quinta-feira, 3 de setembro de 2009

O CAMINHO DA BENÇÃO

O Espírito Santo não pára de trabalhar; um episódio após outro, uma coisa após outra chegam a nós. Toda a obra disciplinadora do Espírito Santo não tem outro propósito senão a quebra do nosso "homem exterior", para que o "homem interior" seja renovado. Porém, aqui está a nossa dificuldade. Aborrecemos-nos por coisas mínimas, murmuramos por pequenas perdas. O Senhor está preparando uma maneira de usar-nos, contudo, mal a Sua mão nos toca, já nos sentimos infelizes, a ponto de contendermos com Deus e de tornarmo-nos negativos em nossa atitude. Desde que fomos salvos, temos sido tocados muitas vezes e de várias maneiras pelo Senhor; todas com o propósito de quebrar o nosso "homem exterior". Se estamos cientes desse facto ou não, o propósito do Senhor é um só. "Destruir esse homem exterior".

Portanto, o tesouro está no vaso de barro, mas se o vaso de barro não é quebrado quem pode ver o tesouro lá dentro? Qual o objectivo final do Senhor na nossa vida? É quebrar esse vaso de barro, quebrar o nosso vaso de alabastro. O Senhor anseia por achar um modo de abençoar o mundo por meio daqueles que lhe pertencem. Quebrantamento é o caminho da benção, o caminho da fragância, é o caminho da frutificação. Quando nos oeferecemos ao Senhor para servi-Lo, não podemos permitir ser indulgentes para poupar-nos. Devemos permitir que o Senhor quebre completamente o nosso homem exterior, para que Ele possa achar uma caminho para a Sua obra externa.

1 comentário:

Vilma Pires disse...

É verdade,precisamos ser como barro maleável nas mãos do oleiro,para que Ele nos molde e nos transforme em vasos de bençãos.

WEBTV ClubeMais+