terça-feira, 30 de dezembro de 2014

REDIMIDO, LIBERTADO E REDIRECIONADO

Quando Jesus estava em frente ao túmulo do seu amigo Lázaro disse: "Lázaro, sai para fora.", e o seu amigo, que estava morto há quatro dias, saiu, ainda com as mãos e os pés ligados, envolto nas suas roupas tumulares. Essas roupas não caíram simplesmente no momento em que Jesus falou com ele. Não, ele precisava de alguém que o desligasse e o deixasse ir. Há uma lição importante aqui: Quando alguém aceita Cristo como seu Salvador, Ele muda-o, de dentro para fora. Mas algumas experiências do passado podem atrasar essa mudança, e determinar a forma como se vê. E enquanto o Espírito Santo faz o trabalho inicial, a transformação é um processo, processo que precisa da ajuda dos outros. E isso não acontece da noite para o dia, leva tempo.
A Bíblia diz que "Se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (2Coríntios 5:17). Quando Jesus te salvou, é como se emergisses do túmulo embrulhado nas roupas do teu passado. E o que são essas roupas? As influências negativas e padrões de pensamento, baixa auto-estima, velhos hábitos, relações destrutivas, etc. É por isso que Deus envia pessoas para te amarem, te ajudarem a libertar-te e a libertar o teu verdadeiro potencial. É importante que identifiques essas pessoas e construas a tua vida à volta delas. Também é por isso que precisas de desenvolver uma relação íntima com Deus através da oração e da leitura da Bíblia. Através da Sua Palavra, consegues ter uma verdadeira imagem da forma como Ele te vê. Através da oração, consegues conhecer o Seu coração e começas a ver-te a ti mesmo através dos Seus olhos.
Quando isso acontece, começas a viver redimido, libertado e redirecionado!

sábado, 20 de dezembro de 2014

DEUS AMA-TE!

Deus sabe tudo o que há para saber sobre ti, incluindo o teu passado, o teu presente e o teu futuro. Nada lhe escapa.Ele sabe o teu nome (Isaías 43:1). Ele também sabes onde moras (Apocalipse 2:13). E há a parte mais fantástica: Mesmo conhecendo tudo sobre ti, Ele ama-te! Ele não diz: "Amo-te se..." Não há "ses" no coração de Deus. O Seu amor por ti existia antes de tu nasceres e irá continuar a existir depois de partires para a eternidade ("Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai: que fossemos chamados filhos de Deus..:" 1João 3:1). É isso que nós somos! Isso quer dizer que Deus não se importa com o que dizemos ou com o que fazemos? Não! Amar incondicionalmente não significa amar sem preocupação. Por vezes, confundimos amor incondicional com aprovação incondicional. Deus não aprova as nossas traições, egoísmo, orgulho, desonestidade, luxúria, ressentimento ou outra qualquer forma de pecado. Isto é o oposto ao amor que Deus põe nos nossos corações. O amor incondicional de Deus significa que Ele continua a amar-nos mesmo quando fazemos asneira; que Ele espera por nós tal como o pai que esperou pelo regresso do seu filho pródigo.
É importante que nos agarremos à verdade de que Deus nunca deixa de nos amar mesmo quando sofre com o que nós fazemos. "Mas porque razão é isso tão importante?" Perguntas tu. Porque o amor de Deus é o íman que nos atrairá de todas as vezes para Ele!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

