares dela. Talvez tenhas recebido uma pequena orientação de Deus, mas não vês o quadro todo. Deus guia-nos passo a passo. Talvez Ele só te mostre o segundo passo de pois de dares o primeiro. Não estou a dizer que devemos fazer coisas sem nexo, mas quero incentivar-te a encontrares o equilíbrio entre viver sem medo e com sabedoria.
Deus é progressista e descobri que a minha fé também é. talvez a minha fé seja pequena e, portanto Deus me mostre algo pequeno que tenho de fazer. Conforme sou fiel neste algo pequeno, Ele mostra-me o próximo passo, e então a minha fé cresce mais e eu sou capaz de lidar com isso.
Não passes a vida inteira a olhar para trás e desejar ter experimentado coisas diferentes ou feito as coisas de maneira diferente. Ficar a imaginar como poderia ter sido é um sentimento solitário. Não terás prazer em todas as tentativas, mas pelo menos terás a experiência pessoal de saber de facto. Não terás de passar a vida toda a ouvir falar de outras pessoas que estão a fazer...e tu...a perguntar como seria.
Não poderás fazer tudo, mas dá um passo, no tempo de Deus, para fazeres as coisas que sentes que Ele está a guiar-te a fazer.

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

CONTINUA A MOVER-TE EM FRENTE

No filme Rocky IV, o famoso pugilista Rocky Balboa diz para o seu filho: "Quando as coisas ficaram difíceis , começaste à procura de algo para culpar, como uma grande sombra. Deixa-me dizer-te algo que já sabes. O mundo não é tudo "sol a brilhar" e arco-íris. É um lugar muito maldoso e perverso e não importa o quão duro és, irá bater-te até ficares de joelhos, e irá manter-te lá permanentemente se deixares. Tu, eu, ninguém irá bater tão forte como a vida. Mas não é acerca do quão forte sofres, embates e continuas a mover-te em frente; quando podes levar "na cara" e ainda assim continuares a mover-te em frente. É assim que se vence! Por isso, se sabes o valor que tens, então vai e alcança o que tens valor para alcançar, mas tens de estar disposto a levar com os embates e não a apontar dedos a dizer que não estás onde querias estar por causa dele, ou dela, ou seja quem for. Cobardes fazem isso, mas tu não és assim. És melhor do que isso!"
Por vezes sentes que o problema é não teres força suficiente, não seres bom o suficiente. Mas não! Não depende da tua força, mas da tua decisão de não desistir, de não parar de lutar, acreditar e orar. Deus dá a força, d'Ele vem a vitória. Só precisa de uma coisa de ti: Fé para confiares n'Ele, na Sua força, no Seu tempo e no Seu propósito. E a decisão firme de não desistires e de continuares a mover-te para a frente é contigo, não importa o que aconteça. É assim que se vence!

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

DÁ O PRIMEIRO PASSO

Nick era um durão com mau aspecto. Trabalhava nos caminhos de ferro. Uma noite, depois de todos os colegas terem ido para casa, acidentalmente, fechou-se numa das carruagens refrigeradas. Preocupado com as baixas temperaturas, gritou por ajuda, mas não obteve resposta. Quanto mais pensava na situação, com mais frio ficava, até que começou a tremer descontroladamente. Convencido de que estava a morrer, escreveu uma carta à sua família explicando o que tinha acontecido. Na manhã seguinte, encontraram o corpo de Nick. A autópsia revelou que realmente morreu de frio. Mas os investigadores descobriram algo que os deixou intrigados. A carruagem onde Nick ficou preso estava avariada e tinha sido desligada. Na noite em que ele morreu a temperatura dentro da carruagem era de 16,1ºC, um pouco abaixo da temperatura ambiente. Mas, porque ele na sua mente, pensou que ia morrer, perdeu a batalha.
Aquilo em que acreditas sobre a tua vida é muito mais importante do que aquilo que qualquer outra pessoa acredita. Jó (3:25) disse: "O que eu temia me veio". Tem cuidado com o que antecipas; por vezes as expectativas negativas tornam-se profecias que acabam por concretizar-se. Deus prometeu ajudar-te, mas tu tens o voto decisivo. Ao focares-te nos aspectos negativos, estás a deixar o diabo derrotar-te. O Senhor Jesus disse: "...seja-vos feito segundo a vossa fé..." (Mateus 9:29). Então, faz segundo a Palavra de Deus e concentra-te nas Suas promessas em vez de te concentrares nos teus problemas. Quando o fizeres a tua fé elevar-te-á a um nível de vitória. Mas depende de ti dar o primeiro passo!

sábado, 28 de setembro de 2019

FELICIDADE

Felicidade implica sentir-nos bem connosco próprios. Baseia-se nos relacionamentos e realizações. Quando os nossos dons e capacidades são plenamente desenvolvidos e utilizados no trabalho da nossa vida, aumenta a nossa confiança e segurança. Eis sete (haverá mais certamente) segredos para sermos felizes no trabalho: (1) Encarar o trabalho como uma dádiva de Deus, não como uma punição (Eclesiastes 5:19); (2) reconhecer Deus como o verdadeiro patrão (Efésios 6:7,8); (3) Procura um trabalho compatível com os teus dons pessoais (1Pedro 4:11); (4) Aprender tudo o que for possível sobre o trabalho (Provérbios 1:5); (5) Usar a crítica em proveito próprio. Pede sugestões e correcções (Provérbios 13:18); (6) Fazer mais do que é esperado (Mateus 5:41); (7) Fazer do Senhor Jesus Cristo o nosso sócio de trabalho. Permanecer em Cristo durante todo o dia em que os deveres do trabalho serão levados a cabo com fidelidade (Isaías 26:3).

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

NOÉ

Se queres desfrutar da benção de Deus na tua vida, observa duas coisas na vida de Noé: 
Primeiro, ele honrava a Deus (Hebreus 11:7). Noé nunca tinha visto chuva, aliás nunca ninguém tinha! Vivia a 160 kms do oceano mais próximo. Mesmo que ele pudesse aprender a construir um navio, como o faria chegar até à água? E como reuniu ele aqueles animais todos? Durante 120 anos foi alvo de chacota dos amigos, de alguns familiares, de todos! Mas, porque ele honrou Deus, acabou no topo!
Segundo, ele obedecia a Deus (Génesis 6:22). A compreensão pode esperar, a obediência não. A obediência instantânea pode ensinar-te mais sobre Deus do que uma vida inteira de discussões bíblicas. De facto, há muitos mandamentos de Deus que só compreenderás quando Lhe obedeceres. Lê o que Deus disse a Noé depois de ele sair da arca (Génesis 9:1-3). Com Deus, a tua recompensa será sempre maior que a tua obediência. Por vezes, alguns tentam a obediência parcial: "Vou à Igreja, mas não dou o dízimo. Leio a Bíblia, mas não consigo perdoar a pessoa que me magoou." A obediência parcial é desobediência!
Porque razão a obediência é tão importante? Porque o Senhor Jesus disse: "Se me amardes, guardareis os Meus mandamentos" (João 14:15).

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

SÊ TU MESMO

Já alguma vez o teu professor de francês te tentou ensinar biologia? Ou o carteiro te cortou o cabelo? Já viste um cantor de ópera a andar a perseguir ladrões e a prendê-los? Já alguma vez viste um cozinheiro a fazer cirurgias ao coração? À partida acho que não. Porquê? Porque essas pessoas têm determinadas capacidades para a sua profissão e não para outras. Se nós todos fossemos por aí a tentar fazer tudo, com certeza que o mundo seria uma grande confusão. Imagina se fossem os carteiros a fazer de barbeiros, íamos todos usar chapéu para esconder o corte de cabelo. Ou se os professores de francês ensinassem biologia, íamos todos pensar que esqueleto humano é como a Torre Eiffel! E as pessoas que eram presas não faziam a mínima ideia de quais eram os seus direitos, se eles lhes fossem cantados em italiano, e tu com certeza não irias querer um bife no lugar do teu coração, pois não? Mas se cada uma destas pessoas fazer aquilo para o qual tem capacidade, vamos ter momentos de lazer muitos bons, receber a nossa correspondência a tempo, falar muito bem francês e deliciar-nos com refeições fantásticas. A Bíblia diz: "De modo que, tende diferentes dons, segundo a Graça que nos é dada..." (Romanos 12:6). É tempo de ires em busca do teu dom e de o desenvolveres. Não passes a tua vida a tentar ser uma pessoas diferente. Tu nascestes para seres quem és! Deus fez-te como és e quando tentas seres outra pessoa, o melhor que vais conseguir é ser o número dois. Por isso, sê tu próprio! Afinal, não há ninguém melhor para ser do que tu próprio.

