sexta-feira, 29 de maio de 2009

RESGATADOS, REMIDOS, RESTAURADOS...

Já foi a uma casa de penhores? Encontramo-las na maioria das grandes cidades. A ideia é simples; se precisarmos de dinheiro, pegamos num artigo valioso como uma jóia e entregamos na casa de penhores. O penhorista faz a avaliação do artigo e dá-nos o seu valor em dinheiro. Mas se não voltarmos dentro de um determinado limite de tempo para resgatar o artigo, ficamos sem ele. Apesar de originalmente nos pertencer, perdemos a sua posse legal até o comprarmos de volta. E se esperarmos demasiado, podemos ficar sem ele para sempre.
Alguma vez se encarou a si mesmo como alguém que precisa de ser resgatado, para poder voltar ao seu legítimo dono? A Bíblia diz que Deus nos criou para estarmos em comunhão com Ele. Mas o pecado levou-nos a cair nos "laços do diabo...cativos por ele" (2Timóteo 2:26). Só podíamos ser resgatados para Deus, o nosso legítimo dono, através da redenção. E foi exactamente isso que Jesus fez! "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigénito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16). A morte de Cristo na cruz foi o preço pago pela nossa redenção; isso representa quanto Deus nos valoriza!

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+