FAZ O QUE AMAS, AMA O QUE FAZES

As pessoas bem sucedidas permitem que a paixão e o talento que Deus lhes deu guiem as suas vidas. Têm um único alvo e um mesmo coração. Deus não te criou para seres talentoso numa área para depois te pedir para te entregares a outra que não tem nada a ver. Há sempre um potencial alinhamento de talento e paixão, se tiveres a coragem de ires atrás do propósito da tua vida e correres riscos. O autor do livro "What Should I Do With My Life?" (O que fazer com a minha vida?) escreveu: "Estou convencido de que o sucesso dos negócios no futuro começa com uma questão: O que devo fazer com a minha vida? Sim, é isso. As pessoas não alcançam o sucesso ao mudarem para uma indústria que esteja na moda ou adoptarem um médium que lhes sirva de guia da carreira. As pessoas alcançam sucesso quando se focam na questão de quem realmente são e quando se ligam a um trabalho de que realmente gostam. E, quando o fazem, libertam uma energia produtiva e criativa que nunca imaginaram." Carly Fiorina disse: "Ame o que faz, ou não o faça. Escolha fazer algo que envolva o seu coração bem como a sua mente. Faça a escolha por ela envolver tudo o que há em si." Não te tornes um escravo dos sonhos dos outros, pois esse sonho pode tornar-se rapidamente um pesadelo.O Apóstolo Paulo escreveu: "Porque não ousamos classificar-nos, ou comparar-nos com alguns, que se louvam a si mesmos; mas estes que se medem a si mesmos, e se comparam consigo mesmos, estão sem entendimento. Porém não nos gloriaremos fora de medida, mas conforme a recta medida que Deus nos deu, para chegarmos até vós." (2Coríntios 10:12,13).
Se estás confuso, desfocado ou a andar em círculos, ora: "Senhor, dá-me uma visão clara e um coração indiviso." Esta é uma oração à qual Deus responderá!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

ESPELHO MEU, ESPELHO MEU

Muitas pessoas são infelizes com o que vêem no espelho. De facto, alguns são tão infelizes que gastam fortunas para mudar. E ainda que seja bom estar no seu melhor, Deus nunca quis que a nossa aparência fosse uma declaração do nosso valor para Ele ou para os outros. Seja quais foram os traços físicos que possas ter herdado, aqui ficam algumas verdades da Bíblia que vale a pena considerar:
1) Não gostares da tua aparência coloca-te em desacordo com Deus (Isaías 45:9). Deus quer que tu seja o Seu vaso, um vaso prático e útil; não um objecto de decoração (2Coríntios 4:7). O teu valor não está no teu aspecto, mas naquilo que tens dentro de ti. A mensagem da graça de Deus que pode mudar vidas!
2) Não gostares da tua aparência é o resultado de falsas comparações. Hoje somos levados a ser reflexos intangíveis. Modelos retocados vendem-nos de tudo na televisão, desde cereais a carros. Temos de ver as coisas como elas são (2Coríntios 10:12). A infelicidade em relação à tua aparência resulta da tua ignorância sobre o maravilhoso projecto de Deus para ti. Tudo ficará mais claro para ti quando tu olhares para Jesus, e só para Ele (Hebreus 12:2)!

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

NÃO TEMAS

Deus pediu a Abraão para fazer uma coisa muito difícil: "...Sai-te da tua terra, e da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que Eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome e tu serás uma benção. Assim partiu Abraão, como o Senhor lhe tinha dito..." (Génesis 12:1-4). Se tens medo de mudar de trabalho, de casa ou de local, firma-te nesta passagem pois como filho remido de Deus tu tens direito à benção de Abraão. Todos os nossos medos se resumem a estas duas questões: Primeiro: "Senhor, vais proteger.me?"; Segundo: "Senhor, tomarás conta de mim?" Com Abraão, Deus responde às duas: "... Não temas, Abraão, Eu Sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão." (Génesis 15:1). As palavras "grandíssimo galardão", literalmente significam "Eu Sou a tua infalível, incansável e inesgotável fonte de provisão." Fantástico! Tu não tens de pedir protecção e provisões a mais ninguém; Deus trata de tudo! E repara no que acontece a seguir. Deus faz um pacto com Abraão (Génesis 15:18); Ele disse-lhe que tomaria conta dele e dos seus descendentes, mas houve um problema: "E as aves desciam sobre os cadáveres; Abraão, porém, as enxotava." (Génesis 15:11).
Há uma lição aqui. Mesmo que Deus tenha prometido tomar conta de ti, tu deves afastar ("enxotar") as preocupações que satanás te envia para ocupar-te a mente. E como se faz isso? Ficando firme nas promessas que Deus tem feito na Sua Palavra!