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

OS PRINCÍPIOS DE JOSÉ

José tinha trinta anos quando se tornou Governador do Egipto. Tinha 17 quando foi vendido como escravo. Durante 30 anos lidou com a dor e a confusão, mas manteve o seu carácter e o seu compromisso com Deus, e deixou que as provas pelo qual teve de passar o fizessem triunfar. Então tu não podes simplesmente largar o arado, ter pena de ti próprio ou sentares-te sem fazer nada. José não se esqueceu do que lhe aconteceu. Mas Deus usou isso para enriquecer a sua vida. Deus deu dois filhos a José, e ele chamou-os de Manassés, que significa "Deus fez-me esquecer" e Efraim, que significa "Deus me fez crescer na terra da aflição". Deu-lhe também novas relações para substituir as antigas. Uma razão pela qual as antigas relações podem estar a destruir-te é porque ainda não as substituíste por novas. Andas a sair com as pessoas que te lembram as coisas passadas. Deus ajudou José a esquecer a dor do que aconteceu. Ele ainda tinha a memória, mas prosperou apesar disso. Quando se caminha com Deus, a promessa à nossa frente é sempre maior do que a dor que se deixa para trás. Não tentes ignorar ou fingir que nunca aconteceu. Deus dar-te-á a graça para lidares com isso. Faz uma lista das pessoas que te enganaram, e perdoa-lhes e entrega-os a Deus em oração (Colossenses 3:13). Diz a Deus que estás pronto para começar de novo. E começa hoje!

MEDO

Às vezes só se aprende a nadar quando se é atirado para o lado mais fundo da piscina. Quando isso acontece, percebemos que: (1) Se o permitirmos, o nosso medo vai afundar-nos. (2) Não conseguimos permanecer dentro de água muito tempo. (3) Quando já chegámos a um determinado ponto, não é possível voltar atrás, por isso temos de continuar em frente. Para ou desistir a meio do processo é fatal. (4) Aquilo que Deus nos deu (o ar para respirarmos) vai sustentar-nos e manter-nos à tona da água se apenas nos mantivermos descontraídos!
Se realmente quiseres chegar ao outro lado, tens de enfrentar aquilo que está diante de ti e esforçares-te por o ultrapassar. Por outras palavras, continua a dar braçadas! podes até estar a chorar enquanto nadas, mas continua a dar braçadas. O teu coração pode estar a "sair-te pela boca", mas continua a dar braçadas. É precisamente quando te sentes encurralado e sem escapatória que deves tomar a iniciativa e de fazeres uso daquilo que Deus colocou dentro de ti, e continuar a dar braçadas.
Às vezes precisamos de nos levantar em fé e lutar até conseguirmos a vitória, confiantes de que Deus está do nosso lado. As águas em que estás mergulhado não ditam o teu destino; elas tanto te podem ajudar a chegar ao outro lado, como contribuir para que te afundes. Tens de te levantar em fé e lutar contra os teus medos. Se desistires, Deus não pode fazer mais nada por ti. Por isso, se estás a nadar, seja de bruços, de costas ou de outra maneira, só uma coisa interessa: Continuar a dar braçadas!

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

TRÊS ETAPAS NA NOSSA CAMINHADA COM DEUS

Três vezes a Bíblia diz: "...levantou Abraão os olhos..." Essas vezes representam três etapas na sua caminhada com Deus. (1) Quando Deus Se revela (Génesis 18:1-3). Tem de haver um momento na nossa vida em que nos temos de encontrar com o Senhor; Temos de ir aos Seus pés e dizer: "Preciso de Ti, não passes do teu servo." (2) Quando Deus mostra a direcção certa (Génesis 22:4). Deus chamava Abraão para que oferecesse Isaque. O que está Deus a pedir-te hoje? Diz "SIM" e nunca te arrependerás. (3) Quando Deus faz coisas por ti de forma surpreendente (Génesis 22:13). Repara, Abraão não chamou Deus "Jeová Jireh" quando o carneiro subitamente apareceu. Não, antes que houvesse carneiro à vista, antes de chegarem ao local do sacrifício, Abraão disse que Deus iria prover (Génesis 22:8). A fé declara: "Antes de eu ter uma necessidade, Deus já colocou no seu lugar o suprimento divino." Sempre que estivermos onde Deus quer que estejamos, Ele suprirá todas as nossas necessidades (Filipenses 4:19).

DESCANSO

Vivemos num mundo envolto em acção. Há sempre mais alguma coisa a fazer e não há tempo para descansar adequadamente.
Mas Deus mostrou-nos que é muito importante tirar tempo para descansar, colocar os pés em cima da mesa e relaxar (Génesis 2:2). Se o próprio Deus fez uma pausa e descansou, nós não devíamos ficar admirados por termos de fazer o mesmo. Na verdade, o descanso é tão importante para Deus que Ele nos ordenou a cumpri-lo (Êxodo 20:8-11). Descanso é algo que temos de cumprir, não é uma opção! Separar um tempo para descanso não significa "boa vida"; fomos criados desta forma. Faz bem à nossa saúde e impede-nos de repetir erros, porque quando descansamos é mais fácil percebermos os nossos erros e colocarmos as coisas em ordem. O descanso recarrega as nossas baterias e ajuda-nos a manter Deus em primeiro lugar.
E já agora, para podermos descansar um dia por semana, é suposto que estejamos a fazer algo produtivo nos outros seis dias. Não podemos descansar de não fazer nada! Por isso, se estás de rabo sentado a semana toda, precisas de encontrar equilíbrio. Arranja uma semana ao estilo de Deus, seis dias de trabalho duro e um para descansar!

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

TENS VALOR

Hoje estás em dia não? Não consegues gostar de ti? Já alguma vez te sentiste inútil, patético ou um "mono"? Achas que Deus pode pensar o mesmo de ti? Não! Deus é louco por ti! (positivamente falando, claro). Nada em ti surpreende Deus. Ele sabe que não és perfeito, para Ele tu és uma obra em construção e Ele ama as tuas imperfeições, sim, todas elas! Não há "se", "mas" ou "talvez", o Seu amor por ti é incondicional. Na verdade, "Ele se deu a Si mesmo por nós, para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para Si um povo Seu, especial e zeloso de boas obras." (Tito 2:14). Mesmo que te sintas tão inútil como um telemóvel sem o cartão SIM, Deus quer usar-te. Tu és amado e escolhido por Deus, para seres usado por Ele tal como és e estás.
Agarra-te a essa confiança que Deus tem em ti. para Ele, tu nunca és inútil!

