sexta-feira, 4 de setembro de 2009

CARREGAMENTO

A viagem ia ser difícil devido ao mau tempo, mas o dono daquele navio teimava em ordenar que não se rejeitasse qualquer encomenda de transporte de carga para a próxima travessia.

"Aceitem todas as encomendas", dizia o homem. "Carreguem todos os volumes que aparecerem."

Na verdade, aquele homem ambicionava tanto o dinheiro que ganhava no transporte de cargas, que não pensava sequer na segurança da viagem. Resultado: Durante uma travessia, o seu navio, abarrotado de carga, afundou-se, e toda a carga com ele. O homem ficou arruinado; para pagar as indemnizações teve de dar tudo o que possuía!

O amor ao dinheiro, a desmedida ambição por bens da Terra, sempre anunciam grandes desgraças. Desejar mais do que suficiente para viver é como querer carregar o navio com mais do que a sua capacidade.

Muito embora Deus nos possa dar mais do que necessário à nossa subsistência, como deu a Abraão, é fundamental que o coração esteja sempre contente apenas com o bastante para comer, beber, vestir-se, etc. ambicionar muito mais é ultrapassar a nossa capacidade. O coração humano não é capaz de ambicionar desmedidamente e ainda assim manter-se íntegro.

Nenhuma fé é verdadeira e prática, se não passou pelo teste da atitude do coração quanto às riquezas. Na verdade, é surpreendente como algo tão material como as riquezas, pode pôr à prova algo tão espiritual como a fé de alguém. Contudo, nada é como o dinheiro para revelar os desejos do coração ("Porque onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração." Mateus 6:21)

Que Deus nos faça Seus servidores.

Sem comentários:

WEBTV ClubeMais+