sábado, 24 de outubro de 2009

QUEM TEMOS NÓS?

Edward Farrell disse: "Ouvir é raro. Há certas pessoas com quem sentimos que podemos falar porque elas têm uma capacidade profunda de ouvir, não somente as nossas palavras, mas de ouvir-nos como pessoas. Elas permitem que comuniquemos a um nível que nunca alcançámos antes. Elas capacitam-nos a sermos como nunca fomos antes."
Nunca nos conheceremos realmente a não ser que encontremos pessoas que possam nos ouvir, que possam capacitar-nos a emergir, a sair de nós mesmos, a descobrir quem somos. Não podemos descobrir-nos por nós próprios. Observe as palavras de Farrell: "há certas pessoas...que nos capacitam a sermos como nunca fomos antes." É dessas pessoas que mais precisamos.
Pense nestas perguntas: Quem o treina? Que pessoa mais velha, mais sábia e mais experiente fica nas laterais da sua vida a observar, tendo o resultado final em mente? Um treinador não corre a corrida pelo seu atleta. Na verdade, ele estabelece o padrão para a corrida e faz um julgamento do desempenho do atleta. Quem faz isto por si? Quem amplia a sua mente? Quem o faz recuar quando os outros expõem as várias facetas da sua ignorância; quem não o deixará safar-se com superficialidade espiritual e intelectual? Quem ouve os seus sonhos e os incentiva? Sonhos não são propostas intelectuais que precisam de ser provadas. Eles são o trabalho de visionários; são imprevisíveis, geralmente péssimos e ocasionalmente bons. Essas são as pessoas que, quando os outros riem e dizem que está a construir castelos no ar se lembram que "...Deus chama as coisas que não são como se já fossem" (Romanos 4:17). É dessas pessoas que precisamos!

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+