DEUS NO CONTROLE

Por toda a Bíblia, os nomes têm um significado mito importante e normalmente expressam o carácter e a identidade dessa pessoa, sendo o Senhor Jesus Cristo o melhor exemplo (Salvador, O Ungido). Mas no livro de Rute nós lemos acerca de uma mulher que decidiu mudar o nome para pior Naomi perdeu o seu marido e, mais tarde, os seus dois filhos. Ela passou de Naomi, que significa "a minha alegria" para Mara, que significa "amarga". Ela deixou que as circunstâncias determinassem a sua vida quando na realidade ainda existiam muitas coisas boas à sua frente, incluindo ajudar a sua nora Rute, que iria acabar por se tornar um dos antepassados do próprio Senhor Jesus Cristo! Infelizmente, Naomi deixou que o pessimismo conduzisse a sua vida, sufocando toda a esperança que havia dentro dela. Não deixes que isso te aconteça. Se as coisas à tua volta estão a mudar, abraça a mudança e apanha a onda. Deus ainda está no controle e ainda tem coisas guardadas para ti também. Nós podemos pensar que a nossa vida chegou a um beco sem saída mas Deus tem uma forma misteriosa de nos surpreender com aquilo que nunca pensámos ser possível. Por isso, em vez de teres uma "mentalidade de Mara", deixa que Deus faça aquilo que Ele quer: "...é capaz de fazer muito mais do que pedimos ou pensamos..." (Efésios 3:20).

terça-feira, 6 de agosto de 2019

PREPARAÇÃO

Só modificaremos a nossa vida quando mudarmos alguma coisa que fazemos diariamente. O sucesso não ocorre de repente e o mesmo sucede com o fracasso; cada um é o resultado de um processo. Cada dia da nossa vida é apenas uma preparação para o seguinte. A questão é: Estamos a preparar-nos para o quê? Estamos a educar-nos para o fracasso ou para o sucesso? Só se estivermos na vanguarda dispostos a esforçar-nos é que fim acabaremos por colher a recompensa.
Lembras-te da história da cigarra e da formiga? Durante o verão, a formiga esteve em constante labor, reunindo alimentos (Provérbios 30:25). Entretanto, a cigarra brincou durante todo o verão. Quando chegou o inverno, a formiga retirou-se para a sua casa e goza a vida. Ela pagou o preço; agora, goza a recompensa. Mas agora é a altura para a cigarra, que esteve a brincar, pagar. Morre de fome, ao frio, porque não compreendeu que a única preparação adequada para o amanhã é o uso correcto do hoje!
Quando andávamos a estudar, estudávamos de tal modo para um exame que entrávamos na sala de aula com absoluta confiança, sabendo que iríamos ter boa nota! podemos levar esse tipo de confiança a cada dia da nossa vida. Infelizmente, muitos não orientam a sua vida, apenas a aceitam. A vida não é um desfile de modas. Não temos segunda hipótese. Benjamin Disrael disse certa vez: "O segredo do sucesso na vida é a pessoa estar pronta quando o seu tempo chegar." Respondamos a esta questão: "Se Deus nos desse as coisas que pedimos, conseguiríamos lidar com elas?"

A ECONOMIA de DEUS

O medo faz-nos reagir emocionalmente, levando-nos a fazer todas as coisas erradas. Abandonamos os princípios da Bíblia e vangloriamo-nos por tudo o que conseguimos alcançar, guardando e acumulando para o caso das coisas piorarem. Não te rendas aos medos da nossa cultura que, cada vez mais, exclui Deus. Em vez disso, fielmente, segue a economia de Deus para tempos difíceis. Quando a nação de Israel fez isso desfrutou de grandes colheitas. Mas quando retiveram e guardaram o que Deus tinha providenciado para eles, Ele disse: "Com maldição sois amaldiçoados, vós toda a nação" (Malaquias 3:9). Ter abundância ou falta, apenas dependia das suas atitudes e acções relativamente à economia de Deus. Os Seus princípios pedem o seguinte: "Trazei todos os dízimos à casa de Deus", não apenas uma parte deles (Malaquias 3:10). Se eles honrassem ao Senhor com a sua fazenda e com as primícias  de toda a sua renda, os seus celeiros encher-se-iam abundantemente e os seus lagares transbordariam de mosto (Provérbios 3:9,10). O Senhor Jesus ensinou que se dermos, ser-nos-á dado segundo a mesma medida (Lucas 6:38). Tu, não a economia, é que determina  a medida da tua colheita pela medida da semente que semeares (2Coríntios 9:6).  Deus promete que alma generosa engordará, e o que regar também será regado (Provérbios 11:24,25). A economia de Deus funciona em qualquer economia! (Mateus 6:34).

segunda-feira, 15 de julho de 2019

CURA

Acontece todos os dias. Talvez esteja a acontecer agora mesmo no seu lar: expectativas irrealistas, infidelidade e promessas por cumprir, que destroem uma vida inteira de amor e confiança. Felizmente, Deus restaura os relacionamentos destroçados e a confiança perdida. Quando alguém que tu amas está em sofrimento, dá tempo ao tempo. A cura é um processo, não um acontecimento. As feridas emocionais demoram a sarar. Talvez estejas a pensar: "Mas eu já pedi desculpa vezes sem conta. Quanto vai demorar até ele/ela recuperar a confiança em mim?" O tempo que for preciso! Exigir que o coração da outra pessoa sare ao teu ritmo só atrasa o processo. "Mas se ele/ela realmente me tivesse perdoado, não estaria sempre a levantar o assunto." Isso não é verdade! No dia em que essa pessoa puder levantar o assunto sem que tu te irrites, a cura será mais rápida. Depois, não esperes que as coisas voltem logo ao normal. O normal é isso não acontecer! Já reparaste como temos tendência a proteger instintivamente um membro ferido de quaisquer encontrão ou pancada? Para aquele que magoou está tudo na mesma, mas para a pessoa magoada e vulnerável, agir normalmente é impossível. Sendo mais realista e fazendo menos pressão, tu acelerarás e promoverás o processo de cura. E por último, não te esqueças que cada pessoa sara a um ritmo diferente. "Há tempo de chorar e tempo de rir, tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar." (Eclesiastes 3:4,5). Sê sensível. permite que Deus te ajude a ser paciente e a crescer, à medida que dás tempo à pessoa que amas para sarar.  

terça-feira, 9 de julho de 2019

CARÁCTER

Leslie Williams conta: "Um homem que vivia da extracção de petróleo descobriu que alguém, ilegalmente, extraia petróleo da sua propriedade. Quando essa pessoa foi a tribunal conseguiu subornar o juiz, fazendo que as culpas caíssem no proprietário do terreno. Apesar disso, em vez de declarar bancarrota o, o proprietário pagou tudo. O outro morreu rico. O proprietário não. Um deixou um legado de dinheiro, o outro, um legado de honra. eu sei, porque aquele proprietário era o meu avô." Williams continua: "Eu ensinei numa escola onde um dos directores tinha um caso com uma aluna, havia transferências financeiras suspeitas que quase custaram à escola o seu encerramento, alunos e professores que não apareciam nas aulas. Os professores davam resultados negativos aos alunos de quem não gostavam. Boatos maliciosos criaram uma queda de cinquenta por cento no valor de negócios dessa escola. O resultado foi uma escola apanhada numa espiral descendente de mesquinhez, padrões baixos e invejas. Que diferença faz o carácter? Agora trabalho numa universidade onde os administradores tomam decisões difíceis mas necessárias para a sobrevivência da instituição e para o respeito mútuo. Professores apanhados na cama com alunos são despedidos. As drogas e o álcool são punidos. Os professores e alunos são obrigados a aplicar-se nas aulas. O dinheiro é auditado e as transacções são controladas. Esta escola recebeu um nível de acreditação quase perfeito. O resultado é uma atmosfera de amor familiar. Construíram cinco edifícios novos para lidar com o cada vez maior número de alunos."
O Apóstolo Paulo diz: "E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança." (Romanos 5:3,4). Tentar circundar o princípio do sofrimento quando se constrói o carácter pode trazer alívio temporário, mas a longo prazo vamos acabar por perder. O Senhor Jesus passou por todo o processo desde o início até ao fim. A construção do carácter envolve sempre uma cruz, mas o resultado final é sempre uma coroa!