sábado, 6 de dezembro de 2014

PORQUE PRECISAS DE CORAGEM

1. Pelo bem dos outros. As pessoas estão a observar-te. Eles querem saber se irás enfrentar a situação com coragem ou irás curvar-te perante ela. A tua capacidade para demonstrar fé no meio das dificuldades dar-te-á coragem. A batalha não tem a ver só contigo, tem a ver também com aqueles que Deus planeou abençoar através de ti. Tu podes não ter fama ou dinheiro, mas tens influência. As atitudes que demonstras e as decisões que tomas podem influenciar os teus filhos e os teus netos. Tu podes dizer: “Mas eu tenho medo”. Todos sentimos medo. Mas o salmista disse: “No dia em que eu temer, hei-de confiar em ti.” (Salmo 56:3).
2. Para o bem dos teus inimigos. Davi escreveu: “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos…” (Salmo 23:5). Deus não só irá lutar por ti, mas também irá sustentar-te diante dos que te criticam. É bom ter críticos. Por vezes, um inimigo pode pressionar-te a chegar à vitória que um amigo não conseguiria. Quem é alguma vez iria ouvir falar de Davi sem Golias? Quem teria conhecido Moisés, se não existisse um Faraó a oprimir o povo de Deus? E o que se teria sabido sobre Ester sem o plano maldoso de Hamã contra os judeus? Qual é o teu sonho? Existe algum inimigo entre ele e a sua realização? Atreve-te a confrontá-lo e ele tornar-se-á um instrumento na mão de Deus para te fazer chegar àquilo que sonhaste!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

FÉ RADICAL

Quando alguém está morto e enterrado é o final da história. Acreditar em Deus perante uma situação destas requer fé radical. Antes de acontecer a morte de Lázaro, Marta tinha fé “se…” “Senhor, se Tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.” (João 11:21). Mas depois ela começou a perceber o que Jesus podia fazer, e mudou a fé “Mas também” “Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.”
A Fé Radical diz: “Senhor acredito que o meu futuro pode ser melhor do que o meu passado, que Tu podes mudar completamente a minha situação e tirar a vitória das garras da derrota, pois nada é demasiado difícil para Ti.” A Fé Radical ao enfrentar circunstâncias radicais traz resultados radicais. Ele pode voltar a dar-te o que amavas e perdeste. Ele pode restaurar o que a vida te tirou e muito mais! Para Ele, seja qual for a tua situação, nada é impossível! Tu nunca saberás o que o Senhor pode fazer enquanto não O convidares para a tua situação: “Mandaram-lhe pois suas irmãs dizer…” (João 11:3).

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

PORQUE OROU PAULO

No que diz respeito àqueles que amava, Paulo orava para que:
1) Eles compreendessem a vontade de Deus. “...e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade,em toda a sabedoria e inteligência espiritual.” Roma não era um lugar faço para ser cristão, no entanto Paulo escreveu: “Quanto à vossa obediência, é ela conhecida de todos.” (Romanos 16:19). A obediência à vontade de Deus deveria ser a sua prioridade número um. Ninguém deveria ter dúvidas quanto ao seu nível de compromisso com Jesus.
2) As suas vidas agradassem a Deus.”Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo.” (Colossenses 1:10). Quando estivermos perante Deus para sermos recompensados não ouviremos as palavras “bem dito” ou “bem planeado”, mas sim “Bem está,servo bom e fiel.” (Mateus 25:21).
3) Prosperassem no trabalho que Deus.”...frutificando em toda a boa obra.” (Colossenses 1:10).Nada traz tanta alegria ao coração de um pai como ver os seus filhos serem bens sucedidos. E Deus sente o mesmo em relação a nós.
4) Que eles louvassem ao Senhor.”Dando graças ao Pai, que nos fez idôneos para participar na herança dos santos na luz.” (Colossenses 1:12).Por outras palavras, vivamos com uma atitude de gratidão e um coração de louvor.

WEBTV ClubeMais+