quarta-feira, 12 de março de 2014

PRISÃO EMOCIONAL

Já alguma vez ouvistes falar da "síndrome de Jericó"? (Josué 6:1). É quando tu te encontras emocionalmente fechado. Tens medo de sair e tens medo de deixar alguém entrar. Construíste uma muralha para que ninguém te possa magoar novamente. Tem cuidado, pois isso pode aprisionar-te a ti e a todos os outros que fazem parte da tua vida. Tu podes casar-te em Jericó, dizer os votos, usar os vestidos, trocar as alianças, ir de lua-de-mel e continuar com os muros erguidos. Neste caso tu podes pensar: "Se ela (e) me deixar, estarei preparado (a). Tenho uma conta bancária sobre a qual não lhe falei. Tenho um plano de emergência para o caso disto não funcionar." Mas como é que é possível tu queres unir-te se não é possível alcança-lo (la) por causa de um muro de amargura, medo e desconfiança? O amor não funciona quando vive de acordo com a filosofia "Procura o melhor mas espera o pior". É tempo para um saneamento! Tu tens de te livrar dos espectros de ontem se queres ter esperança relativamente a um futuro juntos. Perdoar quando foi profundamente magoado (a), é uma das coisas mais difíceis que alguma vez farás, mas tens de perdoar e continuar a perdoar até que o ressentimento deixe de te controlar (Mateus 18:21,22). Pára de ensaiar o passado e entrega-o ao Senhor. Ele é o derrubador de muralhas, o restaurador da comunicação, o reconstrutor da auto-estima, o médico dos corações partidos e das relações. Se O deixares, Ele ajudar-te-á a viver e a amar outra vez!

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+