segunda-feira, 8 de julho de 2019

VOCAÇÃO

Se queremos ser como Jesus, temos de dar especial atenção às Suas palavras: "E, como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazeis vós também. E, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam." Lucas 6:31,32. Ama, sem esperares nada em troca. Dá, mesmo que saibas que não te vão agradecer. Perdoa, mesmo que não te perdoem. Chega cedo, fica até tarde, investe mesmo que ninguém repare. O Apóstolo Paulo chama a este tipo de procedimentos "...soberana vocação..." (Filipenses 3:14). E há uma razão: Nenhum de nós estabeleceria tais padrões para si mesmo. Se pensas que algumas pessoas são naturalmente mais dedicadas que outras, pensa melhor. O amor é uma escolha, uma escolha difícil! Não podes amar os outros enquanto passares tempo a olhar para o espelho, ou dares enquanto estiveres agarrado ao que tens. O amor irá custar-te o teu tempo, o teu dinheiro e a tua preocupação contigo mesmo. Se pensas que se te limitares a ir à Igreja a um domingo de manhã, leres um livro ou assistir a um seminário que te vai transformar no tipo de pessoa que estou a falar...boa sorte! Não há santos pré-embalados, não há uma fórmula para fazer jorrar o amor de Deus. Para se ser dedicado amar, tens de levar a tua cruz, negar-te a ti mesmo e fazer dos outros a tua prioridade. Lembras-te da mulher apanhada em adultério? O Senhor Jesus parou para a alcançar, ficou do seu lado enquanto ela estava a ser atacada, e depois mandou-a para casa redimida e com um novo objectivo. Queres ser como Ele? Vai e procura pessoas que estão a sofrer, sem esperança e até no caminho errado. Quando as encontrares, mostra-lhes a Palavra de Deus até estarem redimidas, restauradas e no caminho certo. A isto chama-se viver desinteressadamente!

sábado, 6 de julho de 2019

HONESTIDADE

A fim de prosperar em tempos difíceis é importante, em primeiro lugar, que resistas à ganância. A necessidade de tentar acompanhar os nossos vizinhos escraviza-nos e stressa-nos. O Senhor Jesus identificou a lei da diminuição de retorno, quando há cobiça ("Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui." Lucas 12:15). O nosso valor não pode ser construído com base no nosso património. Partilhar, e não possuir coisas traz alegria e satisfação duradouras. Em segundo lugar, não sejas fiador. Não é um conselho, é uma ordem divina. Os teus amigos que já tiveram problemas por serem fiadores de dívidas irão todos dizer: "Ámen!" Deus não diz para não ajudar os outros. Ele abençoa os que ajudam os necessitados. Mas a Sua forma de ajudar é através da oração, dando, emprestando sem esperar nada em troca, oferecendo conselhos sábios, mas não assumindo as dívidas dos outros. E, em terceiro lugar, trabalha com afinco (Provérbios 13:11; 22:29). Mesmo numa economia mais difícil, Deus irá promover os honestos, os que demonstram capacidades, os trabalhadores e colocá-los nos lugares mais altos e de maior prosperidade!

COMUNHÃO

Já pensastes no motivo porque algumas espécies de aves, quando voam em conjunto nas viagens de migração, voam em "V" e não simplesmente ao acaso? É porque sabem que, para aguentar as longas viagens migratórias, precisam de voar em grupo. Os cientistas dizem que seguir em "V" aumenta em 71% a capacidade de voo das aves. Cada vez que um pássaro bate as asas, cria ondulação suficiente no ar para que o que vem a seguir possa subir mais facilmente, dando-lhe estabilidade, minimizando o seu esforço e conservando a sua energia. Um pássaro, por si mesmo, nunca conseguiria terminar o percurso; mas, quando viajam em "V", todos, do mais velho ao mais novo, do saudável ao debilitado, chegam ao fim do percurso. Por outras palavras, alcançam colectivamente o que nunca poderiam conseguir sozinhos.
Quando a Bíblia diz para que "Não deixemos de nos congregar..", está a exortar-nos para que sigamos em "V". Independentemente da nossa posição social, da nossa chamada, dons ou nível de maturidade, podemos ter a certeza de que não fomos criados para "voar" sozinhos. Somos membros do Corpo de Cristo, criados para trabalhar em conjunto uns com os outros (1Coríntios 12:21). Por vezes a desorientação ou a autoconfiança podem levar um pássaro a afastar-se do grupo. Rapidamente as suas asas tornam-se pesadas de exaustão e ele começa a perder altitude. Alguns conseguem voltar para o grupo, que continua a voar em "V", e recuperam o ritmo perdido, mas outras não e acabam por perder-se.
O Senhor Jesus disse: "Olhai para as aves do céu..." (Mateus 6:26). Por isso, vamos seguir em "V" (comunhão com os irmãos) sem hesitações!

sexta-feira, 5 de julho de 2019

DUAS COISAS QUE A CRUZ NOS MOSTRA

Na cruz conseguimos ver duas coisas:
1) O que Deus sente relativamente ao pecado. Deus, que é santo, "sente" o nosso pecado em todas as suas formas como sendo completamente ofensivo e punível com a morte. O assunto do arrependimento não é muito agradável numa geração que racionaliza o pecado. Mas um bom médico dir-te-á o quão doente tu estás para te poder dar o medicamento que te irá curar.
2) O que Deus sente relativamente aos pecadores. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu Filho Unigénito, para que todo aquele que n'Ele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16).
Segundo o jornal Chicago Tribune de 22 de Junho de 1997, o instrutor de pára-quedismo, Michael Costello, de 42 anos, saltou de um avião a doze mil pés de altitude, com um skydiver chamado Gareth Griffith de 22 anos. O novato estava prestes a descobri o quão bom o seu instrutor era, pois quando puxou o cordão o seu pára-quedas não abriu. Caindo em direcção ao chão enfrentava a morte certa. Mas foi que o seu instrutor fez uma coisa fantástica. Pouco antes de chegar ao chão, ele fez todos os esforços para chegar primeiro, para que o novato pudesse cair em cima dele. O instrutor morreu imediatamente. O novato fracturou a coluna, mas não ficou paralisado. Na cruz do Calvário, Jesus Cristo aparou a queda por ti, por nós!

NÃO DEIXES QUE O MEDO TE PARE

Pergunta a ti mesmo: "O que é que eu poderia fazer, se não tivesse medo de falhar?" O Senhor Jesus contou uma parábola sobre um homem que confiou o seu negócio a três trabalhadores. Ao primeiro trabalhador entregou cinco talentos, ao segundo dois e ao terceiro um. Na Bíblia um talento equivalia a cerca de quinze anos de salário. Era, portanto, uma oportunidade a agarrar. Foi um momento de decisivo que deu a cada um deles a oportunidade de testar as suas capacidades, desenvolver a sua iniciativa, serem bons avaliadores e lucrar com o seu investimento. Os primeiros dois trabalhadores fizeram exactamente isso e duplicaram os seus talentos. Mas o terceiro teve medo de falhar e enterrou o seu talento. O Senhor Jesus descreve este homem como sendo mau e negligente e disse que os seus talentos lhe seriam tirados e seriam entregues a um dos trabalhadores que tinham mostrado capacidade para os fazer render. Ele não foi julgado pelo que fez, mas foi julgado por não ter feito nada! O medo das pessoas, o medo de falhar e o medo da rejeição podem tentar enterrar o teu dom. Não deixes que isso aconteça! A menos que tenhas coragem para começar, já estás acabado. Quando Deus chamou pessoas como Moisés, Gedeão, Ester e outros, todos eles tiveram de ultrapassar os seus medos naturais, também tu o tens de fazer. Quando estavam no deserto, o medo de passar necessidades fez os israelitas quererem voltar para trás, para a escravidão. O medo da perseguição fez com que os discípulos abandonassem o Senhor Jesus na Sua hora mais difícil, e levou Pedro a negá-Lo três vezes. Recusa-te a deixar que o medo te pare!

quinta-feira, 4 de julho de 2019

FAZER AMIGOS

Um homem comprou uma televisão nova e alguns dos seus vizinhos foram ajudá-lo a instalar a antena no telhado. Não estavam a conseguir grande coisa, até que um individuo que estava a morar no bairro há pouco tempo, apareceu com uma enorme e aparatosa caixa de ferramentas e acabou o trabalho na perfeição. No final, quando todos se congratulavam pelo trabalho bem feito, perguntaram  ao novo vizinho para que serviam ferramentas tão boas. Sorrindo, ele respondeu: "A maior parte das vezes, servem para fazer amigos! Infelizmente, esse tipo de comportamento prestativo já não é norma no mundo de hoje; o egoísmo tornou-se o procedimento mais comum (2Timóteo 3:1-6). Tens-te deparado com coisas deste género ultimamente? Experimenta estacionar num lugar que outro condutor quer, ou observa como clientes numa fila se acotovelam uns aos outros para ver quem é primeiro atendido. O princípio de colocar os outros em primeiro lugar não teve origem numa estratégia de relações públicas; veio directamente de Deus. O Senhor Jesus disse: "Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles." (Mateus 7:12). Por isso da próxima vez que alguém se meter à tua frente na fila de trânsito, ou te tratar com menos cortesia que a esperada, em vez de te irritares ou reagires mal, encara isso como uma oportunidade de colocar a outra pessoas em primeiro lugar.

