segunda-feira, 13 de abril de 2015

SERVIÇO versus RIVALIDADE

Conta-se a história de um estudante ambicioso, que estava a tirar o curso numa faculdade muito exigente. Mesmo antes de se tornar finalista, conheceu um místico do Oriente que lhe disse: "Não percebes que estás a poluir a tua alma com a tua obsessão pelo sucesso? O teu ideal de felicidade é estudar 24 sobre 24 horas, para conseguires melhores notas do que os teus colegas. Não é assim que devemos viver. Vem connosco para um sítio especial, onde reina a partilha e o amor." Pensando que era uma excelente ideia, o rapaz ligou aos pais e disse-lhes que ia desistir do curso para ir viver numa comunidade. Seis meses depois, os pais receberam uma carta em casa a dizer: "Queridos pais, sei que ainda estão aborrecidos com a minha decisão. Mas quero que saibam que mudei radicalmente. O meu verdadeiro "eu" está de tal forma em sintonia com este modo de vida que só demorei seis meses a tornar-me o segundo melhor discípulo de toda a comunidade. E acho que em Junho já serei o melhor de todos."
A competição é algo positivo quando conduz à excelência, mas quando leva à rivalidade perde o valor. Certo dia, os discípulos de Cristo começaram a discutir sobre qual deles seria o maior no Reino dos Céus. Jesus escutou-os e depois, com uma toalha e uma bacia com água, começou a lavar-lhes os pés. Quando terminou eles estavam sem palavras, com os corações expostos e as atitudes corrigidas.
Paulo diz: "Haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus" (Filipenses 2:5). Conclusão: Sê um servo, não um rival!

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+