quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

AGRADECE A DEUS PELO SANGUE

A história da redenção começa no Éden com Deus a derramar sangue para cobrir o pecado de Adão e Eva (Génesis 3:21), e termina no céu com um coro composto por pessoas de todas as raças, tribos e nações, a cantar: “…e com o teu sangue compraste para Deus pessoas de toda a tribo, e língua, e povo e nação.” (Apocalipse 5:9).
   O sangue de Cristo representa duas coisas: (1) O preço do nosso pecado. (2) A cura do nosso pecado.
A nossa salvação não foi um esforço conjunto. Nós não contribuímos com nada, pois, espiritualmente falando, estávamos na bancarrota.
A pregação sobre o sangue de Jesus sempre irá ofender aqueles que têm pecados a esconder, um ego moralista para proteger, ou um evangelho que oferece a salvação através de boas obras e evolução social. O sangue de Jesus não salva só o arrependido, mas também condena o que desafia, o que não cumpre a Sua Palavra, pois “…sem derramamento de sangue, não há remissão.” (Hebreus 9.22).

As pragas e o granizo não conseguiram libertar o povo de Deus do braço de ferro do Faraó, mas o sangue conseguiu. Nada mais que o sangue de Cristo! E este Sangue ainda não perdeu o seu valor e poder: Para curar, para libertar, para nos proteger, para desenhar uma linha na areia a qual o inimigo não se atreverá a transpor. Hoje, agradece a Deus pelo sangue!

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+