PARA O MELHOR E PARA O PIOR

Numa manhã bastante movimentada, numa sala de urgências completamente cheia, uma enfermeira ajudou a instalar um senhor de idade que tinha ido remover alguns pontos da sua mão. Ele disse: "Estou com pressa senhora enfermeira, tenho um compromisso daqui a uma hora." Uma vez que a fila de pacientes à sua frente estava muito lenta, o homem continuava ansiosamente a olhar para o seu relógio. Sabendo que ele nunca chegaria a horas ao seu compromisso, a enfermeira levou-o para uma sala de observações, verificou os seus sinais vitais e avaliou a condição da sua ferida. Vendo que estava bem curada, ela consultou um dos médicos e obteve permissão para remover os pontos e voltar a ligar a ferida daquele homem. A enfermeira, vendo que o homem continuava com pressa, perguntou-lhe: "Está com pressa para outra consulta?" Ele respondeu: "Não, vou tomar o pequeno almoço com a minha mulher na casa de repouso." E a enfermeira perguntou sobre a saúde da mulher dele e o homem explicou-lhe que ela sofria da doença de Alzheimer. "Ela vai ficar aborrecida se se atrasar?" O homem respondeu-lhe que há cinco anos que a sua mulher não o reconhecia. Surpreendida, a enfermeira perguntou: "E ainda assim, mesmo sem ela saber que é o senhor, vai vê-la todas as manhãs?" O homem sorriu, acariciou-lhe a mão e respondeu: "Pois é, ela não sabe quem eu sou, mas eu continuo a saber quem ela é!"
O amor para o melhor e para o pior significa estarmos comprometidos um com o outro em todas as fases e circunstâncias da vida. É assim que Jesus Cristo nos ama. E é por isso que Ele disse: "Um novo mandamento vos dou: Que vos amei uns aos outros, como Eu vos amei a vós." (João 13:34).

quarta-feira, 3 de julho de 2019

SABEDORIA de DEUS

Deus não faz regras e regulamentos para cada, em vez disso Ele dá-nos linhas orientadoras e princípios e permite-nos tomar decisões. Isto porque Ele é glorificado quando escolhemos consultá-Lo, confiar n'Ele e obedecer-Lhe. O Apóstolo Tiago escreve: "E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada." (Tiago 1:5). Nós para vivermos precisamos de aprender a depender da sabedoria de Deus. Quando o fizermos, ficaremos espantados com a maneira como as coisas se encaixam. Com a sabedoria de Deus vem uma notável falta de medo. Não somos mais intimidados pelas circunstâncias ou pelas opiniões daqueles que estão à nossa volta. Podemos perder um trabalho ou ser promovidos, e nenhumas das duas situações nos faz descarrilar. Podemos chegar a um vale inesperado ou podemos subir até ao cume do sucesso, e lidar igualmente bem com as duas situações. Isto porque a sabedoria de Deus nos dá equilíbrio, discernimento e estabilidade. Nenhuma destas coisas é um traço natural, mas cada uma delas é um produto derivado da sabedoria que vem de Deus. Não as alcançamos simplesmente porque somos cristãos. Não! Alcançamo-las porque as pedimos! A sabedoria de Deus dá-nos o "sexto" sentido que precisamos para situações confusas, e a força para continuar com confiança, em vez de perguntas sem respostas. Hoje, precisas de sabedoria? Passa tempo com Aquele que disse: "Porque Eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem." (Lucas 21:15).

ORAÇÃO CORAJOSA

Pensa-se que a oração mais corajosa da Bíblia seja a de David, no Salmo 139. Lê e pergunta a ti mesmo se és corajoso o suficiente também para a fazeres. "O quê? Deixar Deus mexer nas minhas coisas? Deixar Deus conhecer os meus momentos mais sombrios? O que vai na minha mente, o que eu apronto com os meus amigos e ainda o que eu faço quando ninguém está a ver?" Pede-lhe para Ele preencher uma ficha com o historial do que Ele pensa de ti. Atreves-te a deixá-Lo comparar a tua vida, as tuas atitudes e acções com as d'Ele? Ninguém pode fazer boa figura com uma oração destas, pois não? Então para quê fazê-la? Para quê pedir para ser analisado à lupa? Só percebemos que estamos mal quando Deus nos mostra. Estamos sempre a inventar desculpas para aquilo que fazemos de errado e por fim até acabamos por acreditar que não tem problema, que é aceitável ou até mesmo certo! Mas quando permitimos que Deus tome conta da nossa confusão, algo incrível acontece. A Bíblia diz que aqueles que se deixam levar pela sua natureza pecadora vivem apenas para dar prazer a si mesmos, mas aqueles que seguem o Espírito Santo fazem o que agrada a Deus. Seguir o Espírito Santo leva à vida e paz. Esta não é apenas a oração mais corajosa, é também a melhor oração a fazer. É como as estrelas, quanto mais escura a noite, mais elas brilham!

terça-feira, 2 de julho de 2019

PROVAS

Se pudéssemos falar com os três jovens hebreus sobre a sua experiência com o Senhor no forno ardente (Daniel 3:25-27), talvez eles a descrevessem assim: "O fogo estava à nossa volta. As chamas crepitavam com impetuosidade, no entanto, surpreendentemente, a nossa pele mantinha-se intocada. Não fazíamos ideia do que se passava. Depois, algo se moveu entre as cinzas, não estávamos sós. De repente, do fumo, saiu uma Pessoa brilhante, reluzente! Nunca soubemos o Seu nome, Ele nunca o disse. ele não disse nada. Mas só o simples facto de saber que estava ali, serviu de grande conforto. A Sua presença protegeu-nos no meio da crise. Agora, isso não significa que o fogo tenha desaparecido, ou que o calor o tenha reduzido. Não, continuava a arder, mas o brilho das chamas eclipsava-se com o brilho da Sua presença. Não voltámos a vê-Lo, apareceu apenas quando precisamos d'Ele. No entanto uma coisa é certa, olhando para trás ficamos felizes por nos terem arrastado da presença do rei cruel para a presença do Justo! Na Sua presença aprendemos que "Toda a ferramenta preparada contra Ti não prosperará; e toda a língua que se levantará contra Ti, Tu a condenarás; esta é a herança dos servos do Senhor."" (Isaías 54:17).
Neste momento estás a passar por uma prova de fogo? Se for esse o caso, não estás só, Deus está contigo! Quando Ele te libertar vais conhecê-Lo melhor, confiar mais n'Ele, e ter algo a dizer que outros vão querer ouvir.

