sábado, 5 de agosto de 2017

TU ESTÁS NO LUGAR CERTO

Lucas 13:6-9
Às vezes ficamos tempos demais embaraçados por causa das coisas que não somos capazes de fazer e esquecemo-nos das muitas coisas que somos capazes de fazer, e de investir nisso.
O Senhor Jesus foi à procura de figos na figueira e não noutra árvore qualquer. Se és uma figueira vais dar figos e não outra coisa qualquer, não é suposto.
E às vezes somos figueiras no meio de vinhas, mas não é pelos outros estarem a dar frutos diferentes dos nossos que estamos mal;
Foca-te no teu propósito. Não uses o ambiente que te rodeia como desculpa para não cresceres.
Vivemos numa cultura centrada em direitos e desculpas; mas a cultura do reino de Deus deve ser focada em responsabilidade. Não deixes que os outros sejam responsáveis pela tua vida, tu és livre para escolher.
Mantém-te fiel àquilo que Deus te criou para fazeres, não sejas governado pelas más atitudes dos outros.
Não desperdices a tua vida com amarguras e desconfianças que só te amarram e te prendem do teu propósito.
"Não desistas dos teus sonhos", mas faz alguma coisa para avançar.
            Não peças a Deus pra te dar mais um ano, mas depois ficas na mesma; faz alguma coisa! (vs.8)
            Ao lermos Génesis 1:10,12,18,21,25, podemos reparar que quando Deus criou tudo Ele disse que era "Bom"; mas quando Deus criou o homem e lhe deu autoridade sobre todas as coisas (Génesis 1:29,30), Ele disse que era "Muito Bom".
Tu vales muito mais do que a Natureza; então não deixes que os outros definam quem tu és, Deus deu-te a melhor nota!
            E depois Deus viu que não era bom para o homem estar só (“E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja sóGénesis 2:18).
O homem é "muito bom" mas é "mau" se estiver sozinho; é por isso que devemos viver em união, estar na Igreja (“OH! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.” Salmo 133:1).
            Cada um de nós tem de ter a capacidade de avaliar, e perceber que não é bom estar sozinho.
Onde o problema se manifesta não é necessariamente onde ele começa. Às vezes é preciso irmos às raízes.
            Se nós soubermos lidar com os nossos problemas, com as coisas que correm menos bem, vamos resolver as nossas frustrações.
Olhamos para o fruto dos outros e queremos ter também, mas esquecemo-nos de olhar para o que não se vê, para a raiz.

            Em vez de usares a "porcaria" (Lucas 13:8) que vem à tua vida como desculpa para desistires, usa-a como fertilizante para cresceres.

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+