domingo, 8 de junho de 2014

A COMPANHIA CERTA

Às vezes fazer a vontade de Deus pode tornar-te popular, e outras vezes, pode arranjar-te problemas, especialmente com aqueles que gostam de “manter as coisas como sempre foram”. Em Actos 3, Pedro e João foram usados por Deus para trazer cura a um homem que não conseguia andar desde que nascera. Depois de ser curado lê-se. “…e entrou com eles no templo, andando, saltando e louvando a Deus” (Actos 3:8). Naquele dia, 5000 pessoas foram ganhas para Cristo e as autoridades religiosas, e os religiosos, estavam num reboliço. Ameaçaram os discípulos, proibindo-os de mencionarem o nome de Jesus nas suas pregações. Por isso os discípulos fizeram uma reunião de oração, pedindo ao Senhor que lhes desse ousadia para pregarem a Palavra de Deus (Actos 4:29).
Mas com quem foram eles orar? “E, soltos eles, foram para os seus…” Para onde é que eles foram? De volta para aqueles que eram cheios do Espírito Santo (Actos 4:31); para aqueles que tinham um só coração e alma (Actos 4:32). Pessoas assim é que são a companhia certa para nós. O salmista escreveu: “Deus faz com que o solitário viva em família…” (Salmo 68:6). Tens uma família espiritual? Com quem vais ter quando precisas de recuperar as forças? Diz-se que a nossa companhia determina a nossa conduta, a nossa conduta determina o nosso carácter, o nosso carácter determina o nosso destino. Por isso pede a Deus que o dirija para a “companhia certa”. Quando encontrares as pessoas certas, vais perguntar como é que alguma vez conseguiste passar sem elas.

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+