SEMEAR

A Bíblia diz: "E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância também ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza ou necessidade, porque Deus ama ao que dá com alegria. Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra. Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, e pão para comer, também multiplicará a vossa sementeira, e aumentará os frutos da vossa justiça." (2Coríntios 9:6-8,10).
Tu dás por medo ou com alegria? Muitas vezes não se trata de ganância ou ser contra sustentar a obra de Deus; simplesmente, as pessoas pensam que se não cuidarem dos seus próprios interesses, mais ninguém o fará. É semelhante ao agricultor que, com medo de perder a sua semente, recusa-se a plantar seja o que for. Não retenhas a semente que Deus te deu. A promessa d'Ele para ti é: "O que semeia em abundância, em abundância também ceifará." Se mostrares generosidade a Deus é uma prioridade para ti, não há razão para teres medo. O Senhor Jesus disse: "Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas as coisas vos serão acrescentadas." (Mateus 6:33). Quando nos esforçamos por ser canais de benção para o Reino, Deus promete aumentar a nossa "reserva de sementes". Aquele que se junta à equipa de Deus é abundantemente recompensado por cada boa obra.
Quando encaramos o dinheiro na perspectiva de Deus, o nosso medo já não passa por darmos a mais, mas sim por não semearmos o suficiente!

segunda-feira, 1 de julho de 2019

RELACIONAMENTO

Conta-se a história de um buldogue que se divertia a troçar de um caniche, chamando-lhe fracote, e que acabou por lhe propor um desafio: "Vamos ver quem é que consegue abrir mais depressa a porta de casa e entrar lá para dentro." O buldogue planeava fazer girar a maçaneta da porta com as suas grandes patas, partindo do pressuposto de que o caniche nem sequer conseguiria erguer-se o suficiente para lá chegar. Mas, para sua surpresa, o caniche disse: "Eu consigo entrar em casa mais depressa do que tu. Aceito o desafio." O buldogue tentou primeiro, sob o olhar atento do caniche, correu até à porta e saltou para chegar à maçaneta, mas não conseguiu agarrá-la de forma a esta rodasse convenientemente. Ficou exausto de tanto tentar que desistiu! Depois, chegou a vez do caniche; ele foi até à porta, arranhou-a algumas vezes e sentou-se pacientemente à espera. Segundos depois o seu dono apareceu, abriu a porta e pegou nele ao colo, fazendo-lhe festas enquanto o levava para dentro de casa.
O relacionamento é que fez a diferença nesta situação. Alguns cristãos "são autênticos buldogues; ladram, rosnam, saltam", numa tentativa de impressionar Deus. Deixa-te disso! A Bíblia diz: "Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós." (Tiago 4:8).

DEUS AMA-TE E VALORIZA-TE!

Um comerciante visitava uma mostra de jóias quando reparou numa pedra azul violeta do tamanho de uma batata. Surpreendido, perguntou ao vendedor: "Quer 15 dólares por isto?" O vendedor, pensando que a pedra não era tão bonita como as outras que estavam junto àquela, vendeu-lha por dez dólares. Aquela pedra acabou por ser certificada como uma Safira Estrela natural de 1,905 quilates, avaliada em 2.8 milhões de dólares! Foi preciso um conhecedor de pedras para conhecer o seu valor. Já alguma vez pensastes o quanto Deus te ama? Se não, olha para a cruz. Talvez estejas desapontado porque pediste algo a Deus e Ele não fez aquilo que tu pensas que Ele deveria ter feito. Mas antes de sentires que não és amado, pára um pouco e olha para trás. Será que Ele já não te abençoou e segurou firmemente quando passastes por lugares complicados e difíceis? Tem sido uma longa corrida, mas Ele continua a segurar-te, não é? Não ajas como se Deus não te amasse apenas porque Ele nem sempre faz o que gostarias.
A nossa sociedade tem passado tanto tempo a criticar as diferenças que não consegue ver Deus na diversidade. Apenas porque és diferente não quer dizer que sejas "menos do que". Não! És apenas diferente! Tu és único e tens qualidades únicas para seres uma benção para os que estão à tua volta. Lembra-te que as pessoas são abençoadas porque tu és sincero e disponível, não porque és perfeito. Então, a próxima vez que te sentires inútil, pára e lembra-te: "Deus ama-te e valoriza-te!" 

sexta-feira, 28 de junho de 2019

APRENDENDO COM JESUS

Imagina que és uma criança a estudar Astronomia. Lês-te sobre a primeira missão à Lua e começas a colocar à tua professora todo o tipo de questões sobre o espaço. Mas as respostas da tua professora são do tipo "Bem, eu imagino que..", ou "Eu penso que...", ou ainda "Talvez...". E porquê? Porque ela nunca lá esteve! Mas, imagina que no dia seguinte entra na sala de aula o astronauta Neil Armstrong e diz: "Coloquem as vossas questões.", diz a professora. E Armstrong vai quase de certeza responder a todas elas. E porquê? Porque ele esteve lá e andou sobre ela! Não há especulação nem hesitação, ele fala com convicção. Tal como o Senhor Jesus o fazia: "Portanto os ensinava como tendo autoridade..." (Mateus 7:29). O Senhor Jesus conhecia as dimensões do Céu. Ele sabe as palavras das letras cantadas pelos anjos. Ele conhece o Pai, e Ele quer partilhar o Seu conhecimento contigo: "...ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar." (Mateus 11:27).
Mas repara no que o Senhor Jesus diz a seguir: "Vinde a Mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de Mim..." (Mateus 11:27,28). Repara nas palavras "aprendei de Mim".  ele quer nos ensinar a lidar com o nosso dinheiro, com o nosso casamento, com as nossas mudanças de humor, como viver da melhor forma aqui na Terra, e como chegar ao Céu. E não precisamos nós de aprender?
A era da informação que vivemos transformou-se na era da confusão. Sabe-se demasiado como fazer, mas muitas vezes não se sabe a razão por que se faz. Precisamos de respostas. Respostas que só o Senhor Jesus tem!

VÊ-TE COMO DEUS TE VÊ

A Bíblia ensina que Deus trabalha através de "...vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós." (2Coríntios 4:7). Desta forma, quando as pessoas vêm coisas boas em nós, sabem que é de Deus. O Senhor Jesus Cristo salientou que um pote de barro com uma vela lá dentro com uma tampa, pode estar cheio de luz, mas as pessoas não a vêem. Só se o vaso se partir, ou se lhe tirar a tampa se consegue ver a luz. "Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus." (Mateus 5:16). Nada a nosso respeito surpreende Deus, porque "Ele escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias, e as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes, para que nenhuma carne se glorie perante Ele." (1Coríntios 1:27-29).
Então, ao saberes isto, podes aceitar-te a ti próprio e amar-te tal como Deus o faz? Se tiveres uma atitude de julgamento em relação a ti próprio, estás a contradizer a Sua Palavra. O Apóstolo Paulo recusou-se a julgar-se a si próprio "...muito pouco se me dá de ser julgado por vós, nem eu tão pouco a mim mesmo me julgo." (1Coríntios 4:3). Paulo tinha aprendido a deixar o passado para trás e a continuar, mas nunca pensou que tivesse já alcançado tudo (Filipenses 3:12-14).
Ele estava consciente das áreas nas quais precisava de trabalhar, mas recusava-se a estar sempre a castigar-se por causa delas. Nunca te esqueças que Deus tem pensamentos altos acerca de ti, que enviou o Seu Filho para te salvar da morte eterna.
Quem te aperfeiçoa? Deus! Tu és um trabalho em evolução, por isso começa a ver-te a ti mesmo como Deus te vê!

O TEMPO de DEUS

A Bíblia diz que tudo tem um tempo determinado (Eclesiastes 3:1). Então, não importa o quanto possas fazer, nunca conseguirás impedir as mudanças de estação na tua vida. Há algumas situações que não são para tu mudares, são apenas para sobreviveres a elas! O Apóstolo Paulo chama a esses tempos de "...leve e momentânea tribulação..." (2Coríntios 4:17). Quando não podes mudar as circunstâncias, deves aprender a crescer através delas. No Inverno, as árvores, aproveitam a estação para refazerem as suas forças e prepararem-se para serem frutíferas na estação seguinte. A sua seiva corre por baixo da terra. Então, na Primavera, ela faz o seu percurso de volta na forma de um novo crescimento. Olhando para a tua vida em retrospectiva, descobrirás que as tuas realizações forma sazonais. Após o crescimento vem a luta, e vice-versa. Cada estação tem o seu propósito. Deus tem uma razão para querer que sejas produtivo o tempo todo. Quando Ele permite que os ventos do Inverno soprem sobre a tua vida, está a preparar-te para a Primavera vindoura.
Uma das questões com as quais vais deparar-te no tempo de espera é a ansiedade, e isso pode fazer-te tomar decisões permanentes com base em circunstâncias temporárias. Não faças isso! Nem toda a situação requer acção imediata. Lembra-te, a paciência  vem da confiança, e não podes confiar num Deus que não conheces. É por isso que precisas de dedicar mais tempo a relacionar-te com Ele através da leitura da Sua Palavra e da oração.

