sábado, 18 de novembro de 2017

ARREPENDIMENTO

A palavra arrependimento, não é popular, mas é eficaz, e só funciona quando escolhemos a humildade. As nossas palavras, motivos e, posteriormente, as nossas acções (ou a falta delas) começam em nossos corações. É imperativo que tomemos consciência da meditação consciente ou subconsciente dos nossos corações (“Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor. Rocha minha e Libertador meu!” Salmo 19:14), se quisermos ver mudanças em nós e no nosso mundo.
O arrependimento exige virar os nossos modos perversos. Precisamos de um ponto de referência? Eles podem ser murmuração, calúnia, orgulho, arrogância, ganância, egoísmo e ofensa, para citar alguns, e se somos completamente honestos, provavelmente nos juntamos com alguns desses!  
Em Cristo, somos novas criações (“Assim que se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo.” 2Coríntios 5:17)! Mas ainda temos que escolher caminhar diariamente na nossa identidade verdadeira, a fim de continuar perdendo os velhos caminhos nos quais andávamos. Nós fomos criados por e para o amor - esta é uma boa notícia!
Como seguidores de Jesus, a nossa fé é activa, não passiva. Estamos todos num ciclo constante de poda e florescimento. Reconhecer intencionalmente o estado dos nossos corações diante de Deus é vital para a transformação pessoal e, por sua vez, a transformação das comunidades e das nações. À medida que continuamos a parceria com a nossa natureza divina como novas criaturas, começaremos a ver as mudanças ao nosso redor.
Temos que perguntar a nós próprios sobre o que Deus nos deu autoridade para orar? Qual o grupo de trabalho, região, local de trabalho, família, nação, Ele trouxe em torno de nós e nos pediu para amar activamente? E o que estamos fazendo sobre isso? Ideias sublimes não funcionam aqui, mas arrependimento, oração e acção.
Mateus 4:17, diz qual foi o Seu primeiro acto depois de sair do deserto: "Jesus começou a pregar, dizendo: Arrependei-vos, porque o reino dos céus está próximo". Isso enfatiza o quão crucial é o acto de arrependimento, não apenas para a nossa caminhada pessoal, mas para o Reino dos Céus vir sobre a Terra!  
 O orgulho está na raiz da maioria dos nossos problemas.

O arrependimento é o que nos leva a Jesus em primeiro lugar, e não pára no dia em que começamos a segui-Lo. É a escolha diária e o acto de humildade que nos muda e muda as nações!

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+