A PAZ de DEUS

Sentes a tua vida vazia? Anseias por paz, por saberes que os teus pecados são perdoados e pela certeza de ires para o Céu? Então deposita a tua confiança em Jesus Cristo e faz d'Ele o Senhor da tua vida.
Como? Perguntas tu. Seguindo o caminho da salvação descrito na Bíblia, mais concretamente na Epístola aos Romanos.
Passo 1: Diz a Bíblia: "Pois todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus." (3:23). Não há nada a fazer, todos somos pecadores e precisamos desesperadamente de um Salvador.
Passo 2: Diz a Bíblia: "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor." (6:23). A palavra "evangelho" significa "boas novas"; e essa boa nova é que todos os nossos pecados foram apagados na cruz.
Passo 3: Diz a Bíblia: "Mas Deus prova o seu amor para connosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores." (5:8). Nós não podemos herdar a salvação através das boas obras, por mérito próprio ou por sermos boas pessoas. Deus dá-a de graça. A única coisa que precisamos de fazer é recebê-la pela fé.
Passo 4: Diz a Bíblia: "A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos serás salvo." (10:9).
Faz agora esta oração: "Senhor, te entrego a minha vida. Vem habitar no meu coração. Pela fé eu recebo o dom da vida eterna. Obrigado por teres feito as pazes comigo, Senhor. Em nome de Jesus."

quinta-feira, 27 de junho de 2019

DEUS NÃO MUDA

Deus pode fazer-te sentir confortável mesmo nos lugares mais desconfortáveis. Ele pode libertar-te de situações nas quais tu pensavas que ficarias preso para sempre. Ele pode dar-te paz, mesmo no meio do drama. Antes da tua vida acabar, tu viverás, amarás e experimentarás perda. Perder algumas coisas ajudar-te-á a apreciar as coisas que ainda tens. É o sabor do falhanço que faz o sucesso ser tão doce. Como podes celebrar a vitória se nunca soubeste o que era perder? Podes viver cada dia sem saber o que o amanhã te reserva, mas saberás que Deus sustém todos os teus amanhãs. Eles não estão nas mãos do teu patrão, do teu chefe, do corrector da bolsa, do teu marido, ou da tua esposa, ou de qualquer outra pessoa. Nem estão nas tuas mãos para que possas manipulá-los e controlá-los. Não! Todos os teus amanhãs estão nas mãos de Deus! Por isso, seja o que for que faças, esforça-te por O conheceres, porque tu precisas d'Ele! E Ele estará lá para ti. Ele estará lá quando tudo e todos já tiverem ido embora. Ele estará lá para ti nos locais mais escuros. A promessa d'Ele para ti é: "O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã." (Salmo 30:5). Não importa quão longa é a noite, a manhã nasce sempre e com ela a alegria. Pensa nisso, a noite pode ter sido escura, mas tu sobreviveste para ver a manhã. Não foi? De alguma forma, a Graça de Deus protegeu-te, deu-te tudo o que precisavas, amparou-te, acalmou-te, confortou-te e ajudou-te a ultrapassar todas as coisas.
O tempo passa, as estações mudam, mas Deus não. Ele é sempre o Deus de toda a consolação e está a olhar por ti hoje!

JÁ ENCONTRASTE A TUA RAZÃO PARA VIVER?

Um dia, uma mulher deprimida saltou de uma ponte para um rio. Sem pensar, um homem que estava por perto saltou também para a salvar. Mas o homem , subitamente, lembrou-se que não sabia nadar, então começou a debater-se e a gritar por socorro! Ouvindo os seus gritos, a mulher deprimida nadou para o salvar, retirou-o da água e salvou-lhe a vida. O que aconteceu? Ela encontrou uma necessidade maior que a sua, e assim encontrou uma razão para viver. O Senhor Jesus disse: "...se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, dá muito fruto." Ele tinha acabado de dizer: "Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis; nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo  mais do que o vestido."
Precisas de um objectivo maior, e Deus dar-te-á um se Lhe pedires. Algumas pessoas souberam desde sempre o que Deus as chamou para fazer na vida, outras descobriram ao longo do caminho. Outros ainda, descobriram isso nos seus anos finais. Na verdade, alguns foram até acordados pela tragédia e pela perda. O que interessa é encontrares o propósito de Deus e entregares-te a ele. Quando uma porta se fecha, outra abre-se. Mas por vezes, passamos tanto tempo a olhar para a porta fechada, que não vemos a porta que Deus nos acabou de abrir!

sexta-feira, 24 de maio de 2019

DESCULPAS


Quando Deus perguntou a Adão o que ele tinha feito, ele respondeu que a culpa foi da mulher que Deus lhe tinha dado (Génesis 3:11-13).
Adão “passou a bola” e muitas vezes nós fazemos o mesmo. Por exemplo: Dizemos a nós mesmos: “Eu não consigo correr, pois tenho uma lista de razões: Não tenho uns bons ténis, tenho a lida da casa, levanto-me cedo, chego a casa cansado(a), etc…” Mas todas estas “razões” são apenas desculpas. Na verdade, o que nós não queremos é abandonar a nossa zona de conforto, ou esforçar os músculos do corpo, ou tirar algum tempo dos nossos dias tão ocupados.
Talvez as nossas desculpas sejam a razão para não conseguirmos abandonar um mau hábito, perdoar alguém ou continuar a pecar.
As nossas desculpas são autênticas paredes de tijolo. Mas hoje vamos escolher começar a destruí-las. Vamos começar por tirar um tijolo da parede, e com o passar do tempo vamos escolher mais tijolos para tirar, até que nada se interponha entre nós e aquilo que queremos fazer, mas que até ali não conseguíamos.
Todos precisamos de deixar que as desculpas nos impeçam de dar o primeiro passo. Já não somos mais meninos que estão sempre agarrados à mão do pai.
Sejamos honestos e digamos a Deus: “Ajuda-me!”

quinta-feira, 9 de maio de 2019

COMEÇA COM COISAS PEQUENAS

Moody foi um dos maiores pregadores da História, alguém que mudou Deus usou para mudar nações. Mas se o conhecesses no início da sua vida não pensarias que isso fosse possível. Apesar de ter crescido na igreja, era espiritualmente ignorante, e quando se mudou para Boston começou a frequentar uma igreja onde se ensinava a Bíblia.
Em Abril de 1855, uma professora da Escola Dominical foi até à sapataria onde ele trabalhava e levou-o a Cristo. Um mês depois, quando ele tentou ser um membro daquela igreja, era bastante evidente que nada sabia sobre a Bíblia.
Uma das suas professoras da Escola Dominical mais tarde escreveu: "Eu nunca tinha conhecido ninguém que parecesse menos provável de se tornar um cristão com uma visão clara e decidida, e muito menos com capacidade para ocupar um lugar de utilidade pública." Ele era pouco letrado e a sua gramática era terrível. Ninguém naquela igreja alguma vez pensou que Deus o fosse usar. Mas eles estava errados! E as pessoas que dizem que tu nunca farás nada de especial para Deus também estão erradas!
Todos os carvalhos começam como uma bolota. O Senhor Jesus começou num estábulo, mas não ficou lá. David era um pastor, mas tornou-se o maior rei de Israel. José foi um prisioneiro, mas tornou primeiro ministro do Egipto.
Compreende isto: Tu és uma semente capaz de produzir uma colheita grande para o Reino de Deus!
Pega em tudo o que tens e em tudo o que isso é, e coloca nas mãos de Deus. Não te importes de começar por baixo. Zacarias 4:10

sábado, 13 de abril de 2019

VISITAS de JESUS


Marcos 11
- 1ª Visita (vs.11). Jesus apenas se preocupou em ver. Viu as coisas na base da realidade e não da emoção (lágrimas, barulho, aparência). No outro dia (vs.12), Jesus ilustrou o que tinha visto no dia anterior no templo (vs.13). Jesus vê tudo (Salmo 33:13-15). Como entramos (Salmo 5:7), como adoramos (Salmo 26:8), como contribuímos (1Crónicas 29:9).
- 2ª Visita (vs.15). Neste dia Jesus mostrou que é Conservador e reprovou as inovações humanas (nós só queremos o que vem de Deus), e expulsou do Templo tudo o que era abuso e estranho (1Reis 9:3). Coisas que são próprias fora, mas impróprias dentro. Jesus não encontrou heresias de doutrina, mas encontrou abusos de comportamento.
- 3ª Visita (vs.27). Houve gente que ficou zangada e irritada com aquilo que Jesus fez (vs.28). Era um arrombo na tesouraria do templo. Ele foi lá ver se aquilo que Ele tinha feito ainda permanecia como tinha deixado. Jesus não foi acusado de anti-bíblico, mas de exagerado e desactualizado (Mateus 5:11).

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

DESCULPAS


Nos tempos bíblicos, os casamentos eram caros, pelo que ser convidado era uma grande honra, e recusar era considerado um grande insulto. Lucas 14:15-24
O primeiro convite era geralmente enviado com alguns meses de antecedência, e depois mais tarde enviava-se um lembrete.
Tal como nós, estas pessoas na parábola eram pessoas ocupadas. Mas o facto é que já tinham aceitado o convite, pois no versículo 17 é afirmado que “Vinde, que já tudo está preparado.” E ninguém prepara uma festa e faz o banquete sem ter a confirmação das pessoas que vêm.
Mas o que é também certo, é que alguns começaram a pedir dispensa do banquete.
O primeiro, disse que tinha comprado um campo (vs.18) e que precisava de ir vê-lo. Estranho argumento, pois ninguém fechava negócio na compra de um campo sem primeiro o ver. Este, além de mentir, deixou que as posses tomassem a primazia no seu coração.
O segundo, disse que tinha comprado cinco juntas (10) de bois (vs.19) e que precisava de experimentá-los e também pediu dispensa do banquete. Outro argumento estranho, pois comprar bois sem os experimentar era como hoje comprar um carro e não experimentá-lo primeiro antes de fechar negócio!
Por fim, o último disse que tinha casado e que não podia ir (vs.20). Mais um argumento estranho, pois tudo indica que o convite para o banquete foi feito antes do homem casar. E das duas uma, ou ele recusava a quando do convite para o banquete, pois certamente já tinha a data do casamento marcada, ou então também mentiu, pois se já tinha casado o que o impedia de ir ao banquete? Neste caso foram as relações pessoais que o retiveram.
Basicamente o que Senhor Jesus dizia aos fariseus era que Deus estava a fazer-lhes um convite pessoal e eles estavam simplesmente a recusar!
Deus não está contra nós termos posses, termos uma carreira de sucesso ou termos relacionamentos. Não! Esta parábola tem a ver como termos a certeza de que estas coisas não nos impedem, não nos cegam, para outras melhores que Deus tem para nós!
As coisas e os afectos aparecem em todas as desculpas. Por isso a Palavra de Deus nos exorta: “Buscais as coisas que são de cima, e não as que são da Terra.” Colossenses 3:2

domingo, 10 de fevereiro de 2019

A BÍBLIA


Num inquérito feito há uns anos quando questionadas sobre qual o livro que mais teve influência na sua vida, a maioria das pessoas respondeu que foi a Bíblia. Mas quando questionadas quantos dias da semana lêem a Bíblia, menos de 14% a liam todos os dias! Como pode ser isso possível?!
Eis algumas das desculpas mais comuns que foram dadas nesse inquérito:
- “Não tenho tempo.” A sério? Muitos dos livros da Bíblia podem ser lidos entre 10 a 45 minutos, alguns até em menos de 20 minutos. Se lermos um capítulo por dia conseguimos acabar o livro de Provérbios num mês e a Epístola de Tiago em 5 dias.
- “Não sei por onde começar.” Se começarmos em Génesis e continuarmos por aí fora pode parecer um bocado complicado. Podemos sempre escolher um Evangelho e ler a vida de Jesus Cristo. O importante não é por onde começar, é começar!
- “Não é emocionante.” Se gostas de romance, lê o livro de Rute; se procuras aventura, tenta Juízes ou Atos dos Apóstolos. Se gostas de poesia, lê os Salmos ou Cânticos de Salomão. Desde História até informações práticas, está tudo na Bíblia!
- “Será que ir à Igreja não é suficiente? Billy Graham disse: “A Bíblia é um mapa de estradas para a vida, e enquanto o Pastor na Igreja assinala o melhor caminho a fazer, tu aprendes sozinho a navegar pelas dificuldades da vida!”
- “Faz-me sentir desconfortável.” Quando não sabemos o que a Palavra de Deus realmente diz, é fácil relacioná-la experiências negativas e depois perdem-se as coisas boas no meio das más. Não há dúvidas, a Bíblia faz-nos enfrentar verdades difíceis (“Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” Hebreus 4:12).
Conclusão: A Bíblia ajuda-nos a descobrir quem realmente somos, o que fomos chamados para fazer e dá-nos o poder para o fazer!

sábado, 9 de fevereiro de 2019

PODER NA FRAQUEZA


Quando pensamos nos nossos pontos fortes, pensamos em coisas que nos ajudam a ter sucesso na vida. Por exemplo, aptidão ou intelecto.
Porém, O Apóstolo Paulo vê a fraqueza humana como a plataforma perfeita para mostrar o poder de Deus (2Coríntios 12:9).
Quando estamos numa situação onde as nossas circunstâncias nos sobrecarregam, Deus pode nos usar para o nosso potencial máximo. Em momentos de ansiedade, Cristo se torna nossa a paz fortalecedora. Em momentos de tentação, Cristo se torna o nosso refúgio.
Na nossa fraqueza, a força de Cristo brilha através de nós. E já que sabemos que não pudemos por nós mesmos, a glória é d’Ele.
Toda a força que experimentamos em áreas de fraqueza pessoal aponta para a força e o trabalho que Cristo faz em nossas vidas.
Através da nossa fraqueza, nos tornamos verdadeiramente fortes em Cristo!  Confiar na nossa própria força pode nos impedir de glorificar a Deus.
 Como seria a nossa vida se confiássemos apenas na nossa força e não em Deus?

sábado, 19 de janeiro de 2019

O PODER DAS LÁGRIMAS


Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará sem dúvida com alegria, trazendo consigo os seus molhos.”
Salmo 126:5,6

Quando pensamos em lágrimas, normalmente as associamos com tristeza e dor. As lágrimas têm sido frequentemente vistas como sinal de fraqueza ou negatividade. Mas há poder nas lágrimas! Estes versículos deste Salmo dizem que aqueles que choram, quando plantam as suas sementes, depois alegram-se com o retorno da colheita.
Lágrimas têm o poder de restaurar, e aqueles que plantam, ou plantaram, em lágrimas colherão gritos de prazer.
Eu creio que há uma época de alegria chegando! Ao falarmos sobre o poder das lágrimas, temos de nos lembrar do Senhor Jesus. Jesus chorou lágrimas de compaixão por Lázaro e o milagre aconteceu a seguir! João 11:35 (“Jesus chorou.”)
As lágrimas tornam-se poder quando são dirigidas ao céu. Deus ouve os nossos gritos e orações, e as nossas lágrimas tornam-se poder! “Tiraram pois a pedra. E Jesus, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido. E tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora.” João 11:41,43
As lágrimas têm o poder de semear as sementes e trazer temporadas de grande colheita nas nossas vidas. Como seria se Deus usar o poder das lágrimas na tua vida?
 Como seria a colheita das tuas lágrimas? São lágrimas de compaixão que trazem o milagre para a tua vida!